Blog do Dresch

27 de março de 2018

Dilma critica série que falseia Lava Jato

O cineasta José Padilha, criador da série “ O Mecanismo” que estreou sexta-feira na Netflix, foi duramente atacado pela ex-presidente Dilma Rousseff, acusado de distorcer a realidade, agir de má fé e criar notícias falsas na série. Ela publicou uma nota nas redes sociais para se defender do que chamou de “propagação de mentir de toda sorte” na trama, que teria como base o escândalo da Operação Lava Jato. Ainda segundo a ex-presidente “o cineasta não usa a liberdade artística para recriar um episódio da história nacional. Ele mente, distorce e falseia. Isso é mais que desonestidade intelectual. É próprio de um pusilânime a serviço de uma versão que teme a verdade” publicou Dilma.

Série dissimula Lava Jato 2

Ela disse que a série traz grandes distorções. Como por exemplo a fato de que ela, como presidente, fosse próxima do diretor da Petrobrás e delator da Lava Jato, Paulo Roberto da Costa, e que o doleiro Alberto Youssef jamais participou da sua campanha, ou frequentou o seu comitê, como a trama mostrou no primeiro capítulo. Outra distorção na produção da Netflix é que atribui-se ao ex-presidente Lula a frase sobre “estancar a sangria”, que foi dita, na realidade pelo senador Romero Jucá, hoje presidente nacional do MDB. Dilma assinalou ainda que sobre ela “o diretor usa as mesmas tintas de parte da imprensa brasileira para praticar assassinatos de reputações, vertendo mentiras na série” assinalou a ex-presidente.

Sistema Único de Segurança

O projeto de Lei que cria o Sistema Único de Segurança Pública deve ser votado hoje pelo plenário da Câmara dos Deputados. Tratado como prioridade para o Congresso, o projeto pretende integrar e tornar mais eficaz a ação dos órgãos de segurança e defesa social. Uma das formas colocadas em discussão, busca o compartilhamento de informações dos órgãos federados com o recém-criado Ministério da Segurança Pública. Ainda segundo o projeto, a criação do Sistema Único tem a finalidade de proteger as pessoas e seu patrimônio, através de uma ação conjunta, coordenada, sistêmica e integrada. O texto cita como integrantes operacionais do Sistema, a Polícia Federal, a Polícia Rodoviária Federal, as Polícias Civis, as Polícias Militares, os Corpos de Bombeiros Militares, as Guardas Municipais, os agentes penitenciários, os agentes socioeducativos e os peritos. O funcionamento envolve operações combinadas, planejadas e desencadeadas em equipe, além de estratégias comuns para atuação na prevenção e controle de crimes.

Movimento no aeroporto

Em um mês que a taxa de ocupação hoteleira em Maceió superou a casa dos 80%, fevereiro igualmente registrou um aumento de 11,71% na movimentação de passageiros no Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares. Os dados foram divulgados pela Infraero. Segundo ela, 172.312 pessoas passaram pelo aeroporto de Maceió no mês passado, sendo mais de 18 mil pessoas que no mesmo mês do ano anterior. Apesar da excelência dos números registrados em fevereiro, a movimentação no Aeroporto foi menor do que o registrado em janeiro que alcançou um total de 245.492 pessoas.

Sobre médicos no Brasil

Nos últimos 50 anos o número de médicos no país aumentou 665%, enquanto que a população brasileira, no mesmo período aumentou 119%. Mesmo com o aumento, a maioria dos profissionais permanece atuando nas capitais e nos grandes centros urbanos, aspecto que compromete o atendimento nos municípios mais distantes do país. Os dados fazem parte da pesquisa Demografia Médica 2018, conduzida pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, com o patrocínio do Conselho Federal de Medicina. De acordo com o estudo, em janeiro deste ano o país registrou um total de 452.801 médicos, em uma média de 2,18 profissionais para cada mil habitantes. O Sudeste tem a maior densidade médica com 2,81 para mil habitantes, contra 1,16 no Norte e 1,41 no Nordeste.

Sobre médicos no Brasil 2

O levantamento mostrou ainda que somente o estado de São Paulo concentra 28% dos médicos do país. O Distrito Federal tem a média mais alta (4,35), seguido pelo Rio de Janeiro (3,55). O Maranhão tem a menor densidade com 0,87. Mesmo com a média nacional ter ficado em 2,18 médicos para cada grupo de mil habitantes, a pesquisa mostra que este indicador muda muito de uma região para outra. Apenas no Sudeste, onde moram 41% dos brasileiros, estão concentrados 54% dos médicos. No Norte, onde vive 8% da população, estão apenas 4% dos profissionais em atuação. As capitais chegam a registrar até 4 vezes mais médicos que os municípios do interior. Juntas as 27 capitais reúnem 23% da população brasileira e 55% dos profissionais. A razão das capitais é de 5,07 para cada mil habitantes contra um índice de 1,28 verificado no interior do país.

Extração de cobre em Craíbas

Devem ser iniciadas ainda este ano, as obras de recuperação da mineradora Vale Verde, em Craíbas e em Arapiraca, cujo controle agora, é do Appian Capital Advisory LLP, um fundo de capital especializado no investimento e recuperação de mineradoras de médio porte em várias regiões o mundo. Para assumir o controle o fundo investiu de imediato US$ 40 milhões, e a previsão é de que, durante o processo de recuperação, o fluxo de investimentos gira em torno de US$ 220 milhões (cerca de R$ 719 milhões). Os trabalhos estão previstos para levar de 20 a 24 meses, gerando neste momento mais de 1.200 empregos.

 

 

  • Secretaria do Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social coordenou ontem a entrega de 900 cestas nutricionais para gestantes e nutrizes do município de São Miguel dos Campos.
  • A distribuição faz parte do programa de Complementação Alimentar e Nutricional.
  • As 450 beneficiárias cadastradas no Programa receberam duas cestas cada, referentes aos meses de janeiro e fevereiro.
  • Para ter direito ás cestas nutricionais, as gestantes e nutrizes devem estar inscritas no CadÚnico, que é o cadastro que controla as ações sociais desenvolvidas pelo governo federal, como Bolsa Família, além de comprovarem o acompanhamento pré-natal e estarem em dia com o cartão de vacinação.