Flávio Gomes

5 de maio de 2018

Errando para pior

J. R. Guzzo, em “Veja”: “Como pode haver democracia num país em que onze indivíduos que jamais receberam um único voto governam 200 milhões de pessoas? Os ministros do Supremo Tribunal Federal, entre outras manifestações de onipotência, deram a si próprios o poder de estabelecer que um cidadão, por ser do seu agrado político, tem direitos maiores e diferentes que os demais. Fica pior quando se considera que oito desses onze foram nomeados, pelo resto da vida, por uma presidente da República deposta por 70% dos votos do Congresso Nacional e por um presidente hoje condenado a mais de doze anos de cadeia. Querem piorar ainda um outro tanto? Pois não: o próximo presidente do STF será um ministro que foi reprovado duas vezes seguidas no concurso público para juiz de direito. Quando teve de prestar uma prova destinada a medir seus conhecimentos de direito, o homem foi considerado incapaz de assinar uma sentença de despejo; daqui mais um tempo vai presidir o mais alto tribunal de Justiça do Brasil. Um outro ministro não vê problema nenhum em julgar causas patrocinadas por um escritório de advocacia onde trabalha a sua própria mulher. Todos, de uma forma ou de outra, ignoram o que está escrito na Constituição; as leis que valem, para eles, são as leis que acham corretas.”

Brecha

O governo estadual está construindo quatro hospitais, para entrega ainda este ano. Mas ninguém imagine que haverá concurso para médicos, enfermeiros e pessoal do corpo administrativo. Essa turma toda será contratada dentre Organizações Sociais que já atuam na área. Todas, naturalmente, sem concurso público.

Aliás

Em recente entrevista ao programa “Conjuntura”, da TV Mar, o Secretário do Planejamento, Gestão e Patrimônio, Fabrício Marques Santos, revelou que a estrutura do Estado hoje dispõe de cerca de três mil cargos em comissão e cinco mil terceirizados. Tem também os “precarizados”, sem qualquer direito trabalhista.

Creci

Edílson Brasileiro é o novo presidente do CRECI – Conselho Regional dos Corretores de Imóveis, secional de Alagoas, em substituição a Vilmar Pinto. Ele foi eleito pela Chapa 1, com 663 votos. Sóstenes Galindo, da Chapa 2, obteve 386 votos, enquanto o candidato da Chapa 3, Maerval Chaves, conseguiu 286 votos.

Jiu-Jitsu

O vereador Eduardo Canuto (PSDB) apresentou projeto na Câmara Municipal de Maceió reconhecendo o caráter educacional do Jiu-Jitsu e possibilitando a formação de parcerias para sua implantação nos estabelecimentos de educação básica do município. “Em Maceió tem muita gente vivendo do Jiu-Jitsu”, justifica.

Saúde

Foi sancionada pelo prefeito Rui Palmeira a lei municipal nº 6.742/18, de autoria da vereadora Tereza Nelma, instituindo 24 de novembro como Dia Municipal da Redução de Danos. Por redução de danos e riscos entendam-se todas as políticas, programas e práticas visando reduzir riscos pelo uso de drogas lícitas e ilícitas.


“Tô fora”
Do coordenador do Museu da Imagem e do Som, Fernando Lôbo, ao se demitir, segundo o portal “Éassim”: “Não posso me permitir a passar um atestado de incompetência, diante das tantas demandas até agora não resolvidas e também frente às dificuldades para tocar as rotinas do Misa, em especial.  Cheguei ao limite.”

Opinião

Ricardo Noblat: “O fenômeno da intolerância e da divisão política não é coisa nossa. Entre 27 países recém-pesquisados pelo Instituto Ipsos, o Brasil é o sétimo no ranking de intolerância, empatado com os Estados Unidos, a Polônia e a Espanha. A Sérvia, o primeiro. A Argentina, o segundo. Aqui, 84% das pessoas veem o país dividido.”

*O Projeto Justiça Itinerante, do Tribunal de Justiça de Alagoas, promove um mutirão de ações cíveis de menor complexidade e casamento coletivo, neste sábado. O evento acontece das 8 às 17 horas, na UNIT, e cterá a participação de 13 magistrados.

*Referência nos atendimentos de trauma em Alagoas, o Hospital Geral do Estado, em parceria com o SAMU, realiza neste domingo, na Avenida Sílvio Viana, Ponta Verde, um evento de prevenção aos acidentes de trânsito. A ação se inicia às 8 hoas.

*Os caminhos de quem gosta da música regional levam neste sábado à Bodega do Sertão. Das 8 às 10 horas tem a “Abertura do São João do Nordeste”, nos “60 Anos do Trio Nordestino”. A festa mesmo será em 1º de junho, no Maceió Atlantic.

*Neste domingo, 6 de maio, o Instituto Histórico e Geográfico de Alagoas recebe, às 10 horas, mais um “Concerto aos Domingos”. A atração do dia é o Quinteto Parambuco. O programa inclui Ernesto Nazaré, Pixinguinha, Waldir Azevedo, Sivuca, Senô…

*O espetáculo “Melhores do Mundo Futebol Clube” está de volta a Maceió, com a companhia Os Melhores do Mundo, a partir das 21h30m deste sábado, no Teatro Gustavo Leite, do Centro de Convenções de Maceió. Contato: 99928.8675.

*Estudantes do Colégio Inovar, com sede em Atalaia, trabalham há três meses a construção de 11 projetos inovadores, viáveis economicamente e sustentáveis. A “I Oficina de Startup” será apresentada neste sábado, 19 horas, na quadra de esportes.

“Eu temo pelo futuro da Justiça do Trabalho”

Ives Gandra Martins Filho

Ministro do TST, ao comentar a resistência de magistrados à nova legislação trabalhista