Flávio Gomes

22 de fevereiro de 2017

Previdência: o verdadeiro rombo

Da agência “Repórter Brasil”: “Enquanto propõe que o brasileiro trabalhe por mais tempo para se aposentar, a contrarreforma da Previdência Social ignora os R$ 426 bilhões que não são repassados pelas empresas ao INSS. O valor da dívida equivale a três vezes suposto déficit da Previdência referente a 2016. Esses números, levantados pela Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN), não são levados em conta na Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 287/2016, apresentada pelo governo Michel Temer. ‘O governo fala muito de déficit na Previdência, mas não leva em conta que o problema da inadimplência e do não repasse das contribuições previdenciárias ajudam a aumentá-lo. As contribuições não pagas ou questionadas na Justiça deveriam ser consideradas (na reforma)’, afirma Achilles Frias, presidente do Sindicato dos Procuradores da Fazenda Nacional (Sinprofaz). A maior parte dessa dívida está concentrada na mão de poucas empresas que estão ativas… Na lista das empresas devedoras da Previdência há gigantes como Bradesco, Caixa Econômica Federal, Marfrig, JBS (dona de marcas como Friboi e Swift) e Vale. Apenas essas empresas juntas devem R$ 3,9 bilhões, segundo valores atualizados em dezembro do ano passado…”


Retrocesso

A diminuição dos índices de violência era uma das principais marcas da gestão de Renan Filho, tanto quanto a estabilidade financeira do Estado. Mas os números, oficiais, são implacáveis: em janeiro último houve em média quase sete mortes por dia em Alagoas. O pior momento desde que o atual governador assumiu.

Cenário I

Circulam comentários, junto a pessoas do primeiro escalão da Prefeitura de Maceió, sobre pesquisa onde o deputado federal João Henrique Caldas aparece em primeiro lugar, na Capital, na disputa ao governo, com Renan Filho e Rui Palmeira embolados em segundo. No interior, JHC figura atrás de Renanzinho e de Rui.

Cenário II

Por esses mesmos comentários, a disputa pelo Senado em 2018 tem como melhores colocados, pela ordem, Téo Vilela, Benedito de Lira, Heloísa Helena e Renan Calheiros. No próximo ano haverá eleição para duas vagas de senador – as que atualmente estão ocupadas por Renan Calheiros (PMDB) e Benedito de Lira (PP).

Sucesso

A parceria de empresários do turismo e poder público, retomada com Cícero Almeida, na Prefeitura de Maceió, e Téo Vilela, no governo do Estado, e continuada por Renan Filho e Rui Palmeira, continua dando bons resultados. O mais recente: Maceió detém o maior faturamento, no Brasil, no ranking da operadora CVC.

Omissão

Romero Vieira Belo, no “Primeira Edição”: “A Folha de S. Paulo divulgou com destaque a liderança absoluta de Lula em pesquisa recente do Datafolha sobre a sucessão presidencial de 2018. Mas não destacou a grande novidade: o crescimento do deputado federal Jair Bolsonaro, que empatou com Marina Silva na 2ª colocação.”

Novo rumo

Excelente figura humana e profissional admirado, o engenheiro e professor Geoberto Espírito Santo aposentou-se do magistério na Universidade Federal de Alagoas. Ele agora se dedica à sua empresa, GES – Consultoria, Engenharia e Serviços. Dentre outros cargos relevantes, Geoberto foi presidente da Algás.

Sentimento

Informação de pesquisa realizada pelo IBOPE Inteligência: “A percepção da população brasileira é de que o país está entre o meio e o fim da crise. É o que indica 55% da população. Entretanto, ainda há 41% que acreditam que é só o começo da crise. Quase metade da população (45%) considera que este ano será melhor do que 2016.”

 

*Até ontem, no fechamento desta edição de “Conjuntura”, familiares do jornalista José Aldo Ivo se preocupavam com seu estado de saúde. Aos 84 anos de idade, Aldo Ivo tem problemas cardíacos e está sob observação constante no Hospital Arthur Ramos.

* Eleitores que deixaram de votar nas três últimas eleições (cada turno eleitoral é considerado uma eleição) deverão comparecer aos cartórios eleitorais entre 2 de março a 2 de maio para regularizar sua situação. Quem não aparecer terá o título cancelado.

*Santana do Mundaú agora integra o Programa Nacional de Cadastro e Regularização Fundiária. Proprietários rurais e posseiros do município estão convocados para reunião hoje, 9 horas, na Escola Municipal do Distrito Munguba, para repasse de informações.

*Até 27 de fevereiro estão abertas as inscrições, gratuitas, para o 6º Prêmio CNI Sesi/Senai Marcantonio Vilaça de Artes Plásticas, que contemplará cinco trabalhos com prêmios de R$ 50 mil. Informações em www.premiomarcantoniovilaca.com.br.

*As inscrições para o III Salão Nacional de Arte Contemporânea de Alagoas podem ser feitas até 17 de abril. Interessados devem acessar os sites da Secult e da Diteal. O III SACA cocorrerá de 23 de maio a 26 de junho, no Complexo Cultural Teatro Deodoro.

*O Centro de Ciências Agrárias da Ufal inicia, em 28 de abril, o 16º Encontro Regional de Agroecologia do Nordeste. Tema: “Na rota do Velho Chico: a Agroecologia e os movimentos sociais na luta contra as opressões no campo e na Academia”.

* A praça de eventos do Maceió Shopping recebe, somente até hoje, o projeto Tour Judô Cielo, iniciativa da Confederação Brasileira de Judô, com apoio do Ministério dos Esportes e parceria com as federações estaduais e a empresa Cielo.

 

“Este é um problema nacional, não apenas local”

Renan Calheiros Filho

Governador de Alagoas, sobre os 204 assassinatos em janeiro no Estado, pior índice da sua gestão