Blog do Dresch

18 de fevereiro de 2017

Mais uma onda de boataria sobre ex-primeira-dama é desmentida

A ex-primeira-dama do Brasil Marisa Letícia, esposa do ex-presdiente Lula, falecida no dia 3 de fevereiro, teve seu nome envolvido em uma onda de boatos de que ela receberia um salário de R$ 68 mil como servidora do Congresso Nacional e que seu viúvo, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), teria solicitado pensão após a morte dela.  Uma reportagem do portal UOL divulgada na sexta-feira checou a informação junto ao Congresso Nacional, Senado Federal e Câmara dos Deputados e constatou que o boato não tem fundamento. Marisa Letícia Lula da Silva não consta como servidora do Parlamento.  O boato começou a circular em redes sociais e correntes de WhatsApp há alguns dias. Trata-se de uma imagem de um suposto pedido feito pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no último dia 13 de fevereiro solicitando pensão vitalícia referente ao falecimento de Marisa Letícia. A imagem reproduz um logotipo do Congresso Nacional, um suposto número de protocolo e o nome de um suposto “departamento de protocolo” do Congresso onde o pedido teria sido entregue. O boato contém uma série de informações incorretas. A primeira delas é de que alguém poderia ser remunerado pelo Congresso Nacional. Em nota, o Senado explica que o Congresso é formado pela união da Câmara dos Deputados e do Senado Federal. Dessa forma, não existem servidores do Congresso Nacional, como indica o boato. “A título de esclarecimento, informamos, ainda, que o Congresso Nacional não se constitui em órgão administrativo, uma vez que representa o conjunto do Senado Federal e da Câmara dos Deputados”, diz um trecho da nota. 

Sessão boataria 2

A partir da constatação de que não seria possível haver pessoas remuneradas pelo Congresso Nacional, a reportagem checou se Marisa Letícia (foto) era servidora da Câmara ou do Senado. De acordo com os portais da transparência das duas casas, Marisa Letícia não consta como servidora ativa ou inativa da Câmara ou do Senado. A reportagem também pediu um posicionamento oficial das duas casas sobre a alegação de que a ex-primeira dama seria fu1ncionária do Parlamento. Em nota, a Câmara desmentiu o boato. “De acordo com o sistema de gestão de pessoal da Câmara dos Deputados, a senhora Marisa Letícia Lula da Silva não exerceu qualquer cargo do quadro de pessoal desta Casa”, afirmou. Também por meio de nota, o Senado disse que Marisa Letícia não era servidora da Casa. “Após pesquisa no cadastro de servidores do Senado Federal, verificou-se que não há qualquer registro em nome da Sra. Marisa Letícia Lula da Silva”, disse um trecho da nota.


Recorde absoluto


O sexto álbum da carreira solo do cantor Michael Jackson (1958-2009), Thriller, lançado oficialmente em 30 de novembro de 1982, e produzido por Quincy Jones e co-produzido pelo próprio artista, chega à cifra de 33 milhões de cópias vendidas nos EUA, segundo números divulgados na quinta-feira (16) pela Associação da Indústria de Gravação da América (RIAA, sigla em inglês). De acordo a RIAA, o segundo álbum mais vendido nos Estados Unidos, é Their Greatest Hits (1971-1975) do Eagles, com 29 milhões de cópias. O álbum de Michael Jackson, Bad, de 1987, alcançou à marca de 10 milhões de discos comercializados. Para os herdeiros do cantor, Thriller vendeu mais de 105 milhões, mas os dados não são oficiais. 



