Blog do Dresch

17 de fevereiro de 2018

Aumentam as denúncias de agressão contra a mulher

 

No anúncio feito pela Secretaria de Segurança Pública sobre as ocorrências registradas no período do carnaval, chamou a atenção os casos de agressão a mulher. Para a delegada da Mulher, Cássia Mabel, os 66 casos da Lei Maria da Penha, registrados através de Boletins de Ocorrência e Autos de prisão em Flagrante, são, na sua maioria, consequência do excesso de bebida alcoólica por parte dos homens no período carnavalesco. “Infelizmente é um período que tende a aumentar os casos registrados durante o ano. O uso de bebida alcoólica provoca uma certa euforia e exaltação, que leva os homens a ficar mais agressivos e desta forma agridem as mulheres” justificou a delegada.

Violência contra a Mulher 2

De acordo com dados divulgados pela Secretaria de Segurança Pública, em Maceió foram registrados 11 Boletins de Ocorrência e 4 prisões em flagrante neste carnaval de 2018, contra 21 e 5 respectivamente em 2017. No interior do estado os números chegaram a 44 Boletins de Ocorrência este ano (contra 42 no ano passado) e 7 prisões, sendo que em 2017 foram 12 pessoas presas. Ainda de acordo com a delegada Cássia Mabel, “muitas vezes a mulher faz a denúncia por telefone, mas ela precisa ir pessoalmente à delegacia para fazer o registro da ocorrência. Ela tem até 6 meses após a agressão para registrar o boletim. Então, o quanto antes ela procurar por ajuda, melhor e mais rápido o agressor será preso e pagará pelos seus atos” explicou a delegada da Mulher.

“Sem arrependimentos”

Em resposta a solicitação feita pela Procuradoria-Geral da República para rescindir seu acordo de colaboração premiada, a defesa do empresário Joesley Batista, do grupo J&F, afirmou que “não é hora para arrependimentos”. Ele defendeu nos autos de uma petição no Supremo Tribunal Federal (STF) a manutenção da validade da sua delação, firmada em maio passado. Os advogados do empresário disseram que a mudança “da equipe” da assessoria da PGR não deveria superar os compromissos que o órgão assumiu com os colaboradores. “Não há motivo para rupturas” afirmou a defesa. A PGR alega que Joesley e Ricardo Saud (ex-diretor da J&F), foram omissos em seus acordos de delação, motivo para a rescisão. São alegados três motivos: a atuação do ex-procurador Marcelo Miller em favor da J&F quando ainda era integrante do Ministério Público Federal; o pagamento de R$ 500 mil em propina para o senador Ciro Nogueira (PP-PI) e a existência de uma conta bancária que Saud mantinha no Paraguai.

Fim do horário de verão

Termina neste sábado,17, o horário de verão para os moradores do Sul, Sudeste e Centro-Oeste, que precisarão atrasar os relógios em uma hora à meia noite do sábado para o domingo. Para o próximo horário de verão, uma nova discussão terá de vir à tona, com a palavra final sendo da Casa Civil da Presidência da República. O fim do horário chegou a ser avaliado no ano passado, quando o governo criou um grupo de trabalho que analisou a eficácia da medida. O Operador Nacional do Sistema Elétrico e o Ministério das Minas e Energia concluíram em um estudo de então, que a medida trazia efeitos “próximos à neutralidade” com relação é economia de energia. Os resultados da atual temporada serão analisados após este final de semana.

Fim do horário de verão 2

O governo anunciou que prepara um estudo sobre a eficácia do período. A intenção é saber se essa política atingiu seu objetivo de economizar energia elétrica. Esse levantamento será fundamental para o futuro do horário de verão, que voltará a ser discutido por vários entes envolvidos ainda este ano. Além de analisar a eficácia da medida, a decisão leva em conta o fato da população ter se acostumado com o horário. Além disso, há um entendimento de que o período incentiva o comércio e o turismo nas cidades.

China contra o câncer

Um método criado pelos Estados Unidos que trata da modificação do DNA humano para o combate ao câncer, está sendo ativamente desenvolvido na China. Em um hospital oncológico da cidade de Hangzhou os médicos estão tentando fazer o corpo dos pacientes combater as células tumorais através de modificações do código genético do organismo. A tecnologia Crispr-Cas9 foi criado em 2012 e desenvolve uma proteína especial relacionada ao sistema imune. Através dela é possível detectar fragmentos estranhos do DNA, removê-los ou substituí-los por novos. Ou seja, a tecnologia permite modificar o DNA.

China contra o câncer 2

Esta tecnologia chegou a ser avaliada nos EUA através de exames laboratoriais utilizando biomateriais. Agora a China testa a tecnologia em pacientes. Ela funciona da seguinte forma: os médicos coletam um pouco de sangue do paciente, e através da tecnologia detectam o fragmento de DNA que inibe a capacidade do sistema imunitário de combater as células tumorais e removem-no. Em seguida o sangue que contém as células com estrutura modificada é injetado de volta no paciente para incentivar o corpo a lutar contra a doença por conta própria e vencer as células cancerosas.

 

 

  • Alagoas entrou no restrito roteiro definido pela linha de cruzeiros de luxo Azamara Club Cruises, pertencente à americana Royal Caribbean Cruises, com sede em Miami.
  • Anunciado pela empresa como “o melhor segredo guardado do Brasil” ficou definido que Maceió vai receber o cruzeiro no dia 25 de março de 2019, na rota que liga Lisboa ao Brasil. Na volta, o navio atraca novamente no Porto de Maceió, no dia 29 de novembro de 2019, no retorno a Portugal.
  • O navio que fará este roteiro será o Azamara Pursuit, com capacidade para 700 pessoas entre turistas e tripulantes. É um navio menor que outros cruzeiros, porque tem a exclusividade e o luxo como componentes principais.
  • No site da Royal Caribbean, Maceió é definida como uma cidade protegida por recifes de corais, coqueirais, manguezais e praias “Como você nunca viu”.
  • O texto cita ainda o artesanato, a gastronomia, o centro histórico de Maceió e os museus Pierre Chalita e Theo Brandão.