Blog do Dresch

14 de janeiro de 2017

Ministério do Turismo vai na contramão do que pensa setor do comércio

Os dias de folga poderão impulsionar a economia brasileira, segundo aponta estudo do Ministério do Turismo, pasta comandada pelo alagoano Marx Beltrão. O ministério espera que as viagens nos fins de semana prolongados por feriados que caem na segunda, terça, quinta ou sexta-feira injetem R$ 21 bilhões a mais na economia em 2017. A projeção divulgada considerou um acréscimo de 22 dias de folga, quando 10,5 milhões de viagens deverão ser feitas. Na contramão de outros setores que projetam prejuízos com os feriados e que reclamaram bastante recentemente por causa dos feriados para 2017- como o comércio e a indústria – o Ministério do Turismo acredita que as viagens e o consumo nos dias de folga gerarão renda e emprego. O turismo, de acordo com o Conselho Empresarial de Hospitalidade e Turismo da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), é grande impulsionador de mais 52 áreas, direta ou indiretamente. O feriado que deve gerar maior impacto é o Dia de Nossa Senhora Aparecida, em 12 de outubro, quando 1,94 milhão de viagens movimentarão R$ 3,9 bilhões na economia.

  

Massa falida para reforma agrária em AL 

O Governo do Estado deu um importante passo na sexta-feira para assentar milhares de famílias promovendo a reforma agrária e, por tabela, tenta pôr fim a alguns conflitos agrários em Alagoas. Isso porque foi discutida a tramitação do processo de aquisição das terras da Usina Guaxuma pelo Governo, que vem sendo conduzida pelo Iteral, cujos 1.500 hectares serão destinados para o assentamento das famílias dos movimentos sociais. O encontro para tratar do assunto ocorreu com a presença da intermediação com as lideranças do Movimento dos Trabalhadores e Trabalhadoras Livremente Associados – Via do Trabalho, representantes da massa falida da Laginha Industrial (Grupo João Lyra), Gabinete Civil e o Gerenciamento de Crises da Polícia Militar. O Grupo João Lyra havia arrendado a Usina de Guaxuma, localizada em Coruripe, à empresa GranBio, do ramo de biotecnologia industrial que trabalha com a transformação de biomassa em produtos renováveis, como biocombustíveis e bioquímicos.  A Usina Guaxuma possui uma área total de 17.453,4650 ha e está avaliada em R$ 864,1 milhões. A sua capacidade de produção é de 900.000 t/safra. É a segunda usina arrendada pela massa falida do Grupo João Lyra. A primeira foi Uruba, de Atalaia, que foi negociada com a Cooperativa dos Produtores Rurais do Vale de Satuba (Copervales).

 

 

 

“Bolachões” em alta

 

 

A onda retrô dos antigos LPs já dá resultados financeiros. Reportagem do jornal britânico “Independent” mostra relatório da consultoria Deloitte que sugere que as vendas dos discos de vinil devem ultrapassar US$ 1 bilhão em 2017, o que não ocorria desde os anos 80. A estimativa é que 2017 seja o sétimo ano seguido de crescimento das vendas em dois dígitos diante da moda de retorno aos discos. Há uma década, a avaliação era sobre o fim dos LPs. Agora, a Deloitte prevê aumento de 15% a 18% das vendas físicas de música este ano. Diretor de tecnologia, mídias e telecomunicações da Deloitte, Paul Lee afirmou ao “The Independent” que, apesar da ampla presença dos serviços streaming de música, “consumidores estão escolhendo comprar algo tangível e nostálgico”. Apesar disso, no entanto, esta não deve ser uma grande fonte de recursos para o setor, segundo ele. “O futuro da música, tanto de uma perspectiva de receita quanto de consumo, é digital, e é onde o foco da indústria deve estar”, disse Lee ao jornal.

 

 

 

Viúvas de Chapecó

 

 

O jornal espanhol “Marca” lançou uma série especial para homenagear os mortos na tragédia com o voo da Chapecoense, que caiu no dia 29 de novembro de 2015, na Colômbia. Na sexta-feira, o diário publicou cartas de duas viúvas de atletas mortos na queda. Ao todo, 11 viúvas terão suas histórias contadas pelo jornal. Todos os relatos são em primeira pessoa e dão ideia do drama que as famílias viveram após o acidente aéreo que matou 71 pessoas e deixou apenas seis sobreviventes. O voo fretado da LaMia caiu por falta de combustível na cidade de Río Negro, próximo a Medellín, onde o time enfrentaria o Atlético Nacional na final da Copa Sul-Americana.

 

 Viúvas de Chapecó 2

 

Uma delas é Letícia Padilha, esposa do goleiro Danilo, que relata: “Ninguém está preparado para suportar tanta dor, muito menos na situação em que perdemos Danilo. Era um momento de felicidade para todos. Para ele, para mim, para nosso filho, para a Chapecoense. Vivemos diariamente porque respiramos, mas a sensação de estar vivos não nos tira a dor que nossas almas têm impregnada pela falta desse ser maravilhoso. Eu não entendo por que ele não está ao nosso lado nesse momento. Essa ligação de vocês tinha que ter sido feita para ele, para que ele pudesse lhes contar as coisas que fazia como goleiro da Chape, para contar como entrou no coração da torcida. Danilo foi grande, um campeão”, diz Letícia, que ainda conta sobre o dia a dia com perguntas do filho do goleiro.

 

 

Nem tão larga assim

 

Ainda este ano a internet banda larga passará a ser limitada, é o que afirmou o Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab. No final do ano passado, 2016, o presidente da Anatel negou que isso fosse acontecer. Segundo o ministro, a meta é que a partir do segundo semestre de 2017 a banda larga seja limitada. “O nosso objetivo é beneficiar o usuário. O ministério trabalha para que o usuário seja beneficiado com melhores serviços. Esperamos que esse serviço seja o mais elástico possível, mas que tenha um ponto de equilíbrio, pois as empresas têm os seus limites”, afirmou Kassab.

 

 

*********************************************************************************************************

*Curiosidade:  O Balneário italiano de Salento, conhecido por seu clima quente, ficou coberto de neve durante os últimos dias 8 e 9. O fenômeno chamou atenção dos moradores e lembrou a profecia do “Nostradamus italiano“. 

 

*Matteo Tafuri, especialista em filosofia e um cientista natural, lançou há 500 anos a profecia apocalíptica sobre o fim do mundo estar bem próximo quando nevasse dois dias na cidade italiana. 

 

*A mudança do clima deixou os habitantes da cidade mediterrânea surpresos, e várias fotos sobre o caso foram compartilhadas nas redes sociais com trechos da profecia. 

 

“Salento, de palmeiras e vento sul moderado. Dois dias de neve, dois relâmpagos no céu. Eu sei que o mundo acaba, mas não sentirei saudade”, disse ele.  O “Nostradamus italiano”, como Matteo Tafuri era conhecido, viveu entre os anos 1492 e 1582.

 

* Dentro da proposta de ampliação e melhorias na fluidez do trânsito na capital Maceió, o bairro de Bebedouro será o próximo beneficiado com a implantação de obras de mobilidade urbana. O projeto, conduzido pela Secretaria de Estado da Transporte e Desenvolvimento Urbano (Setrand) e que prevê a construção de um binário na região, já está concluído e agora entra em fase de concessão da licença ambiental.

 

*Com duas vias paralelas, de mão única e sentido contrário, o binário ficará localizado entre a Praça Lucena Maranhão e o acesso à Chã de Bebedouro, um dos principais focos de congestionamento na região.