Blog do Dresch

26 de abril de 2016

Papa diz que felicidade não é um app

                  Tendo um público formado por jovens, que participam do Jubileu da Misericórdia, o Papa Francisco rezou uma missa no último Domingo, tratando sobre a importância do amor e da felicidade. “A vossa felicidade não tem preço e não se vende. Não é um app que se acessa no celular. Mesmo a versão mais recente poderá ajudar a tornarem-se livres e grandes no amor. O amor é sempre concreto e o que não for concreto é o que aparece nas novelas, é uma telenovela” pregou o papa para uma multidão estimada em 100 mil pessoas na Praça São Pedro. Para Francisco, o amor precisa ser a “carteira de identidade” de todos os cristãos, pois é o único “documento válido para ser reconhecido como discípulo de Jesus”.

“Felicidade não é um app” 2    

O Papa Francisco pediu aos presentes à missa que para amar alguém é preciso doar algo que não seja material, mas qualquer coisa de si mesmo. “Seu próprio tempo, a própria amizade e as próprias capacidades”. Ao falar sobre liberdade, o Papa disse que isso não significa fazer o que quiser. “Se você não sabe dizer não, você não é livre. Livre de verdade é quem sabe dizer sim e dizer não. A liberdade não é fazer sempre o que se quer, pois isso acaba nos tornando fechados, distantes e impede de sermos amigos sinceros e abertos. A liberdade, ao invés disso, é o dom de poder escolher o bem”. Ele pediu ainda aos jovens que não percam a capacidade de sonhar. “Vocês são chamados a construir assim o futuro: juntos aos outros e para os outros, mas não contra alguém. Não se constrói contra, isso se chama destruição”.

O Mercosul como alternativa

                   Em um recente contato com jornalistas estrangeiros, com quem discutiu o processo de impeachment que esta sendo vitima da Câmara dos Deputados, a presidente Dilma Rousseff afirmou que pretende recorrer a clausula democrática do Mercosul, caso a ordem democrática do país seja rompida. “Eu alegarei a cláusula inexoravelmente se caracterizar de fato, a partir de agora, uma ruptura do que eu considero um processo democrático” justificou a presidente aos representantes de diversos veículos de comunicação mundiais. Contudo, ela não especificou quando isso vai acontecer, somente afirmou que “depende de fatos que eu não controlo”. O Mercosul, que reúne os países da América Latina tem uma cláusula democrática que pode ser invocada quando um governo eleito é destituído em qualquer um dos países-membros, como aconteceu recentemente no Paraguai. A afirmação revelou que a presidente Dilma Rousseff vai continuar lutando pelo seu mandato e contra o impeachment, mesmo que o Senado determine seu afastamento. A presidente respalda sua opinião com o fato de ter sido eleita democraticamente com 54 milhões de votos dos brasileiros, de não existir uma sustentação jurídica que respalde o seu afastamento e ainda o fato do julgamento estar sendo conduzido por políticos que estão sendo processados por corrupção.

 

Combate ao roubo de carros

                   As forças policiais alagoanas têm obtido bons resultados em termos de recuperação de veículos roubados no Estado nos três primeiros meses deste ano. Segundo dados estatísticos da SSP, mais de 50% de motocicletas e carros de passeio roubados no trimestre foram devolvidos aos donos. De acordo com o Núcleo de Estatística e Análise Criminal, dos 226 carros de passeio roubados entre Janeiro a Março, 127 foram recuperados (56,2%). Já em relação às motocicletas, foram roubadas 708 no primeiro trimestre e recuperadas 408 do total (57,6%).

Cruzeiros submarinos

                               Para a empresa holandesa U-Boat Wes o futuro da indústria de cruzeiros marítimos esta no fundo do mar. A empresa lançou seus novos modelos de minis submarinos tripulados, que podem atingir a 1.140 metros de profundidade um recorde para a atividade turística subaquática. A linha Cruise Stub tem três modelos, com capacidade para 5 e 7 passageiros, além do piloto e que atingem de 300 a 1.140 metros. Bem mais fundo que o Sub Cruise 9, para nove passageiros que ficam nos 200 metros. A novidade tem atraído turistas de todo o mundo, pelo ambiente praticamente desconhecido e pela quantidade de espécies vistas no fundo do mar.

Cruzeiros submarinos 2

                   Os novos modelos têm grandes janelas de acrílico, cujo formato arredondado permite ampla visão do ambiente externo. As poltronas giram para facilitar a vida dos passageiros. Os submarinos são alimentados por uma bateria com autonomia de 12 horas de uso. Atualmente outras duas companhias de cruzeiros de luxo usam modelos semelhantes. Uma embarcação que faz sucesso é o Cristal Spirit, da Cristal Cruises, lançada em Dezembro para 3 passageiros que mergulha até 300 metros de profundidade, muito requisitada em mergulhos em Seichelles e Madagascar.

Joseph Safra é processado

                   Com uma fortuna estimada em vários bilhões de dólares, o acionista majoritário do Grupo Safra, Joseph Yacoub Safra, vai responder a inquérito por envolvimento no pagamento de propina para influenciar julgamentos no Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais). A Justiça Federal aceitou denúncia contra o bilionário, após a Polícia Federal desenvolver a Operação Zelotes e comprovar seu envolvimento juntamente com funcionários da Receita, um ex-conselheiro do Carf e um auditor aposentado. Safra pagou, somente em uma “operação” cerca de R$ 15 milhões de propina para evitar as multas por sonegação. No ano passado, Joseph Safra foi relacionado como o segundo homem mais rico do Brasil, segundo a revista Forbes.

 

 

  • O governador Renan Filho garantiu que em breve os integrantes do Grupamento Aéreo da Segurança Pública, que atuam em Arapiraca, terão um hangar próprio para desenvolverem suas ações em todo o Agreste e sertão de Alagoas.
  • Um terreno pertencente Ao Departamento de Estradas e Rodagem (DER) foi cedido para a construção dessa base, que acontecerá através de uma parceria público-privada.
  • Atualmente os integrantes do Grupamento Aéreo de Arapiraca utilizam um espaço cedido no Aeroporto da Cidade, mas existe a necessidade de um local mais amplo e com melhores condições de trabalho para que as operações possam ser desenvolvidas com mais rapidez e objetividade.
  • Dispondo de um local próprio e em condições mais favoráveis existe até a possibilidade de ampliar os serviços e o raio de ação do Grupamento Aéreo na região, contribuindo mais para a segurança da população.
  • Existe inclusive a intenção de empresários e comerciantes da região em auxiliar na construção do novo hangar, com base no ganho obtido até agora pela sociedade local, em relação ao serviço ofertado pelo Grupamento.