Roberto Baia

18 de julho de 2018

Suplente de Renan

De acordo com informações do site arapiraquense 7segundos, um representante de Arapiraca poderá fazer parte da chapa do senador Renan Calheiros (MDB) a reeleição.

Calheiros teria convidado o empresário Betinho Alexandre, filho do ex-prefeito José Alexandre, para ser seu suplente na disputa de outubro.

Betinho é conhecido por sempre percorrer o meio político, inclusive sendo articulador e coordenador de campanhas majoritárias em Arapiraca.

 

Situação de risco

O Ministério Público do Estado de Alagoas (MPE/AL), por meio da Promotoria de Justiça de Feira Grande, começa esta semana uma operação permanente de fiscalização com o objetivo de proteger o bem-estar e os direitos das crianças e adolescentes da região. As ações foram planejadas depois de detectados vários registros de jovens em situação de risco e um índice elevados de prática de atos infracionais.

 

A operação

As operações contarão com o apoio do Poder Judiciário de Alagoas, e acontecerão em conjunto com a Polícia Militar do Estado, Polícia Civil e do Conselho Tutelar. O promotor de justiça Lucas Mascarenhas, titular da Promotoria de Justiça de Feira Grande que tem Lagoa da Canoa como termo, disse que a articulação desse tipo de operação pelo MPE/AL consolida ainda mais o compromisso que a instituição possui com a sociedade alagoana na guarda dos direitos e do exercício da cidadania.

 

Lagoa da Canoa

“Na cidade de Lagoa da Canoa, o índice de crianças em situação de risco é altíssimo. Além disso, é crescente o número de atos infracionais graves praticados por adolescentes. Diante da situação, o Ministério Público, na condição de protetor dos interesses da sociedade e guardião dos direitos da criança e adolescentes, capitaneará as operações nos estabelecimentos onde já foi registrada venda de bebidas alcoólicas para jovens, consumo de drogas, prostituição infantojuvenil, dentre outros crimes graves”, observou.

Viés preventivo

O promotor ainda afirmou que além do aspecto repressivo, a operação permanente de fiscalização também exercerá sobretudo um viés preventivo e inibidor de crimes e demais condutas ilegais, uma vez que objetivam esclarecer para a população quais os direitos das crianças e dos adolescentes, como também consequências em caso do cometimento de atos infracionais. (Com João Dionisio).

 

 

Saúde em debate

A Educação Permanente do município de Arapiraca, através da secretaria de Saúde, trouxe mais um Fórum de Debates com os Médicos da II Macrorregião. Desta vez, o tema foi o HumanizaSus no contexto da Saúde do Trabalhador, além de outros cuidados com a Saúde do trabalhador e do paciente. O encontro aconteceu na tarde de terça-feira (17), no auditório do Centro de Referência Integrada de Arapiraca (Cria).

 

Saúde do trabalhador

A coordenadora Geral da Educação Permanente, Marineide Bastos Araujo, falou sobre o HumanizaSus no contexto da Saúde do Trabalhador, primando pela necessidade de consolidar a Política Nacional de Humanização, visualizando a melhoria dos processos de trabalho e a qualidade de vida do trabalhador, da gestão e do usuário.

 

Trabalhos

Já a coordenadora de vigilância Epidemiológica, Ana Lúcia Lima, ministrou palestra sobre a necessidade do preenchimento das fichas de notificação compulsória para registro dos indicadores.

Por sua vez, o profissional de Educação Física, Chrystiano Ferreira, apresentou os trabalhos realizados pelo Centro Estadual de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) Arapiraca no provimento de retaguarda técnica especializada como ferramenta das ações e serviços da rede SUS.

 

Objetivo

“A saúde do trabalhador deve ser levada em consideração sempre. A forma correta de ambiente de trabalho é quando nos sentimos bem e o profissional deve estar sendo acompanhado tanto fisicamente quanto profissionalmente. Esse é nosso principal objetivo no município”, destaca Chrystiano Ferreira. (Com Ascom).

 

Bateu meta

“Entre para o Time da Saúde”. Foi com este tema que a Prefeitura de Palmeira dos Índios,  por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), superou as expectativas e bateu a meta da campanha nacional de vacinação contra a influenza, com 92, 16% pessoas vacinadas.

 

Proposta

A meta proposta pelo Ministério da Saúde era imunizar 21.562 pessoas, o que representava 90% da população a ser vacinada: crianças de 6 meses a 5 anos, gestantes, idosos, profissionais da saúde, povos indígenas e pessoas portadoras de doenças crônicas e outras doenças que comprometem a imunidade. A campanha foi encerrada no final de junho, mas alguns postos, em Palmeira, ainda possuem o medicamento para outro público: crianças de 5 a 9 anos, sem comorbidade, e adultos de 50 a 59 anos.

 

 

… Feliz com o resultado conquistado, a SMS agradeceu o apoio dos meios de comunicação, em especial as rádios palmeirenses, por chamar e alertar à população sobre a importância da vacinação e para que comparecessem aos postos de saúde.

 

… “Agradecemos, também, pela parceria do Ministério Público, que ajudou nos chamamentos para que a meta estabelecida fosse alcançada, principalmente no período de prorrogação da campanha. Durante todo o período, os nossos postos de saúde estiveram abastecidos com a vacina, realizamos o Dia D, no dia 12 de maio, vacinamos os acamados em suas residências”, destacou a coordenadora de Vigilância Epidemiológica da SMS, Myria Sá.

 

 

… Para o prefeito Júlio Cezar, a conquista pela meta da vacinação se deu por meio de um trabalho conjunto e unificado dos profissionais da Secretaria Municipais de Saúde e os parceiros que ajudaram a ultrapassar os resultados.