Blog do Dresch

21 de junho de 2018

É possível pensar em Lula Livre?

Começa a aumentar a expectativa sobre o julgamento de um pedido de liberdade para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no próximo dia 26. Caberá a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) a análise da ação, que poderá garantir a liberação de Lula da sede da Polícia Federal em Curitiba, onde está preso desde o dia 7 de abril. Caso ele saia da prisão, automaticamente assumirá a campanha para retornar ao Palácio do Planalto.

Torcida por justiça 2

A defesa do ex-presidente está confiante na decisão da Segunda Turma, graças aos argumentos apresentados no recurso, de que houve irregularidades no processo da condenação, com a incompetência do juiz Sergio Moro para analisar e julgar o caso e a falta de imparcialidade no julgamento. Os ministros que julgarão o recurso são Edson Fachin, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandoswki, Dias Toffoli e Celso de Mello.

 

Festa no interior

Uma série de ações voltadas a atender algumas necessidades do povo sertanejo, foram desenvolvidas ontem pelo Governo do Estado. Pela manhã, o governador Renan Filho assinou ordem de serviço em Jaramataia para a construção de uma adutora, com 17 quilômetros de extensão e que trará água de Batalha, com investimentos próprios de R$ 2,2 milhões. Em seguida, será inaugurado o 14º Centro Integrado de Segurança Pública, construído em Batalha. Á tarde serão inauguradas obras do Pró-Estrada, como a reconstrução de 18 quilômetros entre Santana do Ipanema e Olho D’Água das Flores e outros 10 quilômetros no acesso a Olivença. Ainda serão entregues 13 tratores e grades aradoras para prefeituras, cooperativas e associações de pequenos produtores rurais do sertão alagoano.

Barato legalizado

O Senado do Canadá aprovou na noite de terça-feira a legalização do uso recreativo da maconha em todo o território do país. Desta forma o Canadá tornou-se o primeiro país do mundo a legalizar a maconha nacionalmente. O projeto de lei foi encaminhado pelo próprio Executivo e já havia sido aprovado na Câmara e no Senado, mas como foram feitas emendas e modificações, ele retornou ao Senado. O primeiro-ministro Justin Trudeau é a favor da legalização que deve durar quatro meses para entrar em vigor.

Presos provisórios

A população de presos provisórios no sistema penal alagoano é muito maior do que a dos condenados pela justiça. Seriam 2.887 presos esperando julgamento contra 1.641 que já passaram por ele. Com isso os provisórios são 63,67% do total, enquanto que a média nacional é de 40.79%. Os números foram divulgados pelo Banco Nacional de Monitoramento de Prisões (BNMP) vinculado ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que garante que eles são atualizados.

Presos provisórios 2

Mas há quem não concorde com os números do CNJ, como é o caso do juiz da Vara de Execuções Penais de Alagoas, José Braga Neto. Ele garante que não foram incluídos no cálculo os presos do regime semiaberto, que já foram condenados, e que por falta de uma unidade prisional adequada cumprem pena em regime domiciliar, e assim não entraram nos dados estatísticos. O magistrado garante que os não contabilizados somam mais de duas mil pessoas.

Câmeras nos ônibus

A obrigatoriedade da instalação de equipamentos de monitoramento eletrônico nos ônibus da capital, visando coibir os assaltos e atos de vandalismo, é tema de discussão na Câmara de Vereadores de Maceió. Projeto de Lei de autoria da vereadora Silvânia Barbosa (PRB), já recebeu parecer favorável da Comissão de Constituição e Justiça, e em breve deve chegar ao plenário. Nas capitais onde as câmeras são obrigatórias, além de reduzir os assaltos, criminosos foram identificados, crimes esclarecidos e acidentes investigados.

Câmeras nos ônibus 2

Possivelmente, e a vereadora sabe disso, o projeto deve encontrar algum tipo de resistência por parte dos empresários do transporte e dos vereadores que defendem seus interesses na Câmara Municipal. Mas Silvânia argumenta: “reduzir custos não é o mesmo que cortar investimentos. Um gestor eficaz sabe que reduzir custos é direcionar investimentos de forma inteligente, evitando tudo aquilo que compromete o lucro da sua empresa” defendeu a vereadora do PRB.

Mais indiciamentos

A Polícia Federal indiciou o ex-procurador da República Marcelo Miller por corrupção passiva, além do empresário da J&F, Joesley Batista por corrupção ativa. Ainda foram indiciados, também por corrupção ativa, o ex-executivo da J&F, Francisco de Assis, e as advogadas Fernanda Tórtima e Esther Flesch, que trabalhavam para a empresa.

Mais indiciamentos 2

Para o advogado da PF, Cleyber Malta Lopes, que é responsável pelo caso, existem indícios suficientes para provar que Joesley, Francisco, Fernanda e Esther corromperam Marcelo Miller para obter ajuda no acordo de delação premiada dos executivos da J&F. Além disso omitiram, em seus depoimentos, a relação considerada ilícita entre Miller e os investigados.

 

  • O já tradicional Trem do Forró praticamente abre os festejos juninos de 2018 na capital alagoana. Ele circula na noite de hoje, saindo da Estação Central, em Maceió, com destino ao tradicional bairro de Fernão Velho.
  • Serão dois trens saindo de Maceió, o primeiro ás 19h30, e o segundo ás 21h, explica o diretor da Fundação Cultural, Keyler Simões.
  • Segundo ele cada trem levará cerca de 300 pessoas convidadas, sendo que em cada vagão haverá um trio nordestino com o “forró comendo no centro”.
  • Em Fernão Velho os convidados serão recebidos com muita festa na Praça São José.
  • O Trem do Forró é resultado de uma parceria firmada entre a Prefeitura de Maceió e a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU).