Edmilson Teixeira

25 de maio de 2016

Lagoa da Canoa, mistério!

É de se estranhar o interesse de um deputado estadual que fez uma campanha milionária para se eleger, e em menos de dois anos querer abandonar o cargo para disputar uma Prefeitura que enfrenta sérios problemas econômicos e sociais, como a de Lagoa da Canoa. Estamos tratando do deputado Jaizinho Lyra. Até na questão salarial, a de um deputado é mais que o dobro de um prefeito de qualquer parte de Alagoas. O tio dele que é o atual prefeito (Álvaro) e quem ficou “P” da vida com essa notícia, visto que ele planejava ir para reeleição.

Barra de São Miguel

Há mais de ano que o prefeito, Zezeco, da Barra de São Miguel não vê a cor de seu salário. Não é por questão de atraso da Prefeitura, mas sim uma doação que o gestor vem fazendo mensalmente, para ajudar o próprio município, que segundo ele, tem a menor receita da arrecadação federal do que é repassado do FPM.

São Luiz de Quitunde

Prefeito interino Jilson Lima começa a sentir na pele, a dificuldade de conduzir um município cheio de problema, sobretudo com o dinheiro do FPM sendo reduzido a cada mês. E como se não bastasse, tem sofrido pressão por parte da bancada Legislativa, que por sinal já fez duas tentativas para lhe derrubar nesses últimos dias.     

Chã Preta

O embate eleitoral em Chã Preta vem ganhando força, onde o atual prefeito Audálio Horanda, tem feito de tudo para se reeleger. Por outro lado, seu maior rival político, o deputado Chico Tenório, que mais uma vez vai investir na candidatura da mulher, Rita, tenta a todo custo sair vitorioso no pleito. Na eleição de 2012, Rita que tentava se reeleger, perdeu por uma diferença de apenas 11 votos. Foi a mais apertada eleição daquele ano em Alagoas.

 

Boca da Mata

 

Servidores da Educação que na última semana paralisaram suas atividades durante dois dias (quinta e sexta) como advertência de greve, visto que eles reivindicavam mais de 12% de reajuste e que a Prefeitura se negava a conceder esse aumento, retornaram ao trabalho. É que a categoria teve que se conformar com apenas 4% de aumento, dividido em duas parcelas; a primeira a partir do próximo mês e o restante somente em setembro.

 

Samu – encontro

Diretores do Cosems/AL, secretários dos municípios que possuem bases descentralizadas do Samu se reuniram, na segunda-feira, com a secretária de Estado da Saúde, Rozangela Wyszomirska. Foram discutir o impasse do financiamento das 35 bases que são reguladas pelo Samu de Maceió e de Arapiraca. 

 

Samu – valores

 

O custo de uma base, estimado pelo Ministério da Saúde, em 2013 ficou em R$ 26.250, 00, mas um levantamento recente feito por técnicos do Cosems e da Sesau estimou em R$ 40.490,71, sendo R$ 23.381,00 o custo mensal hoje dos municípios é de R$ 17.109,71 da Sesau. Detalhe é que boa parte da frota das ambulâncias está sucateada e as prefeituras alegam não ter recursos financeiros para mantê-las, justamente por causa da redução de arrecadação devido à crise nacional.

 

Samu – espera

 

A vice-presidente do Cosems, Normanda Santiago sugeriu a formatação de uma nova proposta que atenda as duas partes: Estado e municípios.  A secretária de Saúde alegou que não pode ficar na inércia e esperar por 2017 para resolver o problema. “A situação destas manutenções e o controle das bases descentralizadas estão a cada dia pior e a tendência do Samu é piorar”, enfatizou a titular da Sesau.

 

São Brás

Com o encerramento ontem, do curso de Operador de Sistema de Tratamento de Água, que contou com a participação de 20 moradores de São Brás, a CAB Águas do Agreste realiza mais uma edição do Programa Portas Abertas. É uma iniciativa de educação ambiental onde os visitantes conhecem as estações de tratamento de água. Durante a visita, além da entrega dos certificados, os participantes também receberam informações sobre atividades de conscientização voltadas à valorização do uso racional de água. Mais de 200 candidatos participaram do processo seletivo para o preenchimento das 20 vagas. 

São Brás – meta

 

 

De acordo com Neyla Queiroz, Recursos Humanos da CAB, o município de São Brás foi escolhido devido a grande carência de mão de obra qualificada. “Nosso objetivo é levar as ações de responsabilidade social que desenvolvemos como esse curso, e o projeto Cozinha Brasil, aos 10 municípios do interior alagoano onde a empresa desempenha suas atividades”, explica Neyla acrescentando que o próximo  município beneficiado será Campo Grande. 

  

  

Penedo – contadores

Após realizar a primeira edição em Arapiraca, a Junta Comercial do Estado de Alagoas (Juceal), levará o Encontro Regional de Contadores para a cidade de Penedo. O evento é promovido graças a uma parceria com o Sebrae/AL e terá a sua II edição na próxima segunda-feira, acontecendo no escritório regional do próprio Sebrae/AL.

Penedo – outros

O evento faz parte da política adotada pela Juceal, que este ano visa levar as capacitações para o interior de Estado, ampliando o entendimento e dirimindo as dúvidas sobre o registro empresarial. Além de Arapiraca e Penedo, acontecerão encontros em Delmiro Gouveia e Maragogi.