Blog do Dresch

14 de março de 2018

Março vira instrumento para prevenir o câncer de útero

A campanha Março Lilás pretende levar a informação correta e alertar a população feminina sobre os cuidados da prevenção do câncer do colo uterino, que apresenta uma incidência de 16 mil novos casos a cada ano no Brasil. Com essa finalidade, a vereadora Tereza Nelma (PSDB) apresentou projeto de lei na Câmara Municipal de Maceió, instituindo o Março Lilás no município. Desta forma, a comemoração passa a ser oficial, entrando para o Calendário Oficial da Prefeitura e ao mesmo tempo estimulando o desenvolvimento de ações de conscientização e iluminando os principais prédios da capital alagoana om a cor lilás, como forma de dar visibilidade à doença e suas formas de tratamento.

A vez do Março Lilás 2

Com um compromisso dedicado a alertar a importância do trabalho preventivo a todos os tipos de câncer, a vereadora é uma participante ativa de toda a campanha evidenciada neste sentido. “Já tive três tipos diferentes de câncer e consegui sair vitoriosa de todos eles. Senti na pele, como o processo é difícil, por isso apoiei todas as campanhas. O câncer do colo de útero merece um olhar especial porque é um dos três mais frequentes na população feminina, ficando atrás somente do câncer de mama e do colorretal. Infelizmente muitas mulheres continuam morrendo desta doença. Por isso vou usar a minha representatividade como vereadora para dar mais visibilidade à causa e contribuir para a redução destes índices” assegurou Teresa Nelma.

Carmen recebe Sepúlveda

O advogado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-ministro do STF, Sepúlveda Pertence, será recebido hoje, ao meio dia pela presidente do Supremo Tribunal Federal, Carmen Lúcia. Na pauta, a marcação do julgamento do habeas corpus do petista. A presidente resiste a pautar um novo julgamento que possa rever a jurisprudência do Tribunal, que permite a prisão após condenação em segunda instância, sob a alegação que a decisão é recente, e por isso não quer rediscuti-la. Alguns ministros do STF vêm fazendo pressão, por meio de decisões e de manifestações públicas, para que a presidente paute, não um caso específico, mas as duas ações que tratam de maneira mais abrangente sobre a execução antecipada da pena. No entanto nenhum ministro se mostrou disposto a levar um pedido de habeas corpus na mesa do plenário, principalmente pelo peso do condenado.

Reorganização do indulto

O ministro Luís Roberto Barroso, do STF, autorizou a aplicação de parte do decreto de indulto de Natal assinado em dezembro pelo presidente Michel Temer. Pela decisão, o indulto não poderá valer para crimes violentos e de colarinho branco, como corrupção, peculato, tráfico de influência, lavagem de dinheiro e crimes contra o sistema financeiro nacional. Também não poderá ser aplicado em condenações pendentes de recurso da acusação, portanto sem a fixação final da pena. Para aplicar o indulto, o ministro fez duas ressalvas: exigiu o cumprimento de ao menos um terço da pena (e não apenas 20%) e limitou o perdão aos condenados a menos de 8 anos de prisão.

Reorganização do indulto 2

O decreto editado por Temer em dezembro gerou polêmica por abrandar as regras para concessão do indulto de Natal. Trechos do decreto foram suspensos pela ministra Carmen Lúcia a pedido da procuradora-geral da República, Raquel Dodge. Também a Defensoria Pública do Rio de Janeiro manifestou preocupação que a suspensão do decreto estava gerando nos presídios. Diante da incerteza as varas de execuções penais nos Estados não estariam aplicando a norma. Foi solicitada a inclusão do caso na pauta do STF, mas não havia espaço para decidir a questão com urgência, o ministro Luís Roberto Barroso emitiu uma decisão explicitando os casos em que o decreto vale e as situações nos quais está suspenso.

Posse na Federal

Assumiu ontem a Superintendência da Polícia Federal de Alagoas, o delegado Rolando Alexandre de Souza, que vai substituir o delegado Bernardo Gonçalves Torres, que havia sido exonerado em janeiro último. O novo superintendente é gaúcho formado em Ciências Contábeis e Economia. Tem especialização em Mercado de Capitais, e já participou de diversos cursos e treinamentos na área da segurança e gestão pública. O delegado Rolando notabilizou-se como titular da Divisão de Repressão a Crimes Financeiros e também no combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro. Garantiu que dará sequência ás investigações que estão sendo conduzidas. A PF de Alagoas investiga mais de 70 prefeituras do Estado.

42 mil no concurso do TJ

O concurso para preenchimento de vagas no Tribunal de Justiça de Alagoas, cujas provas começam no próximo dia 25, teve 42.762 inscritos, de acordo com a Fundação Getúlio Vargas, que coordena o concurso. Ao todo são ofertadas 131 vagas, sendo 100 para técnico judiciário, 15 para analista judiciário (oficial de justiça) 15 para analista judiciário (área judiciária) e 1 para área de estatística. A maior concorrência foi para técnico judiciário, com 339,5 candidatos por cada vaga ofertada. Para analista judiciário, são 338,83 candidatos por vaga e de analista judiciário com 247,40 inscritos disputando as vagas.

 

 

  • Faleceu no último final de semana, em Recife, o artista plástico, desenhista, pintor e escultor José Corbiniano Lins que estava com 94 anos, e sofreu uma parada cardíaca em casa.
  • Foi ele o autor da magnífica Sereia esculpida no Litoral Norte de Maceió e que acabou batizando a praia onde está imortalizada. Virou Mirante da Sereia.
  • Ele recebeu a encomenda de esculpir uma formosa e sensual sereia em 1962, do então governador Luiz Cavalcante, o Major Luiz, quando este governava o Estado (1961 a 1966).
  • Além do trabalho feito com a sereia de Maceió, o artista nascido em Olinda expôs seus trabalhos e vários países. Foi ainda um dos pioneiros da Arte Moderna em Pernambuco, sendo inclusive um dos fundadores da Sociedade de Arte Moderna do Recife.