Blog do Dresch

23 de maio de 2017

Aécio quer recuperar mandato

             A defesa do senador Aécio Neves (PSDB-MG) entrou ontem com um recurso para tentar retomar o seu mandato, suspenso por ordem do ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal. Os advogados Alberto Toron e José Eduardo Alckmin alegam que o afastamento do senador não encontra amparo legal na Constituição Federal. O tucano também teve de entregar o seu passaporte, já que está proibido de sair do país.

 

Aécio quer o mandato 2

             A Procuradoria Geral da República chegou a pedir a prisão de Aécio, que foi negada por Fachin, mesmo assim o senador tucano é alvo de inquérito junto ao STF, por obstrução da justiça, corrupção passiva e organização criminosa, com base nas delações dos empresários da JBS. Ele foi gravado pedindo a Joesley Batista, a quantia de R$ 2 milhões, sob o argumento de precisar pagar sua defesa na Lava Jato. Os advogados, no entanto, dizem que se tratava apenas de um empréstimo.

 

OAB aprova impeachment

             Apenas o representante da OAB do Amapá votou contra, na reunião do Conselho Federal da OAB, que aprovou o pedido de impeachment do presidente Michel Temer, na madrugada de Domingo. A comissão especial da entidade disse que ele deve ser afastado por ter cometido crime de responsabilidade. O pedido do afastamento deverá ser protocolado até esta quinta-feira. Para os membros da comissão especial da Ordem, o presidente Temer incorreu em crime de responsabilidade ao não informar às autoridades o teor da conversa que teve com o empresário Joesley Batista, no Palácio do Jaburu. De acordo com a OAB, Temer faltou com o decoro ao se encontrar com um empresário alvo de diversas investigações, sem o registro de agenda e prometido agir em favor de interesses particulares. A Lei do Servidor Público, no Art. 116, prevê que é dever levar as irregularidades de que tiver ciência em razão do cargo, ao conhecimento da autoridade superior ou, quando houver suspeita do envolvimento desta, ao conhecimento de outra autoridade competente para apuração.

 

Apostando nos ginásios

             Os ginásios esportivos construídos juntos as escolas da rede pública de ensino, fortalecem a socialização entre a comunidade e os alunos. Eles permitem a realização de diversas atividades, além das esportivas, como feiras, apresentações culturais e festas da comunidade. A opinião é do Secretário de Educação e vice-governador Luciano Barbosa, ao anunciar que hoje existem 104 ginásios distribuídos em toda a rede pública. O número de ginásios basicamente triplicou de 2015 até agora.

Corte no Fundo Partidário

             Os presidentes dos partidos estão revoltados com a redução do valor do Fundo Partidário este ano. Isso porque o relator do Orçamento, senador Eduardo Braga (PMDB-AM) colocou parte significativa do Fundo em uma rubrica contingenciável (que pode ser economizada pelo governo). O valor alcança quase a metade dos cerca de R$ 819 milhões previstos para serem liberados este ano aos partidos. O presidente do PMDB, senador Romero Jucá (RR) tem tentado buscar uma solução junto ao governo e também junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Corte do Fundo Partidário 2

          Segundo o presidente afastado do PSDB, senador Aécio Neves (MG) o que foi feito inviabiliza o financiamento partidário. “Teremos que demitir pessoas e fazer diversas correções. Também afeta o processo eleitoral do próximo ano” disse o senador. Outro presidente preocupado é José Agripino, do DEM. “É um momento preocupante porque não podemos mais ter doações privadas. O corte poderá ser letal para os partidos, que terão de rever suas estratégias eleitorais” disse o líder dos democratas.

Desemprego e subutilização

         Além dos 14,1 milhões de desempregados, os primeiros três meses de 2017 terminaram com mais 12,4 milhões de pessoas que trabalharam menos horas do que poderiam, mas não estão no mercado de trabalho. Assim, a subutilização de trabalhadores, que inclui os dois contingentes (total de 26,5 milhões), o equivalente a 24,1% da força de trabalho, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad) Contínua, divulgada pelo IBGE. No mesmo período de 2016, era de 19,3%.

 

 

  • Para a polícia de Olho D’Água das Flores, no sertão de Alagoas, o assassinato do radialista Jota Ferreira, ocorrido no último dia 10, está esclarecido.
  • O delegado Cícero Lima, diretor da área 4, que abrange o sertão do Estado, disse que o crime foi motivado por uma discussão no trânsito.
  • O criminoso foi identificado como sendo Wellington Barbosa de Mello, que está foragido, mas seu advogado garanti u sua apresentação à autoridade policial, hoje (terça-feira, 23).
  • O radialista Jota Ferreira apresentava um programa de rádio dominical de muita audiência e por isso mesmo era uma figura muito conhecida na cidade.
  • Ele foi morto com vários disparos de arma de fogo, quando chegava em sua casa. O profissional morreu dentro do seu carro, sem qualquer chance de defesa.