Sérgio Toledo

12 de junho de 2018

Osteoporose no homem.

Em recente encontro da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia regional de Alagoas no Shopping Parque em uma das salas de cinema Vip 04 tivemos a presença do Dr. Claudio Manssini.
Entre os assuntos debatidos chama a atenção o sobre osteoporose em homens.
Todos conhecem a osteoporose em mulher. A menopausa é determinante para o inicio da perda de massa óssea mais acentuada. Já no sexo masculino não se dava muita atenção e valor ao fato da andropausa. A perda hormonal existe e produz também a diminuição da massa óssea.
O nosso esqueleto constrói e destrói osso a vida inteira. A produção maior é por volta dos 25 a 30 anos. Também sabemos que o osso necessita ser solicitado. Ou seja, reage bem a carga feita sobre o mesmo. Então atividade física é sempre bem vinda para o tecido ósseo.
Claro que existem exceções que os profissionais que tratam da osteoporose em ambos os sexos saberão detectar. Ortopedista, reumatologista, geriatra, endocrinologista, ginecologista são capazes de realizar diagnóstico e tratamento.
O paciente também deve fazer a sua parte, como atividade física, boa alimentação que tenha cálcio e vitamina D, além do uso correto do bisfosfonato prescrito.
Assim mulheres após a menopausa e homens após os sessenta anos de idade, devem procurar o especialista para os primeiros exames.