Edmilson Teixeira

12 de julho de 2018

O homem da TV!

Quem entrou pra valer rumo a Brasília a partir de 2019, foi o jornalista e ex-deputado estadual Jeferson Morais. Na segunda-feira Morais honrou compromisso com lideranças sertanejas, quando fez uma turnê pelas cidades de Major Izidoro, Dois Riachos e Santana do Ipanema. Pois depois do reforçado pirão de bode que comeu naquela região, Jeferson embarca nesta quinta-feira, para o Vale do Mundaú. Visitará seus representantes de União (sua terra natal) além de Ibateguara e São Jose da Laje, onde vai desfrutar de um almoço a base de pirão de pitu. Morais o homem da TV, está no PRTB, a fim de concorrer a uma vaga de deputado federal.

Minador do Negrão 

Uma pesquisa inédita realizada pelo Instituto Brasileiro de Pesquisa (Ibrape) nos 102 municípios alagoanos, divulgada pelo site Cada Minuto, aponta que o município de Minador do Negrão, lidera o ranking das Prefeituras com maior aprovação popular, com 87%. O instituto de pesquisa ouviu 75.600 pessoas para saber o índice de aprovação e desaprovação das gestões municipais.

Minador – procedência

Ao que se sabe, o prefeito Gleysson Cardoso vem equilibrando contas, economizando gastos e investindo em saúde, educação, assistência, agricultura, infraestrutura e diversos outros setores, o que tem garantido o pleno desenvolvimento do município. “É um dos menores índices de rejeição em Alagoas, colocando nosso prefeito à frente de nomes conhecidos da população e quebrando recordes de aprovação” disse uma assessora.

Satisfação

A pontuação de Minador do Negrão, mostra a visível evolução, amadurecimento e otimização da qualidade dos serviços prestados no município. “O resultado desta pesquisa demonstra que estamos no rumo certo. Um reconhecimento muito importante para que possamos continuar trabalhando mais por um Minador do Negrão para todos”, comentou o prefeito.

De olho nos espertos

Terça e quarta da próxima semana, a Associação dos Municípios de Alagoas (AMA) estará oferecendo um curso muito interessante. Trata-se da discursão  dos processos Administrativos Disciplinares e Assédio Moral. Na verdade são  duas situações recorrentes que acontecem habitualmente nos serviços públicos municipais que precisam ser discutidas. A programação transcorre nos dois horários.

Diferenciação

O processo administrativo disciplinar tem por objetivo aplicar as regras de comportamento sobre deveres e proibições, bem como a previsão da pena a ser aplicada entre a Administração Pública com seu corpo funcional. Já o processo de assédio moral caracteriza-se por condutas que evidenciam violência psicológica contra o empregado.

Fundo de participação

Na terça-feira, foi creditado nas contas das Prefeituras brasileiras do FPM referente ao 1º decêndio do mês. O valor é de R$ 1,9 bilhões, já descontado a retenção do Fundeb. Em valores brutos, incluindo o Fundeb, o montante é de R$ 2,38 bilhões. De acordo com os dados da Secretária do Tesouro Nacional (STN), o 1º decêndio de julho de 2018, comparado com o mesmo decêndio de 2017, apresentou uma pequena queda de 0,59% em termos nominais, ou seja, comparando os valores sem considerar os efeitos da inflação.

Fundo 2018

Mas, com relação ao acumulado do ano, verifica-se que o valor total do FPM vem apresentando um crescimento positivo. O total repassado aos municípios no período de janeiro 2018 até o 1º decêndio deste mês apresenta um crescimento de 8,65% em termos nominais em relação ao mesmo período de 2017. Ao considerar o comportamento da inflação, observa-se que o FPM acumulado em 2018 cresce 5,37% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Alerta

Apesar do cenário positivo do FPM no acumulado do ano, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) faz um alerta aos gestores municipalistas para manterem cautela em suas gestões e ficarem atentos ao gerir os recursos municipais nos próximos meses do ano, uma vez que, historicamente, os recursos do Fundo do primeiro semestre são superiores aos do segundo, de forma a ser necessária a elaboração de um planejamento estratégico para não haver surpresas negativas.

Pão de Açúcar

Um ambiente que viria a ser área de extração de minérios em Pão de Açúcar acabou sendo tombado, em 2012, pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) por guardar um importante registro de povos pré-históricos da região. Trata-se do Sítio Arqueológico da Pedra do Sapo, localizado no Sítio Bom Nome, que dista uma hora da cidade. Na verdade esse é apenas um dos 11 sítios existentes lá em Pão de Açúcar.

Turismo


Segundo a coordenadora municipal da Educação Ambiental, Jordana Tenório, o local deve ser utilizado como um recurso educacional pelos professores da Rede de Educação. “Os professores devem ser incentivados a usar esse lugar como uma fonte riquíssima de informações sobre os povos que habitaram nesse lugar, pois está tudo registrado nas pinturas rupestres. Sem falar do bioma a ser apreciado, estudado e conservado, local também tem potencial para ser mais um atrativo turístico” disse.