Edmilson Teixeira

3 de agosto de 2018

Eleição 2018

O PSDB que faz sua convenção domingo no Iate Clube Pajuçara, em Maceió, aposta fielmente na reeleição do deputado Val Gaia. A assessoria do Gaia revela, que os prefeitos de Igaci (Oliveiro) o de Capela (Adelminho), Maragogi (Fernando), Canapi (Vinícius), Palmeira (Júlio) e Pindoba (Maxwel) , além do vice de Cacimbinhas (Victor) estão fechados com o candidato.

Outros

Ainda segundo a assessoria de Val Gaia, hoje ele conta com a adesão de 42 vereadores, 36  ex-prefeitos, ex-vereadores e lideranças de Alagoas. “Todos esses declararam apoio à pré-candidatura do parlamentar, onde Val trilha firme e forte na busca de um sexto mandato”, disse.

Chã Preta – lixo

Em Chã Preta a prefeita Rita Tenório começa a contabilizar os frutos gerados economicamente depois do fechamento do Lixão da cidade. É que com apoio do poder público, um grupo de catadores de lixo reciclado está faturando agora como nada visto antes. Pois mais de 10 toneladas de papel, material de plástico, alumínio, ferro entre outros têm resultado numa fonte de renda para muitos. “Trata-se de uma ação que atende a sustentabilidade do meio ambiente, assim como de forma econômica para as pessoas que abraçaram essa causa”, diz o secretário de Infraestrutura, Marcos Vasconcelos.

Chã Preta – obras  

Outra novidade em Chã Preta é a construção de um cemitério na Serra Lisa. Trata-se de um projeto arquitetônico  elaborado pela equipe  de universitários do Projeto Rondon, que passou cerca de 20 dias no município agora em julho. “Estamos concretizando um compromisso de campanha” disse a prefeita Rita Tenório que ao lado do secretário de Finanças, Lucas Coimbra, visitou outras obras que estão sendo erguidas, a exemplo da reforma e ampliação de uma UBS.

Crianças

Tramita na Assembleia Legislativa,  projeto  que dispõe sobre a criação do selo “Adote uma criança ou adolescente em situação de vulnerabilidade”. A proposta, de autoria da deputada Thaise Guedes (PTB), é destinada a empresas situadas em Alagoas que contribuírem de forma direta ou indireta, para a promoção da educação de crianças e adolescentes em situação de risco.

 

Critério

 

De acordo com a matéria, o selo, que conterá a seguinte frase “Esta empresa adotou uma criança ou adolescente em situação de vulnerabilidade em Alagoas”, poderá ser utilizado nos produtos das empresas que comprovarem o auxílio prestado.

 

Justificativa

 

“Esse projeto cria uma ferramenta que incentiva a participação da sociedade na melhoria e ampliação do nosso sistema educacional, por meio de reconhecimento especial às empresas que contribuem com a educação das crianças e adolescentes carentes”, justifica a deputada Thaíse Guedes.

 

Penedo

A situação econômica de Penedo tende a piorar a partir de agora, com o anúncio de que a Usina Paisa não vai moer este ano; safra  relativa 2018/2019.  De acordo com o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio, Pedro Soares, após entrar em contato com a gerência da Usina, o mesmo recebeu tal confirmação da não safra este ano e que, a medida, é um recuo estratégico, dentro do processo de recuperação judicial pela qual a Usina passa.

Agravante

“É uma situação preocupante, pois deve afetar diretamente a economia local, prejudicando a geração de emprego e renda na cidade ribeirinha. Nesse período de safra a usina costuma contratar mais de duas mil pessoas e nós, do comércio, sabemos como isso é importante”, declarou Pedro Soares. A cana produzida pela Paisa será processada pela Cooperativa Pindorama, no município de Coruripe.  

Era o que faltava!
Tramita na Câmara dos Deputados, projeto de lei que acrescenta à lista de itens que compõem a cesta básica fornecida em âmbito municipal, estadual e federal, um botijão de gás. A proposta reduz a zero as alíquotas da contribuição para o PIS/PASEP e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (COFINS) incidentes na importação e sobre a receita bruta de venda no mercado interno.

Argumento

De acordo com o autor do projeto, Roberto de Lucena (SP) o forte aumento do preço do gás, ainda em ano no qual a taxa de desemprego chegou a 12% da população economicamente ativa, levou a diversas famílias a usarem da improvisação, e retomarem o uso de fogões a lenha, no lugar dos fogões convencionais; outras substituíram o gás por etanol.