Flávio Gomes

24 de abril de 2018

Uma desculpa, apenas

Plácido Fernandes, “Correio Brasiliense”, e a pressão sobre o STF: “É a desculpa de que a elite delinquente do Brasil precisava para ampliar a impunidade sob as asas do Supremo, pondo fora do alcance da lei também criminosos ricos e poderosos. Além dessa gente, os únicos beneficiados serão os grandes escritórios de advocacia criminal. Essa manobra, se for adiante, significará um golpe de morte na Lava-Jato e no combate ao crime dos que sempre saquearam os cofres do país. O crime de Lula? Aliar-se a essa elite e aprofundar, em escala inimaginável, o roubo de dinheiro público. São os pobres os que mais sofrem quando se rouba dinheiro que tanta falta faz à educação, à saúde e à segurança pública. Mas só Lula vai pagar? Não. Até agora, a Lava-Jato julgou, condenou e prendeu mais de 160 réus. Praticamente, todos os bandidos, de esquerda e de direita, sem foro privilegiado. Falta o STF fazer a parte dele. Para isso, basta que cumpra o que determina a Constituição e acabe com o foro especial. Afinal, é o que manda o enunciado do artigo 5º da Carta Magna? ‘Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza.’ Certamente, a cláusula mais importante da Lei Maior do país. Pena que seres supremos a tratem como letra morta e tentem nos enfiar goela abaixo um entendimento que, felizmente, não está na legislação.”

Nem aí…

A tubulação estreita sob o viaduto/ponte do Rio Jacarecica não resistiu às primeiras fortes chuvas, o sistema prisional ficou totalmente alagado, no HGE crianças que estavam na pediatria foram retiradas às pressas… Nem assim o site da Secom estadual se dignou a se manifestar. Nenhuma palavra do governador.

Incômodo

O ex-ministro Osmar Serraglio, da Justiça, detonou Aécio Neves no STF. Disse mais: “Pressões semelhantes advieram do senador Renan Calheiros, ex-presidente do Congresso, multi-investigado pela PF. Por aí, já se descortinam algumas das razões de alto nível político-partidário que instabilizaram minha permanência na pasta.”

Critério

Deputado estadual Rodrigo Cunha (PSDB) ao repórter Carlos Amaral, nesta Tribuna Independente: “Não vou entrar numa campanha para beneficiar políticos      . Não posso deixar criar um cenário favorável a isso. Sempre lutei por independência e não é agora que vou depender de alguém politicamente.”

Argumento

Do titular da Seplag, Fabrício Marques, em entrevista a “Conjuntura”, na TV Mar: “A proposta de aumento real de 10% em quatro anos é para valorizar o militar, que também será contemplado com aumentos que virão nos próximos anos, atingindo todos os servidores públicos. Ou seja, o reajuste dos militares não é só de 10%.”

Retaliação

Está sendo distribuído junto aos servidores do Detran o seguinte aviso: “A Gerência Executiva de Valorização de Pessoas/Gerevp informa que o pagamento do subsídio dos servidores do Detran/AL será pelo calendário do Estado a partir do mês de abril”. Para bom entendedor, uma resposta à recente greve na autarquia.

Registro

Foi sepultada domingo, no Parque das Flores, a juíza Nelma Torres Padilha, primeira mulher a ingressar na magistratura em Alagoas. Era uma das figuras mais queridas do Judiciário e chegou a exercer o cargo de desembargadora do Tribunal de Justiça. Foi nomeada juíza pelo ex-governador Divaldo Suruagy.

Opinião

Site “Migalhas”: “Estadão de hoje destaca que José Eduardo Cardozo defende Aécio Neves e, ao contrário do ex-ministro Osmar Serraglio, diz que ele nunca tentou interferir na Policia Federal. Ora, ora. É preciso lembrar que Cardozo era do PT, e é óbvio que Aécio não iria tentar se imiscuir no ninho alheio.”

*O prefeito Rui Palmeira e a primeira-dama, Tatiana Palmeira, premiam hoje as servidoras da Secretaria Municipal de Saúde que mais se destacaram no Mês da Mulher. O ato está marcado para as 10 horas, no auditório da Prefeitura, em Jaraguá.

*Será lançado hoje, às 8 horas, no restaurante Bodega do Sertão, mais uma edição do Prêmio Octávio Brandão de Jornalismo Ambiental. É uma iniciativa da Braskem, Sindicato dos Jornalistas e Associação Brasileira de Engenharia Sanitária.

*O curta “Avalanche”, dirigido por Leandro Alves e financiado pela Prefeitura de Maceió, por meio do Prêmio Guilherme Rogato, é um dos 79 filmes selecionados para o II Festival de Cinema de Paranoá, Distrito Federal, de ontem até 29 de abril.

*Arapiraca participa da 20ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, promovida pelo Ministério da Saúde, iniciada ontem nas Unidades Básicas de Saúde. A campanha seguirá até 1º de junho, sendo sábado, 12 de maio, o dia D de mobilização.

*A Uninassau promove, até 27 de abril, a Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho e Meio Ambiente, nas unidades Ponta Verde e Farol. Haverá palestras sobre “Qualidade de Vida” e “Relacionamento Interpessoal e Trabalho em Equipe”,

*Estão zoando com o CRB, dizendo que o time é tetra, pois perdeu quatro jogos seguidos. Mas os resultados da rodada não foram bons para Alagoas: São Bento 2×1 CSA, Sergipe 0x0 ASA, Santa Rita 2 x 4 Itabaiana e Flamengo/PE 2×1 Murici.

*E hoje o CRB tem parada dura no Ceará: vai pegar o Fortaleza, a partir das 21h30m, no Castelão. O CRB vai em busca da primeira vitória no Campeonato Brasileiro de 2018. O Galo perdeu os dois jogos que disputou; Oeste, por 2 x 0, e Vila Nova, por 1 x 0.

“Rico tem pavor da recessão, não de pobres indo às compras e ao consumo”

Carlos Alberto Sardenberg

Jornalista