Roberto Baia

30 de março de 2016

Célia em novo partido

O Partido Social Liberal (PSL) está sendo fortalecido em Arapiraca com a adesão da prefeita Célia Rocha, que deixou o PTB e ainda levou consigo mais três vereadores.

Segundo apurou a reportagem da Tribuna, Célia Rocha teria optado em ingressar no PSL em razão da ida do senador Fernando Collor à nova legenda.

 

Antônio Albuquerque

Antes sem expressão, o PSL agora ganha corpo no segundo maior colégio eleitoral de Alagoas.

Em nível estadual, o partido será comandado pelo deputado estadual Antônio Albuquerque.

 

Vereadores

Além de Célia Rocha, também ingressaram no PSL os vereadores Márcio Marques (eleito pelo PSC), Edvanio do Zé Baixinho (que foi eleito pelo PT, ingressou no PROS e agora desembarca no PSL) e o vereador Josias Albuquerque, que estava no PSD e decidiu acompanhar o grupo no novo partido.

 

Será candidata?

Na manhã de terça-feira (29), após confirmar sua filiação com os vereadores ao PSL, a prefeita Célia Rocha reassumiu o cargo em Arapiraca, depois de idas e vindas para tratamento de saúde.

O retorno da gestora ao cargo aumentou ainda mais os boatos acerca da eleição no próximo mês de outubro.

 

Não confirmou

Assessores mais próximos de Célia não confirmaram se a prefeita definiu se sairá candidata à reeleição.

Por conta de problemas de saúde, a prefeita se afastou por quase 40 dias para realização de exames e tratamento médico em São Paulo.

 

Yale e Nezinho

Caso não seja candidata à reeleição, o nome do vice-prefeito Yale Fernandes tem sido bem acolhido dentro do PMDB, assim como o nome do deputado estadual Ricardo Nezinho, também filiado ao PMDB.

No caso dos vereadores Márcio Marques, Edvânio do Zé Baixinho e Josias Albuquerque todos os três já confirmaram que são pré-candidatos à reeleição à Câmara Municipal de Arapiraca.

 

Velho Chico

O projeto de monitoramento de peixes (ictiológico) realizado desde 2009 no Baixo São Francisco pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) revelou o retorno da espécie curimatã pioa à região. O peixe é endêmico da bacia hidrográfica do rio São Francisco, onde é popularmente conhecido como bambá piau.

 

Retorno da espécie

De acordo com relatos de pescadores, comprovados pelo monitoramento, a espécie estava praticamente desaparecida na área. Agora os técnicos da Codevasf vão aprofundar os estudos para identificar se o retorno da espécie está relacionado com os peixamentos realizados pela Companhia, que desde 2014 produz a espécie em centros especializados e a insere no São Francisco por meio de peixamentos.

 

Arapiraca

Os estudantes do Ensino Fundamental de Arapiraca, que estão participando do Programa Educação Emocional, têm agora uma nova ferramenta para auxiliar na prevenção à violência no município. Cerca de 20 mil livros com a metodologia Liga Pela Paz começaram a ser entregues, no final da semana passada.

 

Prevenção à violência

A iniciativa, que busca a prevenção à violência por meio do desenvolvimento das competências emocionais dos alunos e a melhoria da aprendizagem, é resultado da parceria da Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev), da Prefeitura de Arapiraca e da organização Inteligência Relacional.

 

 

… Segundo o titular da Seprev, Jardel Aderico, o programa tem como objetivo criar uma “engrenagem efetiva de respostas aos casos de violência, prevenindo a vulnerabilidade social através da educação”.

 

… “Essa Metodologia veio para contribuir com o ensino e aprendizagem de nossos alunos. E também com o trabalho de nossos professores para que possamos compreender melhor nossas crianças”, declara a diretora da Escola Zélia Barbosa Rocha, Maria Shirley Matias Teixeira.

 

 

… As duas primeiras etapas para aplicação da Liga Pela Paz, o Seminário de Sensibilização e a Formação Inicial dos Educadores, segundo Nayara Stheffany Tenório de Barros, uma dos 800 professores capacitados pela equipe multidisciplinar da Liga, foram muito importantes para ampliar os horizontes de uma educação cada vez mais inclusiva e cidadã.

 

… “Eu vi que [a Metodologia] é algo bem organizado. Eu tinha noção que essa questão da emoção [dos alunos] é fundamental para a aprendizagem, mas a Liga veio fortalecer o que eu já imaginava”, destaca Nayara.