Flávio Gomes

21 de junho de 2018

O Brasil entre extremados

Gaudêncio Torquato, jornalista e consultor político: “O espírito beligerante de Jair Bolsonaro, caso o capitão seja eleito, levaria o país para uma posição de continuados conflitos. Estabeleceria, de imediato, a disputa de ‘cabo-de-guerra’ entre militantes, multiplicando arengas e querelas, expandindo posições radicais, e envolvendo classes sociais, levadas a tomar partido diante de confrontos nas ruas e nas casas congressuais. A ingovernabilidade ganharia corpo. O clima social ficaria sob a ameaça de um rastilho de pólvora. Que os bolsonarianos gostariam de jogar aos montes para acender o pavio. O vulcão entraria em erupção diante de gestos tresloucados do governante. Do outro lado, eventual perfil representando a extrema esquerda e correntes de esquerda reforçaria o refrão do apartheid social, ‘nós e eles’, que o PT continua a brandir em vídeos, mensagens pelas redes, expressões de seus porta-vozes. Para montar firme na sela do cavalo, o eleito não deixaria brechas: encheria os tanques da máquina governamental com radicais e enfiaria o Estado na estrutura partidária. Todos os cantinhos seriam ocupados. Projeto de poder de 20 anos, com juros e correção monetária cobrados do impeachment de Dilma.”

Chabu

Gabriel Mousinho, site Alagoas 24 Horas, sobre Ronaldo Lessa: “Lessa se manteve na mídia, deixou em suspense uma candidatura majoritária mas, no fim, resolveu não arriscar. A conversa que ele teve com o prefeito Rui Palmeira foi mais de uma análise do quadro eleitoral e a decisão foi de se reeleger deputado federal.”

Quem chega

A convite do deputado federal Maurício Quintella (PR/AL) o ministro dos Transportes, Valer Casimiro Silveira, visita hoje Alagoas. Agenda: entrega do novo calado do Porto de Maceió, autorização das obras do terminal de passageiros do Porto e inauguração de 10 km da duplicação da BR 101, entre Junqueiro e Teotônio Vilela.

Enfim

O Senado aprovou a venda de etanol direto do produtor aos postos de combustíveis. E o senador Renan Calheiros (MDB/AL) se manifestou: “Burocratizar e manter a proibição para o produtor, a usina de açúcar, colocar o álcool no posto de gasolina, seria um absurdo. Não poderíamos submeter o Nordeste, especialmente Alagoas, a isso”.

Apelo

Desabafo do prefeito Rui Palmeira à população maceioense: “Semanalmente realizamos mutirões de limpeza em duas regiões de Maceió. Nossa cidade conta com uma coleta regular de lixo domiciliar, mas sem o apoio do cidadão, nada disso tem efeito. Precisamos da ajuda da população para manter Maceió sempre limpa”.

Forró

O “São João de Maceió é Praia, Festa e Forró” será aberto hoje, 20 horas, na Praça São José, Fernão Velho. Atrações: Xameguinho, Cavaleiros do Forró e Ana Lobo. O Trem do Forró sairá da Estação Ferroviária, em Maceió, às 19h30m e às 21 horas. A partir de amanhã a programação será em Jaraguá e 34 outras comunidades.

Opinião

Deputado federal Jair Bolsonaro (PSL/RJ): “Já falei em fechar o Congresso? Já, sim, há 20 anos. Estava aqui com o pessoal anistiado, da luta armada, que matou. Havia o debate comigo. Eu mandava eles para a ponta da praia. É a regra do jogo, não me omiti em falar sobre regime militar. Mas não defendo intervenção.”

*O presidente do Procon/AL, Galba Novaes Netto, celebração de 100 dias de sua gestão à frente do instituto, recebe hoje a imprensa para apresentação dos trabalhos e projetos realizados no período. Às 9 horas, em café da manhã no restaurante Bodega do Sertão.

*O SEST SENAT (Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte) inaugura hoje, 16 horas, sua Unidade Operacional em Teotônio Vilela. A Unidade visa atender profissionais do transporte, familiares e comunidade da região.

*A 2a edição da Mostra Sesc de Cinema apresenta, em sua etapa estadual, produções alagoanas em exibições gratuitas. Hoje e amanhã, a partir das 19 horas, o público poderá conferir vários filmes, no Teatro Jofre Soares (Sesc Centro). Contato: 3201-1374.

*A Imprensa Oficial Graciliano Ramos publica, hoje, a 2ª edição ampliada do livro de crônicas ‘Quem Tabelar com Toni Ganha Um Fusca’, de Mateus Magalhães. O evento será aberto ao público, na Livraria Leitura do Maceió Shopping, às 18h.

*Com o tema “mercado e comercialização de arroz”, seminário promove hoje debate da cultura do arroz na região do Baixo São Francisco. O evento, parceria entre Governo de Alagoas e Sebrae/AL, acontece, às 9 horas, na Casa de Aposentadoria, em Penedo.

* Os jogadores da Seleção Brasileira receberão US$ 1 milhão (cerca de R$ 3,6 milhões) da CBF se conquistarem o título na Copa do Mundo. Somados todos os prêmios, o valor total ficaria próximo aos US$ 40 milhões que serão pagos pela Fifa à seleção campeã.

 

“Nada impede que a minha candidatura decole. Ela já começa a ter uma aceitação muito forte”.

Henrique Meirelles

Pré candidato do MDB à Presidência da República, com apenas 1% de intenções de voto