Flávio Gomes

22 de fevereiro de 2018

Temer improvisa

Jornalista Jorge Oliveira: “Ao contrário do que ocorreu na Colômbia, onde os chefes das drogas foram mortos e alguns deportados para os Estados Unidos, no Rio e em outros estados da federação, o narcotráfico não tem apenas uma cabeça, mas várias. É como a Medusa da mitologia Grega: você extermina uma cabeça e logo aparecem outras e mais outras para fortalecer o monstro que o poder público germinou na terra apodrecida. Boa parte da polícia do Rio está comprometida, tem afinidade com o tráfico e com a venda de armas. O poder público faliu, e o Pezão, para não ficar sem os dedos, preferiu entregar os anéis. Não resistiu a intervenção porque já não governa, chafurdou na lama da corrupção junto com o seu parceiro Cabral e perdeu a moral e a credibilidade para liderar o estado. A declaração inusitada de que aceitou passivamente a intervenção federal é o resultado de um governo fraco, corrupto e inepto. Na verdade, quem decretou a intervenção no Rio foi o Jornal Nacional com suas edições sobre a violência na cidade. Temer e seus auxiliares foram pautados pela TV Globo, como sempre. Por isso, não acredito na eficiência das suas medidas por improvisadas, pois o problema é epidêmico e envolve fazer uma assepsia na polícia e prender os milionários narcotraficantes intermediários e, por que não dizer, combater com rigor o comércio e o consumo das drogas em alta escala.”

Novela

Termina hoje a licença de uma semana solicitada pelo prefeito Rui Palmeira, para tratar de assuntos pessoais. Com seu retorno, reacendem-se as especulações sobre se ele irá ou não ser candidato a governador. Para ele próprio, quanto mais cedo definir, melhor. Até porque muitos aliados dependem dessa sua posição.

Dilema

Muitos aliados defendem a permanência de Rui na Prefeitura de Maceió até o final do mandato, para concluir o seu projeto de segunda gestão e, dependendo do resultado, se credenciar para disputas majoritárias. Mas se ele ficar criará dificuldade ao seu grupo político, para escolha de outro candidato ao governo.

Cautela

Amigos e, principalmente, a família, acham que o deputado estadual Rodrigo Cunha não deve cair no canto da sereia para ser candidato a vice de Rui Palmeira ou a senador. Para esses, Rodrigo deveria mesmo é ser candidato a deputado federal. Até porque diversas avaliações indicam que ele tem grandes possibilidades.

Testemunho

O ex-governador Téo Vilela fez uma revelação, na TV Mar, sobre Geraldo Alckmim, pré-candidato do PSDB à Presidência da República: médico, quando ficou sem mandato de governador de São Paulo foi dar aulas numa faculdade particular e num cursinho, para se manter. “Sou testemunha da sua honestidade”, disse Téo.

Mais um

A Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, encaminhou, ao Supremo Tribunal Federal, depoimentos dos delatores Jorge Luz e Bruno Luz. Segundo informa o “Valor”, há elementos para incriminar os senadores Renan Calheiros e Jader Barbalho, ambos do MDB, como beneficiários de vantagens indevidas.

Ao futuro

Josias de Souza, ao dizer que Renan Calheiros, certo da reeleição, já pensa em presidir o Senado pela quinta vez: “As pesquisas ainda não permitem antever quem será o próximo presidente da República. Mas seja quem for, corre um risco estupendo de ter que pagar pedágio a Renan Calheiros para alcançar a governabilidade.”

Opinião

Ex-presidente Lula, sobre a intervenção do governo federal na segurança do Rio de Janeiro: “Eu acho que o Temer está encontrando um jeito de ser candidato a presidente da República. E ele achou que a segurança pública pode ser uma coisa muito importante para ele pegar o nicho de eleitores do Bolsonaro.”

*Até 28 de fevereiro o Núcleo Socioambiental do TRE/AL, em parceria com a Sociedade Pestalozzi de Maceió, arrecadará livros, revistas e gibis. O material será utilizado em atividades lúdicas com crianças e adolescentes beneficiados com as ações da Pestalozzi.

*O Ministério Público do Trabalho em Alagoas iniciou, ontem, nas redes sociais, uma campanha de combate ao assédio sexual no ambiente de trabalho. A iniciativa orienta a vítima a procurar órgãos competentes para denunciar os assédios sofridos.

*A aplicação de políticas públicas relacionadas ao segmento energético será tema do Fórum de Energia Solar em Alagoas, hoje, às 18h30m, no auditório da Faculdade de Tecnologia de Alagoas (FAT), no Barro Duro. É uma iniciativa do Governo do Estado.

*Hoje, a partir das 14 horas, no auditório do Hotel Privillege, em Santana do Ipanema, o Ministério Público Estadual realiza audiência pública para discutir a importância da instalação de conselhos municipais de segurança pública em cidades da região sertaneja.

*A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas lança hoje a 15ª edição do seu calendário temático. O diretor-presidente do órgão, professor Fábio Guedes, vai divulgar no evento um balanço com dados consolidados da sua gestão, entre 2015 e 2017.

*Definidas as datas dos confrontos entre CRB e São Paulo, pela terceira fase da Copa do Brasil. O primeiro será na próxima 4ª feira, 28 de fevereiro, em São Paulo; o segundo, dia 7 de março, em Maceió. Quem passar para a outra fase receberá R$ 1,4 milhão.

“Cheira a café velho e frio”

Rodrigo Maia

Presidente da Câmara dos Deputados, reafirmando as críticas ao pacote econômico do governo federal