Blog do Dresch

9 de fevereiro de 2018

FHC incentiva a candidatura de Luciano Huck

 

             Em entrevista ao programa Pânico, da Rádio Jovem Pan, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso incentivou a candidatura do apresentador da Rede Globo Luciano Huck a Presidência da República. Para ele sua candidatura “seria boa para o Brasil e para arejar e botar em perigo a política tradicional”, disse FHC, que é presidente de honra do PSDB, partido que deverá ter candidatura própria, possivelmente Geraldo Alckmin, governador de São Paulo. Segundo o ex-presidente seria bom ter mais opções e Huck “tem boas intenções e está na hora dos políticos tradicionais sejam desafiados por pessoas portadoras de novas ideias e processos políticos novos para que o partido possa avançar. Está havendo um sinal nesta direção” assinalou.

Reforma entra na pauta do mês

                   O presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) confirmou que a proposta de reforma da Previdência será votada neste mês de fevereiro, possivelmente dia 20, caso a situação esteja favorável ao governo. Maia acha que ainda não estão garantidos os 308 votos necessários para sua aprovação, mas garantiu seu apoio à proposta, apesar de considerar que a aprovação está mais difícil no momento. “A construção desta maioria é lenta e vocês (jornalistas) são muito ansiosos. Quando eu falo que ainda não se tem os votos necessários, acham que sou contra. Como posso ficar contra uma coisa que eu acredito que é o futuro do país? Não vou abrir mão disso” afirmou o presidente da Câmara. “Mas também não posso mentir para a sociedade. Hoje não tem os 308 votos, mas o Brasil é um país onde as coisas mudam de uma hora para outra. Quem sabe a gente consegue depois do carnaval, com todo mundo descansando um pouquinho, construir uma maioria para aprovar aquilo que for possível na Previdência” explicou o deputado Rodrigo Maia.

Um novo voo direto

                   Alagoas comemora a conquista de mais um voo direto da Argentina para a capital alagoana. A ligação agora será com a cidade portenha de Córdoba, com um voo fretado que será iniciado em 7 de abril. O voo será operado pela companhia aérea Andes e terá capacidade para 180 passageiros, reforçando a malha aérea durante a baixa temporada e mantendo as boas taxas de ocupação hoteleira. Atualmente o Estado recebe três voos por semana vindos diretos da Argentina, que é o principal mercado emissor internacional para Alagoas.

Outro documento único

                   A exemplo de outros governos, o do presidente Temer anunciou a criação do Documento Nacional de Identificação (DNI), que pretende ser o principal documento de identificação do país, podendo ser usado até para fazer check-in nos aeroportos. Ele foi apresentado pelo Ministro do Planejamento, Dyogo de Oliveira que garantiu que o DNI poderá ser usado como identidade funcional e logo poderá ter integrado a ele o cartão do SUS. Já há discussões sobre o uso do documento para check-in em aeroportos, disse o ministro. “O Documento Nacional de Identificação é a solução tecnológica que vai englobar outros documentos” afirmou Oliveira, ressaltando que outras formas de identificação serão eliminadas.

Outro documento único 2

                   O DNI reúne diferentes registros civis em um único documento, com validade em todo território nacional. A nova identificação dispensa a apresentação de outros papéis como CPF, certidão de nascimento, casamento ou título de eleitor. O documento será emitido a partir da base de biometria do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).  A versão piloto, começou a funcionar ontem, com a participação de servidores do Ministério do Planejamento e do TSE. A ideia do governo é abrir a iniciativa à população a partir de junho. Os cidadãos terão que estar cadastrados biometricamente na Justiça eleitoral.

O que pode no carnaval?

                   O juiz da comarca de Joaquim Gomes, Eric Baracho, confirmou a realização de uma audiência de conciliação nesta sexta-feira (9) para discutir a proibição de algumas músicas no carnaval, que seriam impróprias e incentivariam a violência. Ele pretende discutir com os entes interessados, o Termo de Ajuste de Conduta, firmado entre a Prefeitura do município e a Polícia Militar e que impede que as bandas e atrações artísticas contratadas pelo poder público não possam executar músicas com letras ou coreografias que tenham conteúdo sexual explícito, ou façam apologia à violência, especialmente contra a mulher.

O que pode no carnaval? 2

                   Também participará da audiência a Defensoria Pública do Estado, que ingressou com uma ação civil pública pedindo a suspensão dos efeitos do Termo de Ajuste de Conduta, que recomenda a proibição de execução das citadas músicas. “A proibição de uma música em si constitui ato de censura prévia, em plena violação do Estado de Direito e ao texto que lhe dá sustentação. Além disso, importa em uma inadmissível ingerência da moral individual na escolha que os indivíduos podem ou não fazer, quando a régua deveria ser a lei” diz o texto da ação impetrada pela Defensoria. A ação defende ainda que é necessário garantir o direito fundamental da liberdade de expressão artística, bem como o direito de os indivíduos decidirem o que querem ou não ouvir como música, sem um censor prévio que lhes impõe um gosto pessoal.

  • Um levantamento feito pela Secretaria de Planejamento, Gestão e Patrimônio mostrou os preços cobrados pelo comércio em geral para os artigos carnavalescos e que dá uma ideia de quanto pode custar a brincadeira.
  • A coleta de preços avaliou itens como acessórios, fantasias, produtos para lazer e descartáveis e bebidas. A análise foi feita tomando por base os preços destes mesmos artigos no ano passado.
  • No grupo de acessórios e fantasias, a diferença dos preços ficou maior em 5,37%. Entre estes, o maior aumento ficou para a fantasia/adulto que aumentou 3,92% e a fantasia/infantil ficou 3,06% mais cara. Já as máscaras de carnaval não tiveram nenhum tipo de variação.
  • No grupo do lazer a maior variação ficou com a piscina plástica, que aumentou 11,77%, seguida pela cadeira de praia (8,67%) e pelo prato descartável (8,64%). O copo descartável subiu 8,56%, a caixa térmica ficou 3,88% mais cara e o guarda sol aumentou 2,85%.
  • Entre as bebidas, claro que a cerveja foi a que teve seu preço alterado com maior percentual, 9,70%. A água mineral 7,03%, o refrigerante 3,58% e a água mineral 6,75%.
  • A sugestão continua sendo a mesma: pesquise sempre e obtenha os melhores preços. Só assim a folia estará garantida.