Flávio Gomes

15 de fevereiro de 2017

Prepara-se o fim da Lava Jato

Do jornalista Ricardo Noblat, sobre Dilma Rousseff: “Ela empurrou o país para o buraco da mais grave recessão econômica de sua história. E para se eleger e se reeleger, beneficiou-se do mais gigantesco esquema de corrupção que jamais existira… Tal esquema foi desmontado em parte pela Lava Jato. Os que o usufruíam, em sua maioria continua impune. No máximo, responde a inquéritos e processos. Essa gente, com assento privilegiado em todos os escalões da República, conspira e age sem pudor para limitar, deter ou se possível sepultar a mais bem-sucedida operação de combate à corrupção que já vimos por aqui. O STF dará a palavra final sobre o destino das mais altas autoridades suspeitas de corrupção? Indica-se para a vaga de Teori o ministro que assumirá o papel de revisor dos feitos da Lava Jato. Quem será o ministro? Alguém da inteira confiança dos que mais tarde serão julgados por ele. Quem aprovará seu nome no Senado? Ora, os felizes apoiadores de sua indicação. O que fazer para aplacar a fúria investigatória da República de Curitiba? Transfere-se para outros lugares quem servia, ali, à Polícia Federal. E o que mais? Vota-se no Congresso a lei de anistia do caixa dois. Por fim, o Congresso acaba com a delação premiada para quem estiver preso. Só valerá para quem estiver solto. Duvidam? Pois mexam-se!

Novo clima

Renan Filho participa hoje da sessão de início das atividades da Assembleia Legislativa este ano. Fará a leitura da mensagem de governo e anunciará o Plano de Governo para 2017. O clima entre Executivo e Legislativo é bem melhor que na eleição da mesa diretora, pelos agrados de Renanzinho aos deputados.

Resposta

“Preciso conversar com ele para ver se está a fim de trabalhar muito”, disse Renan Filho, quando admitiu nomear o deputado federal Cícero Almeida para a Secretaria de Esportes. “Gosto muito de trabalhar e darei uma grande contribuição ao governo”, reagiu Almeida, em entrevista ao blog do jornalista Luís Vilar.

Sobrou

O PPS, presidido em Alagoas pelo jornalista Régis Cavalcante, que foi deputado federal e vereador, se engajou na campanha de reeleição de Rui Palmeira. Fechada a nova equipe de Rui, o PPS ficou fora. Como não tem espaço com Renan Filho, resta só o governo federal, com o ministro da Cultura, Roberto Freire.

Flimar

Cristiano Mateus saiu enrolado da Prefeitura de Marechal Deodoro, respondendo a vários processos. Mas sua gestão deixou um legado importante: a Feira Literária de Marechal Deodoro, idealizada e comandada por Carlito Lima, seu secretário de Cultura. Bem que Cacau, o novo prefeito, poderia preservá-la.

“Vai ter rua”

Começam a ser veiculados nas redes sociais vídeos convocando para uma grande manifestação, em nível nacional, no domingo, dia 26 de março. O movimento é liderado pelos mesmos grupos que foram às ruas pedir o impeachment de Dilma Rousseff. Novo objetivo: defender a continuidade da operação Lava Jato.

Saudade

Ontem fez 18 anos que faleceu, aos 59 anos, o jornalista Nílton de Oliveira, destaque do jornalismo alagoano dos anos 60 a 90 do século passado. Em Alagoas, Niltinho atuou nos principais jornais da sua época, além de fundar o Repórter Semanal, O Repórter, O Espaço e O Diário. Em Roraima criou o Jornal de Roraima.

Posição

Do jornalista Cláudio Humberto Rosa e Silva: “O presidente do Senado, Eunício Oliveira, decidiu retirar qualquer prioridade do projeto do antecessor Renan Calheiros para punir ‘abuso de autoridade’ contra quem o investiga. Para ele, um projeto assim não pode ser usado como instrumento de retaliação”.

 

*Do ex-presidente Lula, para seus companheiros de PT: “Nós ficamos gritando ‘Fora Temer’ e o Temer está lá dentro. Gritamos ‘não vai ter golpe’ e teve golpe. Estamos gritando contra as reformas e eles estão aprovando as reformas em tempo recorde.”

* O Tribunal Superior Eleitoral disponibiliza, em seu portal na internet, a emissão de guia para pagamento de multa eleitoral. Tornou mais prático regularizar pendências com a Justiça Eleitoral. Basta clicar na aba “Eleitor” e, após, no link “Débitos do eleitor”.

*A Secretaria de Segurança Pública recebe inscrições, até hoje, para estágio de estudantes de Direito, Ciências Contábeis, Biblioteconomia, Administração (áreas afins), Geografia, Pedagogia, Engenharia Mecânica e Ciências da Computação.

* O Consolador e outras ONGS de Maceió, com apoio do Instituto Coca Cola, irá capacitar jovens de 16 a 25 para novas oportunidades de desenvolvimento profissional. Matrículas até 6ª feira, 17. Contato: www.coletivococacola.com.br / 0800-021-2121.

*O Funpresp, fundo de previdência complementar de servidores públicos federais, vai realizar operações de crédito consignado a partir de julho. A medida tem o objetivo de beneficiar servidores preocupados com os impactos da reforma da Previdência.


* A Galeria de Artes Sesc recebe, somente até hoje, a mostra “Taramps” do fotógrafo Celso Brandão, no Sesc Centro, das 12 às 18 horas. A exposição consiste em 40 obras monocromáticas retratando intervenções urbanas ao redor do mundo. 


*Após três derrotas seguidas, o CSA se reabilitou com 1×0 no CEO e lidera o Grupo B do Campeonato Alagoano. Na Copa do Nordeste, seu grupo está embolado e tudo pode acontecer: o CRB tem 6 pontos, o ABC tem 5, o Itabaiana tem 4 e o CSA tem três.


“Não existe República possível se as coisas não estiverem escancaradas”

Cármen Lúcia Rocha

Presidente do Supremo Tribunal Federal, defendendo a transparência na vida pública