Netas de Elvis

E por falar em popstar, as netas gêmeas de Elvis Presley, Finley e Harper, de 8 anos, foram tiradas dos pais, Lisa Marie Presley e Michael Lockwood. Segundo o jornal The Daily Mail, as crianças estão sob cuidados de assistentes sociais após Lisa supostamente encontrar fotos e vídeos envolvendo pedofilia no computador do ex-marido. Em documentos do processo obtidos pelo Daily Mail, Lisa Marie falou sobre ter encontrado os arquivos de crianças. “Eu fiquei chocada, horrorizada e enojada”. Segundo ela, muitos aparelhos eletrônicos de Michael foram levados para análise e alguns ainda não foram vasculhados.  “Eu não tenho ideia do que mais pode ter nesses aparelhos e tenho medo que sejam mais imagens e evidências, e piores”. Presley e Lockwood se casaram em 2006 e se divorciaram em junho de 2016.  A filha de Elvis Presley tem uma fortuna estimada em US$ 300 milhões, mas alega nos documentos que está quase sem dinheiro. Ela revela ainda que paga duas babás para monitorarem visitas de Michael às filhas.  Um julgamento foi marcado para março para decidir o futuro das meninas.


Caiu 


O número de matrículas para o período integral no ensino fundamental (do 1.º ao 9.º ano) caiu 46% no ano passado. De acordo com os dados do Censo Escolar, divulgados na quinta-feira (16/2), em 2015 eram 4,6 milhões de alunos matriculados na modalidade. Em 2016, o número ficou em 2,4 milhões. A queda é puxada, principalmente, pela rede pública de ensino, mas também houve recuo de 18,9% na particular. O aumento das vagas em tempo integral é uma das apostas do governo federal para melhorar a educação no País. O Plano Nacional da Educação (PNE) prevê que, até 2024, 25% das matrículas e 50% das escolas da rede pública ofertem essa modalidade. Em 2015, 19,4% das matrículas das escolas públicas no fundamental eram no período integral – o porcentual caiu para 10,5% no ano passado. E foi ainda menor nos anos finais (do 6.º ao 9.º ano), com 7,7%. 


Caiu 2


Para especialistas, a queda registrada é consequência da descontinuidade de programas que impulsionavam essa oferta e da crise financeira. O Mais Educação, principal programa do Ministério da Educação (MEC) para fomentar o tempo integral com prioridade para o ensino fundamental, acabou paralisado em 2015. Ele foi criado em 2007 para distribuir dinheiro para que Estados e municípios pudessem ampliar a jornada escolar para pelo menos 7 horas. Desde 2014, sofria com atrasos nos repasses e foi alvo de críticas por não promover melhoria no desempenho em Matemática e Língua Portuguesa nem fazer cair a evasão. “A crise econômica afetou, mas mais determinante foi a crise política que culminou no abandono de programas. É uma tradição brasileira: acabar com projetos de outros governos”, disse Ângela Maria Martins, pesquisadora da Fundação Carlos Chagas. 


Subiu

No Médio. Na contramão do ensino fundamental, houve expansão de 8,8% nas matrículas em tempo integral no ensino médio na rede pública e de 5,6%, na particular. Para Carlos Eduardo Chagas, consultor da União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), os Estados conseguiram dar prioridade aos investimentos no ensino médio, com aumento de vagas no período integral, por ofertarem menos lugares nos anos finais do fundamental. “Está ocorrendo com maior intensidade uma municipalização dessa etapa do fundamental, o que provoca um desequilíbrio financeiro nas prefeituras, que consequentemente não conseguem mais garantir a oferta de tempo integral. Por outro lado, os Estados têm mais capacidade para investir no ensino médio. O efeito é ruim, porque não adianta só pensar na etapa final”, afirmou.

 

*** O presidente Michel Temer encaminhou ao Congresso Nacional projeto de lei que “altera a Lei Complementar nº 110, de 29 de junho de 2001, para eliminar gradualmente a multa adicional da contribuição social devida pelos empregadores em caso de despedida de empregado sem justa causa”.


*** Conforme o governo divulgou em dezembro, a intenção é promover uma redução gradativa da multa de 10% do FGTS que as empresas são obrigadas a pagar em casos de demissão sem justa causa. Isso para que não haja impactos no fundo.


*** A proposta divulgada em dezembro previa corte de um ponto porcentual por ano, durante dez anos. Com isso, segundo o governo, a medida ajuda a diminuir os custos indiretos dos empresários, o que terá efeito positivo sobre o caixa das empresas.