Edmilson Teixeira

19 de maio de 2017

Novo Lino, coisa do Brasil!

Sobre a situação da prefeita de Novo Lino, Lúcia de Vasco, perante a Justiça Eleitoral, dando conta de que ela não sabe ler nem escrever o caso se complicou esta semana. É que o resultado de um teste que ela fez na segunda-feira, deixou-a bastante apreensiva, perante uma equipe formada por advogados de defesa e acusação, Ministério Público Eleitoral e um juiz federal. Foi um verdadeiro desastre para a candidata, que teve a ousadia de registrar seu nome no TRE, quando foi concorrer a eleição, apresentando certificado escolar e até curso de língua espanhola.   

Novo Lino –  analfabeta

“Não ficou nada legível quanto ao exame que a candidata Lúcia fez no TRE/AL. No nosso entendimento, ela não domina a leitura e nem a escrita; trata-se de uma analfabeta, que a partir de então passa a enfrentar uma situação bastante complicada, sobretudo para quem pensa permanecer no poder”, comentou o advogado Adriano Soares, que trabalha na ação, por meio da candidata Marcela (PSC), derrotada na eleição para Lúcia de Vasco por uma diferença de 552 votos.  

Nova eleição  

O destino do exame pericial feito com a prefeita Lúcia de Vasco agora será o Pleno do Tribunal Regional Eleitoral, em data a ser confirmada. Entende o advogado Adriano Soares, que sem sobra de dúvidas uma nova eleição deverá acontecer em Novo Lino, visto que dificilmente a prefeita escapará dessa situação. “Ela por sinal passa a ter outro problema com a Justiça; que é a falsificação de documentos; já que a mesma apresentou certificado escolar e até curso de língua estrangeira”, disse o advogado.  Lúcia foi eleita com 53,72% dos votos válidos; e sua adversária Marcela, obteve 46,28%.    

Desastre

 

Em virtude de uma ação judicial movida pelo Estado do Ceará, o MEC suspendeu a portaria normativa 565, de 20 de abril de 2017, que divulga o demonstrativo de ajuste anual da distribuição dos recursos do  Fundeb do exercício de 2016. A suspensão foi publicada no Diário Oficial da União de segunda-feira.  Com a medida, Alagoas deixa de receber R$9.185.741,54, sendo R$ 2.448.320,25 do Estado e R$6.737.421,29 dos municípios.

 

Uma luz

 

O corte do ajuste do Fundeb representa uma diminuição da receita importante para manutenção e desenvolvimento da Educação em Alagoas. Segundo Luiz Geraldo, técnico de Educação da Associação dos Municípios Alagoanos, a suspensão não é definitiva, mas depende dos tramites judiciais. “A AMA e a Confederação Nacional dos Municípios já estão buscando soluções para reverter o caso”, afirmou.

 

 

Exposição

Nicolas Pereira e toda a família Agropecuária Pereira já estão preparados para o II Leilão Genética de Berço. O remate acontece neste domingo, durante a VII Expoalagoas Genética, no Parque da Pecuária. O grupo traz uma seleção de 25 lotes próprios e 20 lotes de criadores convidados de todo o Nordeste, um gado referência em qualidade e produtividade.  

 

Arapiraca

Próxima segunda-feira, a Assembleia Legislativa de Alagoas irá realizar uma audiência pública na cidade de Arapiraca a partir das 9 horas. A sessão ocorrerá no plenário da Câmara de Vereadores e tem como objetivo discutir a questão do abastecimento de água da cidade. O deputado Rodrigo Cunha, autor do requerimento convidou todos os deputados, representantes da Casal e também as autoridades que possam interferir, de alguma forma, neste momento, sobre a questão.

Agreste

Os municípios de Lagoa da Canoa, Belém e Estrela de Alagoas, todos no Agreste, receberam esta semana ações de controle de bebidas alcoólicas. A iniciativa faz parte do cronograma de uma campanha da Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev) para prevenir o consumo de álcool por crianças e adolescentes. Panfletos e cartazes foram distribuídos em bares, restaurantes e estabelecimentos comerciais, a fim de informar sobre a proibição de venda de bebida alcoólica para menores de 18 anos.

Pilar

Na cidade do Pilar, uma construtora que está executando uma obra pública se deparou esta semana com uma equipe de fiscais do Trabalho. É que segundo o auditor Alexandre Sabino, mais de 20 trabalhadores alegaram que estariam sem registros de trabalho com a firma contratada pela Prefeitura para realização da obra. “A empresa terá que apresentar uma bateria de documentos no próximo dia 25, como o registro em CTPS, exames médicos admissionais, treinamentos”, disse Sabino.

Sem proteção

“Outras irregularidades foram detectadas. Trabalhadores sem equipamentos de proteção individual (EPI’s como bota e capacete), sem fardamento ou com fardamento próprio em estado deplorável (quem tem que fornecer a farda é a empresa), funcionários trabalhando no esgoto sem óculos de proteção, sem luva e sem máscara, andaimes sem nenhum tipo de proteção contra queda”, comentou Alexandre Sabino.

Palmeira dos Índios

Por conta das péssimas condições de segurança do prédio da Câmara de Vereadores  de Palmeira dos Índios, não houve esta semana a tradicional sessão das quartas-feiras. Técnicos afirmam de que há problemas estruturais na rede elétrica em suas instalações. A população ainda questiona o porquê dos serviços relacionados  ao referido problema tinha que acontecer justamente em dia de sessão. Em 2014, o problema da Casa era infiltrações e vazamento oriundo dos telhados, onde em período chuvoso não era possível haver sessão.

Piranhas

A prefeita de Piranhas, Maristela Sena aproveitou sua estadia em Brasília, quando foi participar esta semana da Marcha dos Municípios, a fim de conversar com ministro dos Transportes, Maurício Quintela. O encontro foi no próprio Ministério, onde Quintela prometeu avançar com a implantação do projeto do Trem Turístico. “O projeto está avançando e que em breve as pessoas irão passar pela cidade a bordo da Maria Fumaça” comentou a prefeita.

 

Sonho

Disse a prefeita Maristela, que a cidade de Piranhas é o 3º destino mais procurado em Alagoas, após Maceió e Maragogi, e com a implantação deste projeto, a coisa promete impulsionar com grandes dimensões; sobretudo gerando emprego, renda e contribuindo ainda mais para o avanço  econômico do município.