Roberto Baia

7 de março de 2016

Contra a violência

O prefeito em exercício Yale Fernandes (PMDB) e a secretária municipal de Políticas para as Mulheres, Hyseth de Fátima, lançaram, ontem,  segunda-feira, 07, a campanha contra a violência à mulher com o tema “Mereço Respeito” e o slogan “Mais que flores, toda mulher merece respeito!”.

 

Vão intensificar

A Prefeitura de Arapiraca e a Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres vão intensificar as ações da campanha até o dia 20 deste mês, porém a iniciativa contra a violência à mulher vai perdurar até o final do ano, para conscientizar homens e mulheres a denunciar qualquer tipo de violência contra a mulher pelo Disque-Denúncia 181. Ligue. É de graça e sua identidade é preservada. Neste momento uma mulher está sendo agredida no Brasil ou em qualquer lugar do mundo. Denuncie.

 

Mapa da violência

Em novembro do ano passado, o Mapa da Violência 2015 sobre homicídios de mulheres no Brasil, Alagoas ficou em terceiro lugar entre os estados que mais mata mulheres no país. Maceió ficou registrada como a segunda capital brasileira com o maior percentual de homicídios do gênero.

 

Quinta posição

O Mapa da Violência 2015 apontou um aumento de 54% nos casos de violência contra a mulher no Brasil. Em Alagoas a incidência de casos registrou um percentual assustador: 92%.

Por outro lado, a cidade de Arapiraca, segunda maior do estado de Alagoas, saiu da quinta posição que ocupava em números de homicídios contra a mulher para a 146ª colocação em todo o país. A mudança se deve as ações de políticas públicas voltadas às mulheres.

 

A propósito…

Nesta terça-feira (8), Dia Internacional da Mulher, a Câmara Municipal de Arapiraca, realiza a partir das 19h30, Sessão Especial para comemorar a data.

A Sessão Especial foi proposta pela Professora Graça (PSD), em nome das vereadores Gilvania Barros (PMDB), Aurélia Fernandes (PSB) e Fabiana Pessoa (PPS).

 

Data histórica

Professora Graça lembrou que foi no dia 8 de março de 1857, que operárias de uma fábrica de tecidos, situada na cidade norte americana de Nova Iorque, fizeram uma grande greve, reivindicando melhores condições de trabalho, tais como: redução na carga diária de trabalho para dez horas (as fábricas exigiam 16 horas de trabalho diário), equiparação de salários com os homens (as mulheres chegavam a receber até um terço do salário de um homem, para executar o mesmo tipo de trabalho) e tratamento digno dentro do ambiente de trabalho.

 

Uma grande líder

A informação está no blog do jornalista Roberto Gonçalves: Faleceu na madrugada de ontem, (07), Dona Maria Rocha, uma das mais antigas lideranças comunitária de Arapiraca que  dedicou a sua vida a comunidade de Canaã.

Sua residência, sempre foi visitada por lideranças políticas de todos os partidos. Apesar da militância nunca foi candidata, no entanto, ajudou a muitos políticos ganhar a eleição.

 

Daniel Houly

Experiente e com um grande poder de liderança, Dona Maria Rocha orientou ao saudoso médico Daniel Houly a ingressar na política e foi forte colaboradora em duas vitórias para deputado estadual e vereador por Arapiraca.

 

Júlio Houly

Anos depois, a líder comunitária ajudou seu irmão Júlio Houly, que foi vereador em três legislaturas. Em 2012, Dona Maria Rocha teve participação na campanha de Rogério Teófilo (PSDB). Seu corpo foi velado em sua residência, no Canaã, e o sepultamento ocorreu às 17h, no Cemitério São João Batista de Canaã.  

 

Rota do mel

Trezentas e vinte famílias em situação de pobreza que residem em municípios da área de atuação da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) em Alagoas deverão ser beneficiadas este ano com inserção na Rota do Mel por meio do repasse de kits de apicultura familiar e de orientação técnica para iniciar a atividade.

A iniciativa da Codevasf integra as ações de inclusão produtiva do Plano Brasil Sem Miséria (PBSM) do Governo Federal, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Regional do Ministério da Integração Nacional. Até o final de 2015, cerca de 630 famílias já tinham sido inseridas em atividades apícolas para geração de trabalho e renda.

 

… Essa é a segunda etapa das ações de inclusão produtiva do Plano Brasil Sem Miséria na área de apicultura executada pela Codevasf em Alagoas. Na primeira, executada nos anos de 2013 e 2014, 630 famílias de 22 municípios da área de atuação da companhia no estado foram beneficiadas.

 

… Os kits de apicultura do PBSM são compostos por colmeias, macacões, cera alveolada, formão, fumigador, botas e luvas.

 

… “Atualmente estamos na fase de realização de parcerias com instituições para identificação de potenciais beneficiários e de elaboração de cadastro e validação de suas informações para que elas tenham acesso a esses kits. Iremos ainda retomar as atividades com os comitês gestores municipais do Plano Brasil Sem Miséria para verificar aqueles que não foram beneficiados na primeira etapa, mas que possuem interesse na atividade e que possuam perfil de acordo com os critérios do plano”, informou a chefe da Unidade Regional de Desenvolvimento Territorial da Codevasf em Alagoas, a economista doméstica Carla Pinheiro