Blog do Dresch

20 de maio de 2017

Uma obra de arte disputada por muitos

          Uma pintura a óleo de Pablo Picasso, confiscada pelos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial, foi vendida por US$ 45 milhões (cerca de R$ 193 milhões no câmbio do dia) em um leilão realizado pela Cristie’s na última segunda feira. A obra de arte, batizada de “Femme assise, robe bleue” foi pintada em 1939, pela passagem do 58º aniversário de Picasso, e é considerada uma das suas obras mais importantes. A pintura pertencia ao amigo e galerista de Picasso, Paul Rosenberg, mas foi confiscada pelos nazistas em 1940.

Uma obra de vida conturbada 2

          A obra estava a caminho da Alemanha quando foi resgatada pela Resistência Francesa, com um grupo liderado, coincidentemente, pelo filho de Rosenberg que interceptou o trem e retomou a pintura. O quadro disputado, retrata Dora Maar, amante de Picasso e musa do pintor espanhol, é um quadro de 73 x 60cm, foi avaliado na pré-venda por US$ 35 milhões. Pablo Picasso detém o recorde mundial para uma peça de arte mais cara vendida em um leilão. Seu quadro “Mulheres de Argel” foi vendido por US$ 179,4 milhões, em Nova York em 2015.

 

Uma ilha cheia de lixo

             Uma pequena ilha desabitada, no meio do Oceano Pacífico, apresenta a maior densidade de dejetos produzidos pelo ser humano. São redes e boias de pesca, capacetes, isqueiros, escovas de dentes e embalagens de plástico, que fazem parte dos resíduos, mas a maior parte são objetos sem identificação, que medem cerca de 1 milímetro. A ilha de Henderson, que é território britânico apresenta 671 restos de lixo por metro quadrado, que é o maior índice global, segundo um levantamento feito pelo Instituto de Estudos Marítimos e Antárticos da Universidade da Tasmânia. O estudo mostrou ainda que, a cada dia, 3.570 dejetos chegam à costa da ilha, apesar das suas praias fazerem parte da Lista do Patrimônio da Humanidade da Unesco. Resíduos do Japão, da China, dos Estados Unidos, do Chile, do Peru e de países mais afastados como Alemanha, França e Reino Unido. A ilha tem 37 quilômetros quadrados, se encontra a mais de 5 mil quilômetros de distância da massa continental mais próxima e só recebe visitas com fins científicos a cada 5 ou 10 anos.

 

Matadouro atenderá 9 cidades

             O Matadouro Regional de Viçosa, que está em fase de construção atenderá ás necessidades de nove municípios do Vale do Paraíba, com uma estrutura dotada de currais, salas administrativas, vestiários, caldeiras, bloco de abate, necropsia, pocilga, lagoas de tratamento de dejetos, câmaras frigoríficas e depósito para cascos e chifres. O matadouro está sendo construído em uma área de 2.300 m2 e está recebendo investimentos de R$ 9,6 milhões. Quando estiver concluído em Setembro, ele terá capacidade de abater 150 animais por dia entre bovinos, caprinos e suínos.

Uma carreira ameaçada

         Um dos melhores jogadores de vôlei do mundo, o ponteiro Murilo, do Sesi (SP) e da Seleção Brasileira, foi pego em um exame antidoping, feito durante a Liga Brasileira de Vôlei. Murilo diz ter ficado surpreso com o resultado que apontou o uso do diurético furosemida. Eleito melhor jogador do mundo em 2010, com duas medalhas de prata em Olimpíadas (2008 em Pequim e 2012 em Londres), Murilo aguarda a contraprova do exame e acredita que sua suspensão será cancelada. Especialistas garantem que os diuréticos não melhoram a performance dos atletas, principalmente no vôlei.

Alagoas mais transparente

           O estado de Alagoas ocupa o primeiro lugar no ranking nacional em termos de transparência no serviço público, medido pela Escala Brasil Transparente (EBT). Isso graças ao Serviço de Informação ao Cidadão (SIC) que hoje está implantado em 100% dos órgãos da Administração Direta e Indireta do Poder Executivo Estadual, assegura a controladora-geral Maria Clara Bugarin, responsável pela adoção do processo transparente. Desde 2015 que são realizados treinamentos, oficinas, capacitações para assessores da Transparência, disseminando e estimulando uma nova cultura nos órgãos públicos com as boas práticas da transparência.

Alagoas mais transparente 2

         Maria Clara Bugarin explica que a Controladoria faz um trabalho de acompanhamento das medidas implantadas por determinação do governador Renan Filho. “Temos que dar transparência aos atos do Governo, na correta e tempestiva demonstração das contas da Administração Pública para os cidadãos, que devem ser vistos como legítimos donos do patrimônio público” justificou Maria Clara. O reflexo deste trabalho é o aumento considerável de solicitações de informações, que passou de 274 no ano de 2015, para 1.158 no ano seguinte.

 

  • No Brasil existem mais de 14 milhões de desempregados, muitos aceitando qualquer proposta de emprego. Pois no Rio de Janeiro, uma loja no bairro da Tijuca procura homens e mulheres para testar produtos eróticos.
  • A sex shop oferece salário de R$ 2 mil, mais benefícios, vantagens e, o mais importante: privacidade garantida.
  • A loja exige que o funcionário descreva sensações, gostos, aromas, textura, resistência e intensidade dos produtos. Precisa dizer como vibram e se esquentam (no caso de brinquedinhos vibratórios).
  • Aliás, a lista de produtos para testes inclui: bomba peniana, vibradores, estimulador de próstata, bomba para mamilo e diversos estimuladores à base de gel.
  • O proprietário da loja diz que pretende contratar funcionários sem pudor mas que ajam com seriedade que o produto exige.
  • O importante é poder explicar ao cliente os detalhes do funcionamento de cada aparelho, para lhe proporcionar o prazer que ele garante oferecer.