Blog do Dresch

16 de junho de 2018

Marquezine é a musa do (Neymar) mês

A figurinha mais carimbada da mídia brasileira durante o mês de maio foi a atriz Bruna Marquezine, dona do coração do craque Neymar. O estudo mensal Top Cast é realizado pela agência de comunicação PR Newswire, que atribui pontos aos veículos de imprensa que citaram as várias personalidades analisadas. Quanto mais relevantes em termos de audiência, maior a pontuação. O estudo não contempla a inclusão de sites, blogs, redes sociais e programas de rádio e TV.

A musa (do Neymar) 2

Além da novela “Deus Salve o Rei” (Globo) onde Marquezine é protagonista, contribuíram para o crescimento da popularidade da atriz global sua participação no Festival de Cinema de Cannes 2018, e a campanha publicitária que fez ao lado do namorado. Depois dela aparecem no ranking as também atrizes Giovanna Antonelli e Deborah Secco (da novela Segundo Sol) e fecham o Top 5, Marina Rui Barbosa e Taís Araújo. Depois aparecem Glória Maria, Jô Soares, Lázaro Ramos, Emílio Dantas, Fernanda Montenegro e Erika Januza.

 

O feudo do PTB

A Polícia Federal não tem nenhuma dúvida de que a deputada Cristina Brasil (PTB-RJ) e seu pai, o ex-deputado Roberto Jefferson, presidente do partido, transformaram o Ministério do Trabalho em um feudo. A quase ministra Cristina mantinha um esquema de fraudes na concessão de registros de sindicatos pelo Ministério. Segundo a PF, uma verdadeira organização criminosa foi montada para atender aos interesses escusos da deputada e de seu pai. Conversas via WhattsApp entre a deputada e um funcionário (Renato Araújo Júnior, preso no início do ano) levaram os agentes a reforçarem as investigações. Esta semana, o Supremo Tribunal Federal expediu mandatos de busca e apreensão nas residências e no gabinete da deputada, em Brasília e no Rio de Janeiro. O STF também proibiu Cristina de frequentar o ministério e manter contatos com servidores da pasta.

Campanha da validade

Vale lembrar ao consumidor alagoano que sempre é necessário estar atento a validade dos produtos, o Procon Alagoas e a Associação dos Supermercados de Alagoas (ASA) lançaram a campanha “De olho na validade”. O objetivo é melhorar a prestação de serviços ao consumidor e ao mesmo tempo cobrar dos empresários a adequação ás normas de consumo. E segue uma antiga determinação do Código do Consumidor, que um produto fora do prazo de validade permite ao consumidor receber outro semelhante, gratuitamente, mas dentro do prazo de validade.

Campanha da validade 2

Segundo os dirigentes das duas entidades a ação tem como objetivo maior transformar o consumidor em um agente fiscalizador direto, para garantir os seus direitos e orientar o setor dos supermercados estarem sempre de olho em seus produtos e nos serviços prestados. Os estabelecimentos irão fixar um cartaz oficial da campanha informando sobre o direito do consumidor, na entrada de cada supermercado.

Vem aí o Rota 2030

Para tranquilizar o setor automobilístico, o presidente Temer lança na próxima semana o Rota 2030, um pacote de incentivos para o segmento. Existe a preocupação de que o novo programa não reproduza a versão anterior que foi condenada pela OMC (Organização Mundial do Comércio) por protecionismo. Segundo os técnicos que participaram da elaboração do projeto de lei, a renúncia tributária anual será de R$ 1,5 bilhão por 15 anos. O valor engloba a redução das alíquotas do IPI para veículos elétricos e híbridos e criação de um fundo com a receita do Imposto de Importação de autopeças.

Vem aí o Rota 2030 2

Mas nem tudo são flores. As montadoras alegam que o programa não é uma política de subsídio, mas sim um plano de incentivo para investimento de tecnologia e novos produtos no país. O Governo defende o Rota 2030 afirmando que quem aderir e fizer investimentos em inovação poderá gerar créditos de até 30% do valor dos veículos para abater no Imposto de Renda ou na Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL).

Vem aí o Rota 2030 3

A medida provisória prevê também o lançamento do Programa Nacional de Eletromobilidade, que definirá o marco regulatório com uma presença maior no mercado de veículos elétricos e híbridos. Não se sabe se caberá a iniciativa privada ou ao governo construir postos de recarga de carros no país. O Brasil registrou, em 2017, 3 mil veículos desta categoria. A China produziu um milhão de motores elétricos e pretende passar a 5 milhões em 2022.

A mudança do quartel

Seguindo recomendação da direção do Serviço de Engenharia do Estado de Alagoas (Serveal), o quartel da Polícia Militar vai mudar de endereço. Um imóvel no Barro Duro irá abrigar os militares, enquanto uma reforma estrutural será colocada em prática no secular prédio da Praça da Independência. O contrato de locação está sendo conduzido com a devida autorização do Gabinete Civil do Governo do Estado e já foi publicado no Boletim Interno da PM.

A mudança do quartel 2

A reforma está estimada em R$ 8 milhões e de acordo com o estudo da Serveal, atende a um projeto arquitetônico, hidrossanitário e de águas pluviais, além de combate a incêndio e pânico e proteção contra descarga atmosférica. Serão recuperadas ainda todas as instalações elétricas do prédio.

 

 

  • O governo federal publicou ontem (15) no Diário Oficial da União (DOU), o edital para a privatização da Distribuidora Eletrobrás Alagoas.
  • Além dela também serão leiloadas no dia 27 de julho as distribuidoras Companhia Boa Vista Energia, Companhia Energética do Piauí, Centrais Elétricas de Rondônia, Companhia de Eletricidade do Acre e na Amazonas Distribuidora de Energia.
  • A desestatização ocorre sob a gestão do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) sob a coordenação do Ministério das Minas e Energia.