Blog do Dresch

13 de abril de 2018

IR cobra R$ 74 milhões de Ratinho

Quem está verdadeiramente enrolado com a Receita Federal é o apresentador Carlos Massa, o Ratinho. A Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, órgão do Ministério da Fazenda, entrou com ação para que os bens do apresentador sejam penhorados, incluindo fazendas e até uma aeronave. Isso porque sua dívida com o Imposto de Renda já chega a R$ 74 milhões. Segundo os advogados de Ratinho, a execução é proveniente de tributação de artistas, atletas e jornalistas, que é bitributação já que os valores cobrados foram pagos pela pessoa jurídica, no caso a rede de emissoras de TV no Paraná de sua propriedade. Ratinho teria inclusive oferecido bens como garantia para a Fazenda Nacional em um montante muito maior que o cobrado. Mas o Leão está decidido a morde-lo.

 

Concentração de renda vergonhosa

O grupo dos 1% mais ricos da população brasileira tinha um rendimento médio (de todos os trabalhos) de R$ 28.040 mensais no ano passado, que é 36,1 vezes acima do que recebia a metade mais pobre da população no período (R$ 754). Os números mais recentes da vergonhosa concentração de renda no país foram divulgados pelo IBGE através de dados estatísticos levantados pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad) contínua, referentes a 2017. Essa concentração de renda é desproporcional para o padrão global onde 1% mais rico da população mundial tem 20% da renda global. Segundo o IBGE, a região Nordeste, teve, mais uma vez, o pior indicador da desigualdade de renda: 44,9 vezes, muito acima das 39,9 do ano anterior. O IBGE também divulgou a concentração de rendimento considerando a renda de todas as fontes, que inclui trabalho, aposentadoria, pensão, aluguéis, programas de transferência etc. Assim o grupo dos 10% mais ricos concentrava 43,3% da massa da renda, ou R$ 113,9 bilhões. O grupo dos 10% mais pobres ficava com apenas 0,7% da massa total.

Recursos para pesquisa

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal) vai financiar projetos de pesquisa de instituições alagoanas, no valor de R$ 300 mil, sendo recursos do Governo do Estado. Segundo o assessor de pesquisa da Fapeal, Daniel Alves “a concorrência é alta e a seleção rigorosa e por isso recomendamos que as propostas sejam enviadas com a maior antecedência possível” explicou. Para submeter as propostas é necessário estar formalmente vinculado a uma instituição de ensino ou pesquisa, pública ou privada, ou ter vínculo com associação ou sociedade técnico-científica.

 

Adesivo medirá glicose

Pesquisadores da Universidade de Bath, no Reino Unido, desenvolveram um adesivo para medir o nível da glicose através da pele. O resultado do estudo foi publicado esta semana na revista científica Nature Nanotechnology e detalha a ação do adesivo que extrai a glicose do fluido entre as células epiteliais através dos folículos pilosos, aos quais tem acesso individualmente graças a sensores em miniatura que utilizam uma pequena corrente elétrica e recolhem a glicose em pequenos reservatórios para medi-la. O estudo salienta que o resultado acaba com a necessidade de milhões de pessoas que são obrigados a utilizar agulhas para fazer as medições periódicas.

Adesivo medirá glicose 2

A equipe criadora do adesivo espera que este possa se tornar um dispositivo de baixo custo que envie de maneira regular medições relevantes do nível de glicose a smartphones do usuário e o alerte caso seja necessário tomar alguma medida. Uma grande vantagem do dispositivo é que cada sensor em miniatura pode operar em uma pequena área sobre um folículo piloso individual, e isso aumenta a precisão das medições. O próximo passo é melhorar o design do adesivo para otimizar o seu número de sensores, demonstrar sua total eficácia durante um período de 24 horas e realizar testes clínicos fundamentais.

Perrengues no casamento

Em entrevista ao programa “Vai, Fernandinha” apresentado por Fernanda Souza no GNT, a atriz Claudia Raia revelou os perrengues que passou no seu casamento com o ator Alexandre Frota, que pode ser ministro da Cultura caso Jair Bolsonaro chegue à Presidência. “O Alexandre foi ao Chacrinha e disse que casaria na segunda, ás 19h na igreja da Candelária. Apareceram 10 mil pessoas na porta da igreja. Fui deitada no carro, e quando abriu a porta, estiquei o pé e uma fã tomou o meu sapato. Fiquei em um pé só durante horas” contou Raia.

Perrengues no casamento 2

E teve mais no casamento de Claudia Raia com Alexandre Frota. “Minha mãe foi contra o casamento e na hora da cerimônia ninguém da minha família apareceu. Estava com um véu de 18 metros, deslumbrante, e os fãs picotaram, virou Chanel”. Ainda segundo Raia a lua de mel foi cheia de problemas. Fui para a lua de mel no Havaí. Odeio praia, onda. O que vou fazer no Havaí? Não tinha como dar certo. Mandei fazer ternos, ele não usou nenhum. Depois ele pegou os meus chapéus e jogou no mar. Fiquei vendo meus chapéus de linho indo embora. Não acreditava que havia casado com essa pessoa. Mudei de quarto e ficamos 5 dias brigados, em plena lua de mel” afirmou a atriz.

 

  • Caso a Câmara dos Deputados tenha o mesmo entendimento do Senado, em breve o trabalhador poderá sacar o saldo do seu Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) quando pedir demissão.
  • Atualmente, o trabalhador não pode movimentar sua conta, a não ser que seja demitido e ainda assim somente 80% do valor total.
  • A projeto foi aprovado pela Comissão de Assuntos Sociais em caráter terminativo e seguirá agora para a Câmara, último estágio antes da sanção presidencial.