cotidianoativo

31 de março de 2016

Estejamos prontos para as mudanças

            Sair da zona de conforto

Todos nós, com pouquíssimas exceções, somos presas fáceis da armadilha de se acomodar na chamada zona de conforto. Seja no ambiente de trabalho, seja na nossa casa com nossa família, seja em relação à nossa rede de relacionamentos, podemos estagnar. A tendência em permanecer assim nos faz sentir mais seguros e confortáveis e é algo que, na maioria dos casos, foge do nosso controle. O ser humano, até mesmo por uma questão de sobrevivência, vive em uma busca constante por segurança. Nós somos assim.

Porém, tendo em vista os desafios que esse novo mundo globalizado nos impõe a cada dia, precisamos estar prontos para mudanças que são inevitáveis. Os novos modelos de gestão e das relações familiares não mais aceitam pessoas que clamam por uma estabilidade que faz parte de um passado recente – quando as informações eram compartilhadas de forma muita mais lenta que hoje.

Podemos enxergar essas mudanças até mesmo nas situações simples e corriqueiras do dia a dia: todos os dias quando chego do trabalho e estaciono o carro na garagem do meu prédio, olho para o lado, onde ficam guardadas ou melhor, estacionadas, as bicicletas dos moradores. Lá está a bicicleta do meu filho mais velho, há muito tempo sem ser utilizada. Subo pelo elevador e ao chegar no meu apartamento, meu desapontamento aumenta. Lá está o meu filho, agarrado ao controle do vídeo game, jogando on-line com “amigos” que moram até mesmo em outras cidades e estados. Nesse momento, vejo-me na obrigação de mudar meus valores, caso contrário ficarei distante do convívio com aqueles que mais amo.

Agora, ao invés de ensinar a pedalar, preciso aprender como utilizar o joystick e derrotar os inimigos virtuais. Estejamos prontos para as mudanças e entendamos de uma vez por todas que o mundo ao nosso redor vive uma nova realidade. Fica o alerta: precisamos entender e extrapolar a zona de conforto para nos aproximarmos mais do trabalho, das pessoas ao nosso redor e da plenitude da nossa vida.

* Antonio Moura é secretário municipal de Proteção ao Meio Ambiente de Maceió. É graduado em Administração e Marketing com pós-graduações em Docência do Ensino Superior e em Gestão de Pessoas.