Flávio Gomes

21 de maio de 2016

Cultura aparelhada

Do jornalista e cineasta Jorge Oliveira: “Alojar a cultura na Educação, em princípio, parece uma decisão coerente, desde que não se mexa nos avanços conquistados nos últimos trinta anos quando o ministério da Cultura foi criado por Sarney… Quem trabalha na produção de cinema no Brasil sempre teve dificuldade em realizar projetos se não se adequasse aos mandamentos petistas, em um setor aparelhado e discricionário. O ministério da Cultura e seus órgãos foram ocupados por militantes desqualificados e ideológicos que tinham rancor de quem não lesse na cartilha deles. O critério para aprovação de qualquer proposta na área sempre foi o partidário, o que restringiu o mercado cinematográfico a alguns “iluminados”, partidários do lulismo, para quem faziam orações diárias sempre de olho no caixa da Ancine. É preciso desaparelhar o estado, torná-lo mais amplo, despolitizá-lo. Criar mecanismo para que todos que fazem cultura no Brasil, independentemente   de partido e de cor ideológica, tenham as mesmas oportunidades. Não é um prédio ou o fim de uma nomenclatura que vai impedir que o país se abra para o mundo. O Brasil precisa, de verdade, de gente que pense um novo modelo para a cultura sem o peso da mão de ferro ideológica.”

Comprovação

Sobre críticas à incorporação do Ministério da Cultura ao Ministério da Educação, vale dizer que em Alagoas o DAC – Departamento de Assuntos Culturais sempre funcionou muito bem atrelado à secretaria estadual da Educação. Havia muito mais atividade no setor que após a criação da Secretaria Estadual da Cultura.

Realidade

Significa dizer que para fazer bem Cultura, como qualquer outra atividade, não precisa ter uma secretaria ou um ministério. Basta ter boa vontade e boas intenções. O que não custa nada, ao contrário dos interesseiros que andam à procura de cargos ou favores de instituições em benefício próprio. Bem pagos, naturalmente.

Confronto

Deputado federal Eduardo Cunha: “É estranho que o procurador-geral depois do impeachment tenha conseguido abrir cinco inquéritos contra mim, quando a denúncia contra o presidente do Senado está há três anos sem ser apreciada pelo pleno”. Troco de Renan Calheiros: “Repilo a obsessão do deputado Eduardo Cunha com meu nome. Ela não encontra razões jurídicas ou políticas”.

 

O possível

Secretário de Administração, Fellipe Mamede, sobre reajuste de 4,5% aos servidores da Prefeitura de Maceió: “Temos cidades mais ricas que sequer estão conseguindo cumprir o pagamento e Maceió serve de referência porque conseguiu conceder o reajuste aos servidores ainda que o cenário econômico esteja desfavorável a isso”,

 

Proposta

Graças à Braskem, que mantém a instituição, a Academia Alagoana de Letras, na Praça Sinimbu, Maceió, mantém valioso acervo material sobre a vida e a obra do escritor, poeta, político e médico Jorge de Lima, referência em Alagoas no século XX. A AAL é aberta ao público de 2ª a 6ª feiras, das 8 às 12 horas.

 

Presença

O seminário promovido pelo Banco Mundial e Conselho Nacional de Controle Interno, nesta semana, em Brasília, contou com a participação da Controladora Geral do Estado de Alagoas, Maria Clara Bugarim. O objetivo principal do evento foi discutir desafios e oportunidades de melhorias no âmbito do controle interno.

 

Opinião

Do ministro Dias Toffoli, do STF, que já foi advogado do PT: “A Constituição brasileira diz que a pessoa é inocente até que haja uma condenação formal pelo Poder Judiciário. Nada impede que aqueles que foram nomeados ministros exerçam o seu papel, atuem nas suas competências. Essa é uma opção do presidente que assumiu”.

 

*A Comedoria Gourmet, na Avenida Álvaro Calheiros, no Stella Maris, mantém o seu apoio à cultura, anunciando para hoje a cantora Renata Peixoto e a banda Blues Way, a partir das 21 horas, com couvert artístico a R$ 15,00. Contato: 3325- 7537.

 

*Hoje e amanhã, sempre às 16 horas, o Teatro Deodoro recebe o espetáculo “Era uma Vez…”, que tem como cenário a Floresta Amazônica. É, na verdade, uma proposta à reflexão pela preservação da natureza. Informações: 99620. 8772/ 98753.3321.

*A Ufal tem dois trabalhos da área de música apresentados no Festival de Música do Instituto de Educação Superior Piaget de Portugal, de hoje ao dia 31. O professor Marcos Moreira participará, falando sobre Colóquio de Música Popular.

*O Forró Fashion 2016, hoje, na Acrópole Hall, terá manifestações culturais, comidas típicas. Atrações: Luan Estilizado, Magníficos, Cannibal e DJ Peixe, além de open bar de cerveja, refrigerante, água e cachaça. Contato: 99913.8585.

*O grupo Legião Urbana se apresenta hoje em Maceió, festejando 30 anos de carreira, prometendo resgatar os sucessos do primeiro disco da banda. A partir das 21 horas, no Parque Shopping Maceió, em Cruz das Almas. Contato: 3357.8007.

*O projeto “Arte & Terapia” anuncia para hoje, no palco da tenda cultural da Praça Luiz Pereira Lima, em Arapiraca, uma seletiva de atores. O evento é aberto ao público e se propõe a incentivar a cultura na região. A abertura está preista para 14 horas.

*Pelo bicampeonato e pelos últimos bons resultados, a torcida do CRB tem obrigação de prestigiar o clube hoje em sua estreia, em casa, na Série B do Campeonato Brasileiro 2016, hoje, contra o Ceará. O jogo está com início previsto para 16h30m.

 

“É um desrespeito com o dinheiro do contribuinte”

 

Antônio Reguffe

Senador do DF (sem partido), sobre Dilma Roussef e Eduardo Cunha, mesmo afastados,  utilizarem jatos da FAB