Flávio Gomes

23 de março de 2016

Herói sem caráter

Francisco Balestrin, no site “Diário do Poder”: “Há diversas formas de envelhecer, e talvez a mais pesarosa seja desaparecer em nosso próprio esquecimento. É o que ocorre com aquele avô que você adora, um sujeito admirável, hábil contador de histórias e divertido companheiro de parques e circos, mas que, de repente, torna-se irreconhecível. Começa a provocar situações constrangedoras e deprimentes, muitas vezes feitas de gritarias, xingamentos, agressões físicas ou simples falta de bom senso. Abandonado à demência, descola-se da pessoa que foi para vestir outra identidade. É dessa forma que prefiro pensar no ex-presidente Lula – um bom avô que o Brasil um dia teve e que inspirou milhões de pessoas, convencidas da possibilidade de reformas estruturais na sociedade. Hoje, no entanto, transformou-se em um homem perdido, de discursos desatinados, de atos obscenos e que não mais reconhecemos… Logo cedo, na escola, conhecemos Macunaíma, personagem da obra prima do escritor brasileiro Mário de Andrade. Então, entendemos a natureza de um herói sem nenhum caráter: é mentiroso, traidor, briguento, preguiçoso. Demonstra acolher todo o mundo, mas também rouba e trapaceia sem remorso. É nisso que penso enquanto acompanho as notícias recentes que confirmam o aceite de Lula para o comando da Casa Civil, em um golpe desesperado para se manter no poder.”

 

Eleição já

A vereadora Heloísa Helena (Rede/AL) defende eleições diretas ainda neste ano: “É um argumento fraudulento, demagógico e repugnante dizer que existe golpe de um lado ou de outro. O que esperamos é entregar ao povo brasileiro a possibilidade de discutir e decidir seu destino. Não é justo que de repente alguém morra no meio das manifestações e seja levado como estandarte para viabilizar posição a ou b”.

Pressão

Tão logo teve seu nome incluído na comissão da Câmara dos Deputados que cuida do impeachment, Maurício Quintella foi anunciado como um voto certo em favor de Dilma Rousseff. Não é o que parece. Pelas redes sociais o deputado diz que avalia a situação. E é assediado, por amigos e eleitores, para votar pelo impeachment.

Postura

Explicitamente, disse anteontem Cícero Almeida pelas redes sociais: “O processo de impeachment está em andamento. E ninguém poderá me induzir a votar contra a vontade do povo. Se havia alguma dúvida sobre o que eu penso em relação a essa catástrofe política, agora não haverá mais. Sou a favor do povo brasileiro.”

Estocada

Em entrevista ao programa “Conjuntura”, da TV Mar, o advogado Omar Coêlho criticou Marcelo Lavenère, alagoano radicado em Brasília, por ter votado, no Conselho Federal da OAB, contra o impeachment de Dilma Rousseff. E lembrou que Lavenère foi quem subscreveu, como presidente da OAB nacional, o impeachment de Collor.

Predicado

O senador Benedito de Lira está dando atenção especial à candidatura a prefeito, em Arapiraca, do deputado estadual Tarcizo Freire, agora filiado ao seu PP. Ironizado por adversários por ter sido soldado da PM, Tarcizo é também bacharel em Direito. Biu de Lira diz que o parlamentar é “um exemplo de quem subiu na ida”.

Para anotar

O ex-deputado estadual Judson Cabral, atualmente presidente do Serveal, ainda não se decidiu sobre as propostas que tem recebido para deixar o PT. Duas certezas, porém: não ficará no partido e nem será candidato a vereador. Se aceitar convite do PMDB será para ser vice de Cícero Almeida na disputa pela Prefeitura de Maceió.

Sem limite

Sebastião Neri, ontem, na “Gazeta de Alagoas”: “Como Lula mesmo falou, o Brasil está criando uma jararaca. Um Coronel Jararaca. Ele não fala, morde. Ele não diz, xinga. Ele não disputa, rouba o jogo. Não quer aliados, correligionários. Quer vassalos, escravos. Não quer um partido. Quer uma gangue para roubar, roubar, roubar.”

 

*Hoje, Dia Mundial da Meteorologia, o Instituto de Ciências Atmosféricas promove palestra do professor Roberto Fernando da Fonseca Lyra, doutor em Física da Atmosfera pela Université Paul Sabatier, de Toulouse, França. Às 15 horas, no ICAT.

 

*O curso de Agroecologia da Ufal promove hoje a 2ª edição do Café com Agroecologia, com o tema “Mulheres na Agroecologia – Gênero e opressão no campo”. A partir das 16h30m, na Praça da Paz, no Campus A.C. Simões, em Maceió.

*Para comemorar o Dia Mundial da Água, 22 de março, o Campus Arapiraca da Ufal iniciou ontem programação de palestras e mesas-redondas com a temática “Água e Educação: uso racional antrópico, agrícola e ambiental”. O encerramento é hoje.

*A Livraria Leitura, no Parque Shopping Maceió, recebe hoje, às 19 horas, o jornalista e escritor Leandro Narloch, autor da série “Guia Politicamente Incorreto” – do mundo, da América Latina e do Brasil. Ele dará palestra, com acesso gratuito.

 

*A Secretaria de Educação de Arapiraca, em parceria com a Liga pela Paz Inteligência Relacional, entrega hoje 20 mil kits de livros da Metodologia da Educação Emocional. A solenidade será à tarde, na Escola de Tempo Integral Zélia Barbosa Rocha.

 

* O CRB precisa de uma vitória hoje, por qualquer resultado, contra o Estanciano/SE, às 21h45m, no Trapichão, para garantir vaga na próxima fase da Copa do Nordeste. Se estiver acompanhada e vestida de vermelho ou branco mulher entra de graça.

 

 

“Só um presidente mau caráter seria capaz de pedir, ao ministro que indicou, algo capaz de emporcalhar sua biografia”. 

Carlos Veloso

 Ex-presidente do STF e do STJ