Roberto Baia

25 de abril de 2018

Ela vem com tudo

A ex-prefeita de Arapiraca, Célia Rocha, tem percorrido os quatro cantos do Estado. Com lideranças em mais de 50 municípios, a pré-candidata a deputada estadual é um dos nomes mais fortes da eleição de outubro. Seu trabalho quando comandou a segunda maior cidade de Alagoas por três mandatos e o carisma são marcas registradas.

 

Abraçada por onde passa

Na semana passada, Célia foi recebida pelos índios da Aldeia Tingui Botó, que a homenagearam com danças e toré. A ex-prefeita também tem visitado comunidades, como a Riacho da Onça, em Craíbas, e a de Olho D’Água dos Dandanhas, em Feira Grande.

 

Dia das Mães em Arapiraca

A CDL de Arapiraca iniciou nessa semana uma campanha para incentivar as compras do Dia das Mães no Comércio. Intitulada, “Mãe Premiada CDL”, a promoção sorteará mais de R$6 mil em prêmios para os clientes que comprarem nas lojas participantes (associados da entidade).

 

Queimando o garoto 1

Dudu Albuquerque, ex-deputado estadual, expôs filho Breno Albuquerque nas redes sociais, para fazer uma defesa em nome da administração municipal de Arapiraca. Com um discurso de gaveta, daqueles preparado por marqueteiros de bar, o garoto, que tem um grande futuro político pela frente, atacou até o Ministério Público, em um caso polêmico, com desdobramentos inimagináveis.

 

Queimando o garoto 2

Dudu deveria, ele mesmo, polemizar para agradecer ao prefeito Rogério Teófilo o presente que recebeu (uma Secretaria), depois que deixou a carreira política. E, assim, abraçar o filho, que, sem dúvida, é uma promessa e tem um futuro brilhante pela frente; ora, se assim o pai permitir.

Quem sabe, com uma orientação cabeça, esse garoto se transforme em um grande político, com a possibilidade de se eleger, em um futuro próximo, prefeito de Arapiraca.

 

“Vein queimado”

E pode até botar o “vein gagá” para fazer defesas nas redes sociais. O jornalista “babão”, puxa-saco de patrão, só fala besteira e está errado até quando fica calado.

Meu Jesus!!!!!!!!! Tem jeito uma coisa dessas???!!!

Pelo andar da carruagem, o cara tá achando que ainda estamos nos tempos do “ronconcom”.

Para com isso!!!

Tem jeito?

 

Palmeira 1

Mais uma boa notícia para o servidor público do município de Palmeira dos Índios. Na segunda (23), o prefeito Júlio Cezar se reuniu com a superintendência da Caixa Econômica Federal (CEF), em Maceió, quando foi firmada uma parceria entre o município e o Governo Federal, para a viabilização de um financiamento da casa própria do servidor público municipal que ainda não possui imóvel.

 

Palmeira 2

A iniciativa é pioneira em Palmeira dos Índios e tem como finalidade suprir uma antiga reivindicação dos servidores municipais que ainda não têm casa própria. “Este projeto é inédito na história de Palmeira dos Índios e resgata uma antiga dívida social da prefeitura com os servidores do município”, disse o prefeito Júlio.

 

Mais rigoroso

A punição para o crime de embriaguez ao volante se tornou, desde o último dia 18, mais rigorosa. Aprovada em dezembro do ano passado, a Lei federal nº 13.546/17 chegou trazendo repressões mais duras para aqueles condutores que se envolverem em acidentes que resultem em homicídio culposo (sem intenção de matar0) ou de lesão corporal de natureza grave ou gravíssima, sob efeito de álcool ou de outras substâncias psicoativas que causem dependência.

 

Flagrantes

Pensando nisso, o Ministério Público Estadual de Alagoas (MPE/AL) expediu ofício à Polícia Civil recomendando que as autoridades apliquem aos flagrantes, já de imediato, os dispositivos que impedem, dentre outras coisas, o pagamento de fiança ainda na delegacia.

 

 

… O documento assinado pelos promotores de justiça Lucas Sachsida, Dalva Tenório e Thiago Chacon, ambos da 60ª Promotoria de Justiça da Capital, foi enviado ao delegado responsável pela Delegacia de Delitos e Acidentes de Trânsito da Capital.

 

… Nele, os representantes do MPE/AL destacaram que “com o advento da nova lei, os referidos crimes praticados nas circunstâncias supramencionadas não são mais passíveis de arbitramento de fiança pela autoridade policial”.

 

… Com a lei em vigor, o acusado que conduzir veículo automotor e sob a influência de álcool ou substância psicoativa levar a vítima à morte ou deixá-la com lesão não poderá mais ser liberado de imediato pelos delegados de polícia, que deverão lavrar a prisão em flagrante e encaminhar o caso ao Poder Judiciário.