Flávio Gomes

15 de março de 2016

O balaio é o mesmo

Do jornalista Carlos Chagas, no site “Diário do Poder”: “Como ficarão Lula, Dilma e o PT, depois dos resultados de domingo? Com a rejeição popular, foram os três atrás da vaca: para o brejo. Como um não vive sem o outro, a derrota foi dos três. Não haverá como um continuar sem os outros dois. Imaginar o ex-presidente virando ministro e salvando o resto do mandato da sucessora? Ou a atual concluindo uma política econômica em condições de tirar o país da falência? Quem sabe supor os companheiros elegendo em outubro a maioria dos prefeitos e vereadores, e dois anos depois escolhendo o novo presidente da República? Nem pensar. A Dilma não existirá sem o Lula, nem este sem o PT. Sequer o conjunto sem as unidades, se raciocinarmos em médio prazo. A curto, pior ainda, porque trinta dias passam num instante. Se ao fim de um mês o PMDB ainda estiver disposto a desembarcar, só restará ao trio maravilha antecipar o processo e livrar-se logo agora dos sete ministros peemedebistas. Lula, Dilma e o PT ficarão soltos no espaço, sem rumo. Faltando-lhes popularidade, ainda sobreviveriam, mas amplamente rejeitados, vão para o mesmo balaio dos sem-terra, dos sem-casa e dos sem-piscina: tornaram-se os sem-povo…”

 

Sucesso

A manifestação contra Lula e o PT e pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff no domingo reuniu em Maceió cerca de 25 mil pessoas, sem contar as que ficaram torcendo nas sacadas dos prédios e as que se amontoavam nas calçadas. E tinha muita gente além da “raça ariana golpista” e da “elite branca”, que eram maioria.
 

Memória

 

Simpatizantes do PT reagem às manifestações contra o governo da mesma forma que no caso de denúncias contra a tropa palaciana: desqualificando os opositores. No caso dos atos públicos, vale dizer que foi a classe média quem foi às ruas pela Constituinte, Anistia, pelas “Diretas Já” e pelo impeachment de Fernando Collor. E ganhou todas.

 

Registro

 

Um ponto marcante do ato “Fora, Dilma, e leve o PT junto”, em Maceió, foi a homenagem ao Promotor de Justiça Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, que está de saída da Secretaria de Segurança Pública. O pai dele, Carlos Mendonça, foi saudado efusivamente, quando os manifestantes o viram na varanda do seu apartamento.

 

Ganho

 

A se confirmar a filiação ao PMDB, a candidatura do deputado federal Cícero Almeida a prefeito de Maceió ganha um fôlego e tanto. Não apenas pelo apoio do senador Renan Calheiros e do governador Renan Filho, mas também pela estrutura do PMDB, um dos partidos mais bem organizados em Alagoas. Pior para Rui Palmeira.

O que vale

O deputado federal Ronaldo Lessa ganhou cargos na Prefeitura de Maceió e passou a apoiar a reeleição de Rui Palmeira. João Henrique Caldas, seu colega de Câmara, que define nesta semana um novo partido, perdeu cargos na prefeitura e passou a ser oposição a Rui. Indaga-se: cadê a ideologia tão proclamada nos discursos políticos?

Solidariedade

Já estão sendo recebidas as doações para o 2º Bazar da Solidariedade, que acontece no dia 2 de abril, das 8 ao meio-dia, no Sesc Poço. O evento tem o objetivo de ajudar os jornalistas Carlos Miranda e Olívia de Cássia. As doações, de qualquer produto, devem ser entregues na Fecomércio, Sesc, Senac, AMA ou Sindicato dos Jornalistas.

Risco

Do jornalista Kennedy Alencar: “Há um diagnóstico político que une o ex-presidente Lula, o presidente do Senado, Renan Calheiros, e senadores tucanos e peemedebistas: como a presidente Dilma Rousseff não consegue liderar uma reação às crises política e econômica, isso aumenta a chance de impeachment nos próximos meses.”

 

*Do ex-senador Arthur Virgílio, prefeito de Manaus, uma das principais lideranças do PSDB: “Resolver a crise é fácil? É rápido? Sair um (presidente) e entrar outro resolve? Ou estamos perdendo tempo? Qual a qualidade de país que vamos herdar?”

*Interessados em trabalhar com produção audiovisual, com a temática da agroecologia, têm até hoje para se inscrever na seleção para novos integrantes da TV Agroecologia. É uma iniciativa de alunos do Centro de Ciências Agrárias da Ufal.

*Com o tema “A química no mundo das artes”, acontece no Campus Arapiraca da Ufal, de amanhã a 6ª feira, 18, o 3º Simpósio de Química de Alagoas. O período de inscrição se encerra hoje. O evento é aberto a todos os que se interessarem pela temática.

*Há 90 vagas do curso de Vendedor de Serviços e Produtos Ópticos pelo Programa Senac de Gratuidade, para pessoas de renda familiar mensal de até dois salários mínimos federais. Inscrições:http://ead.senac.br/cursos-por-area/gratuito/.

*Os transportadores complementares licitados que atuam no chamado Transórte Complementar devem procurar a Arsal, de 29 de março a 3 de maio, para substituição gratuita da faixa dos seus veículos. Contato: www.arsal.al.gov.br.

*Revelação da pesquisa Global Entrepreneurship Monitor, patrocinada pelo Sebrae: em 2015, a taxa de empreendedorismo no Brasil foi de 39,3%, o maior índice dos últimos 14 anos. Representa quase o dobro de 2002, quando a taxa era de 20,9%.

*Independentemente da expulsão do goleiro adversário e da goleada de 4×1, o CSA, que sequer está garantido na Série D, mostrou domingo passado, mais uma vez, que tem um time bem melhor armado do que o CRB, nosso representante na Série B.


“Tem gente falando em coisa de R$ 3 milhões para mudança de partido”

Paulinho da Força

Deputado federal do Solidariedade/SP, comentando a barganha em que se transformou a janela para troca de partidos, que vai até 18 de março