Roberto Baia

13 de janeiro de 2017

Briga com concursados

Recentemente eleita a prefeita de Lagoa da Canoa, Tainá Veiga, já está em pé de guerra com os aprovados no último concurso público da cidade. Os aprovados afirmaram que a nova gestora descumpriu ordem judicial que determinou a convocação imediata de 49 dos aprovados no certame. Na denúncia, os aprovados afirmam que há quase dois anos lutam por meio da defensoria pública, junto ao antigo gestor a nomeação dos aprovados e que foram convocados em dezembro de 2016, mas Tainá Veiga conseguiu decisão judicial para suspender as nomeações e em seguida autorização para contratações temporárias.

 

Se pronunciou

 Após as denúncias contra a nova gestora municipal, sua assessoria enviou uma nota à imprensa afirmando que em momento algum houve descumprimento de ordem judicial por parte da prefeita do município de lagoa da canoa, ao passo que os denunciantes fizeram uma leitura equivocada da decisão judicial, pois, a mesma ainda é passível de recurso.

 

Erro do ex-gestor

 

Vale salientar que o concurso foi realizado em 2014 para provimento de 105 vagas, as quais foram devidamente providas com as nomeações de todos os classificados no certame. “Ao apagar das luzes, o anterior gestor, visando prejudicar e inviabilizar a nova gestão nomeou 307 candidatos aprovados no concurso, mas, todos fora do número de vagas estabelecidas no edital.

 

Recadastramento

 

A nota da prefeita salienta que o município passa por um recadastramento dos servidores públicos ativos, inativos e pensionistas, o qual se encerra nesta sexta, dia 13.01.2017, instrumento hábil a demonstrar a real situação funcional dos servidores, para que possamos de forma efetiva verificar a necessidade de nomeação e posse de candidatos, que não obstante tenham sido aprovados, ficaram fora do número de vagas estabelecidas no edital, como é o caso dos 307 nomeados pelo antigo gestor.

 

Vaquejada em Palmeira

A Defensoria Pública do Estado de Alagoas (DPE/AL), o Ministério Público Estadual (AMPE/AL), a Prefeitura de Palmeira dos Índios e a Associação dos Vaqueiros do Brasil (AVAQ) firmaram um acordo para garantir a realização 6ª Etapa do Primeiro Circuito AVAQ de Vaquejada, que acontecerá no município entre os dias 26 e 29 deste mês.

 

Segurança dos animais

O acordo estabeleceu medidas que devem ser seguidas pelos organizadores do evento para garantir a segurança dos animais, como a manutenção de uma equipe de veterinários por parte do Parque de Ulisses Miranda, para orientação e fiscalização dos cuidados – objetivos necessários ao efetivo respeito aos animais, de acordo com as orientações da ABVAQ e ABQM.

 

Crime ambiental

Após a morte de vários peixes no rio Camaragibe, localizado no município de Matriz do Camaragibe, O Instituto do Meio Ambiente (IMA), concluiu a análise das amostras coletadas da água do rio. Por isso a Gerência de Monitoramento e Fiscalização autuou uma usina de cana-de-açúcar da região como responsável pela emissão irregular de carga orgânica.

 

Foi multada

Identificada como responsável pela mortandade dos animais, a Usina Camaragibe recebeu uma autuação no valor aproximado de R$ 30 mil e a determinação para cessar imediatamente com o lançamento de resíduos no rio. O prazo para defesa é de 20 dias, a contar da data de emissão do auto.

 

Nota do TJ

O Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) divulgou uma nota de esclarecimento, na tarde da última quinta-feira (12), sobre a decisão do Supremo Tribunal Federal que determinou a devolução de horas extras da desembargadora Elisabeth Carvalho Nascimento durante o recesso forense em 2005, quando era presidente do TJ/AL. 

 

 

 

Não foi notificada

Em resposta aos pedidos de esclarecimentos formulados pela imprensa alagoana, a Presidência do Tribunal de Justiça de Alagoas vem a público comunicar que não foi oficialmente notificada da decisão do Supremo Tribunal Federal acerca do ressarcimento de eventuais valores supostamente recebidos de forma indevida pela magistrada Elisabeth Carvalho Nascimento.

 

 

… O governador Renan Filho assina, nesta sexta-feira (13), a ordem de serviço para obras de ampliação e melhoria da Estação de Tratamento de Água (ETA) do município de Capela.

 

… Após a assinatura, as obras já terão início na próxima segunda-feira (16). O investimento feito pela Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) será de quase R$ 900 mil.

 

… Quando forem concluídas, as melhorias na ETA vão beneficiar os moradores da zona urbana da cidade, onde a Casal tem 2.800 ligações de água. A estação fica localizada numa área da zona rural do município, na Fazenda Santa Tereza.