Roberto Baia

11 de julho de 2018

Método Canguru

A convite da Secretaria de Estado da Saúde, a equipe do Hospital Regional Nossa Senhora do Bom Conselho participou, em Maceió, de uma mesa redonda sobre o Método Canguru.

O evento, realizado no auditório Djalma Breda, na Universidade Estadual de Ciências da Saúde, Uncisal, contou com a participação do fonoaudiólogo Robson Caique Ferreira e da enfermeira Andreia Costa.

 

Autoridades da Saúde

Com o tema “Compartilhando Vivências sobre o Método Canguru em Alagoas”, o debate contou ainda com a presença de diversas autoridades da Saúde no estado.

“Foi uma oportunidade de troca de experiência, aprendizado e de mostrar o quanto temos realizado em nosso Hospital”, comentou Andreia, enfermeira chefe do Regional Nossa Senhora do Bom Conselho.

 

Alternativa

O Método Canguru é uma alternativa ao cuidado neonatal convencional para bebês de baixo peso ao nascer e consiste, entre outras coisas, na manutenção da relação mamães e bebes, incluindo a proximidade corporal.

“O resultado da melhora nos bebês é comprovado cientificamente”, acrescentou o profissional, que é Tutor do Método, credenciado pelo Ministério da Saúde.

 

Experiência

Mãe de quatro filhos, moradora do Brisa do Lago, Eva Teodora, 21 anos, experimenta o método com sua pequena Eduarda Vitória. Nascida no início de junho, a pequena esta na Unidade Canguru. “Ela está bem, vai dar tudo certo”, disse animada.

 

UTI Neonatal

Ainda segundo o especialista alguns cuidados são necessários para que crianças prematuras e de baixo peso saiam da UTI Neonatal para a unidade Canguru. “As crianças precisam estar clinicamente bem e com 1500 kg, um peso considerado estável”, avaliou.

 

Procedimentos

O método Canguru já chegou a ser chamado de Mãe Canguru, mas ainda segundo Caique, hoje há comprovação de que tanto país quanto mães podem- e devem- praticar os procedimentos.

“Nossa equipe do Complexo Neo é extremamente preparada e ficamos muito entusiasmados diante das oportunidades de troca de experiências” avaliou o Diretor Médico, Ulisses Pereira. (Com Live Comunicação).

 

Uma loucura

Quatro agências bancárias foram explodidas por bandidos na madrugada de terça-feira (10) em Surubim, no Agreste de Pernambuco. Segundo a Polícia Civil, os bancos Bradesco, Caixa Econômica Federal, Santander e Banco do Brasil foram alvos dos assaltantes.

 

Um “exército”

De acordo com a polícia, cerca de 50 homens, divididos em dez carros, participaram da ação. Eles entraram na cidade atirando com metralhadoras, atearam fogo em um veículo em frente ao Batalhão da PM e trocaram tiros com a polícia.

 

Crime de improbidade

O ex-prefeito de Santana do Mundaú, Elói da Silva, e o filho dele, José Elson da Silva, ex-secretário de Finanças, tiveram os bens declarados indisponíveis e deverão ressarcir R$ 242.730,00 aos cofres públicos. Desse valor, R$ 159.200,00 são referentes a saques indevidos nas contas da Prefeitura e R$ 83.530,20 a compras realizadas sem prévio processo licitatório ou dispensa de licitação.

 

Dano ao erário

“Ao realizarem os saques e não comprovarem a destinação da verba pública e ao realizarem aquisição de bens sem prévio processo licitatório e notas de empenho, os réus praticaram ato de improbidade administrativa, que importaram dano ao erário”, afirmou o magistrado Yulli Roter Maia, da 2ª Vara de União dos Palmares.

 

 

… O Município de Santana do Mundaú ingressou com ação na Justiça após receber denúncias de moradores da cidade. O ente público sustentou que, no período em que Elói da Silva esteve à frente da Prefeitura, foram praticadas diversas irregularidades. (Com cadaminuto).

 

…  “A Prefeitura de Arapiraca realiza nesta terça-feira (10), a partir das 15h, o pagamento da 2ª faixa salarial para os servidores municipais. Isto acaba por injetar um montante de R$ 8.016.335,60 na economia de Arapiraca. São beneficiados por esta etapa de pagamento todos os cargos comissionados e efetivos que ganham acima de R$ 2 mil mensais”. Informação da Ascom.

 

… Nota do colunista: Não fez favor a ninguém. É uma obrigação, não é mesmo?