Sérgio Toledo

3 de abril de 2018

O fanatismo esportivo e a falta de educação.

A educação é um produto que está ficando cada vez mais raro. Principalmente a educação caseira que ensina que o seu direito termina quando o do outro começa.
No esporte cada vez mais fica exposta a falta de educação e respeito.
Dois médicos são regateamos. Ambos perdem seu respeito e educação quando em suas redes sociais postam comentários contra o rival CSA, e principalmente à sua torcida.
Fico deveras estarrecido que um profissional que cuida da beleza de seus clientes e o outro que faz com que seres humanos venham ao mundo girem suas metralhadoras contra tudo e contra todos que são azulinos!
Ora, torcer por um clube de futebol, por uma agremiação nacional ou internacional não dá o direito a que alguém sai dando vasão aos seus instintos mais baixos mesmo nos seus domínios “feicianos”!
Fale do seu clube. Enalteça as qualidades do mesmo. Introduzam no olimpo seus jogadores. Vibre com suas vitórias. Porém descer aos porões da mediocridade para agredir os adversários é uma verdadeira orgia de má educação e falta de controle emocional!
Fico me perguntando como agem os referidos torcedores quando diante de fatos e situações em suas vidas do dia a dia?
Senhores: respeito é bom e faz bem a todos os seres humanos!