Flávio Gomes

5 de março de 2016

Renuncia, Dilma!

De José Aníbal, ex-deputado federal pelo PSDB/SP e presidente do Instituto Teotônio Vilela: “Sob qualquer ângulo que se analise, vivemos dia a dia a iminência de descobrir se realmente existe ou não um alçapão no fundo do poço. Em 2015, ano em que amargamos uma retração de 4% na economia, cerca de 100 mil lojas fecharam no país, 1 milhão de alunos tiveram que trocar as escolas privadas pelas públicas e pelo menos 100 mil pessoas deixaram seus planos de saúde porque não tinham mais condições de pagar pelos serviços. O país perdeu 1,5 milhão postos de trabalho, o que produziu o número recorde de 9 milhões de desempregados. A paralisia é generalizada, e o impasse a que chegamos atinge fortemente, também, os gestores públicos do Brasil. Estão vivendo um cotidiano próximo ao pânico diante da escassez de recursos e, sobretudo, das incertezas quanto a cumprir suas obrigações inadiáveis nos próximos meses. Sabem que já não podem alimentar nem mesmo a ilusão de contar com qualquer socorro do governo federal. Este, depois de fantasiar sobre as contas públicas deste ano, que serão fortemente deficitárias, brinca com o fogo de um endividamento que pode ser insustentável. A tal ponto que já começa a despertar desconfiança quanto à capacidade do governo de, mesmo com reiteradas pedaladas, manter o precário equilíbrio da economia… Quem sabe Dilma se anime a fazer o único gesto pelo qual os brasileiros vão aplaudi-la: a renúncia pelo bem do Brasil!”

Memória

Divaldo Suruagy, o político alagoano mais vitorioso do seu tempo, falecido no ano passado, completaria hoje 79 anos de idade. Ele exerceu praticamente todos os cargos políticos existentes no Brasil: prefeito, deputado estadual, deputado federal (duas vezes) e governador (três vezes). Só não foi vereador e Presidente da República.

Finalmente

O ex-governador Téo Vilela saiu da toca. Ressurgiu em evento público ontem, em Arapiraca. E atacou: “Dilma Rousseff não possui mais condições de governar o País. É preciso pensar numa saída institucional para essa situação. Agora o Ministério Público, o Judiciário escancaram para o Brasil a verdadeira cara do governo petista”.

Solidário

Do deputado federal Paulão (PT), defendendo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva: “Se ele comprou apartamento, é dele e ele vai ter penalidade no Direito Civil. Vai ter que pagar tributos, imposto de renda, se não declarou… Mas isso é motivo de prisão? Só existe uma prisão do direito civil: não pagar pensão alimentícia”.

Ameaça

Se o PSDB aderir à causa, o PMDB garante o impeachment de Dilma Rousseff e a ascensão de Michel Temer à Presidência da República. Mas, diante dos fatos cada vez mais graves envolvendo os graúdos do PT, a renúncia de Dilma vem sendo colocada. Renan Calheiros e Temer, líderes no PMDB, se reaproximaram. É aí que mora o perigo.

Pinóquio

Disse o ex-presidente Lula sobre sua condução coercitiva, pela Polícia Federal: “Se o juiz [Sérgio] Moro e o Ministério Público quisessem me ouvir, era só ter me mandado um ofício e eu ia como sempre fui porque não devo e não temo”. Mais uma mentira de Lula, pois se recusou a ser ouvido pelo Ministério Público de São Paulo, anteontem.

Endosso

José Ugaz, presidente da ONG Transparência Internacional, elogiou a operação da PF: “O escândalo da Petrobras está mostrando que a corrupção é como câncer e não distingue ideologia ou classe social. Lula foi um presidente de esquerda conhecido pelas bandeiras sociais, mas este legado não serve de justificativa contra a corrupção.” 

Ressalva

Do juiz Sergio Moro, ao determinar que Lula fosse ouvido pela PF: “Expeça-se quanto a ele mandado de condução coercitiva, consignando o número deste feito, a qualificação e o respectivo endereço extraído da representação. Consigne-se no mandado que não deve ser utilizada algema e não deve, em hipótese alguma, ser filmado ou, tanto quanto possível, permitida a filmagem do deslocamento do ex-presidente”.

 

* De editorial de “O Estado de São Paulo”, sobre o atual momento político: “A maioria dos brasileiros já tomou partido na disputa entre os que lutam contra o fim da impunidade e os que tentam preservar um projeto de poder sustentado na corrupção”.

* Já estão liberados os informes de rendimentos dos servidores estauais, para a declaração do Imposto de Renda. Segundo a Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio, o acesso para informações se dá por meio do Portal do Servidor.

*Encerra-se hoje, na Galeria Gamma, na Jatiúca, a exposição “Um Monte de Verdades Por Aí”, que é aberta ao público, com trabalhos dos artistas Herbert Loureiro e Lucas Barros. A curadoria é de Henrique Gomes e Matheus Sandes.

*Hoje, a partir das 22 horas, no estacionamento do Shopping Pátio Maceió, haverá apresentação das bandas Conde do Forró, Cavaleiros do Forró, Forrozão das Antigas e Adalgiza, no show “Encanta Maceió”. Informações: 3324.1516.

*Está anunciada para hoje, às margens da Lagua Manguaba, das 15 horas até às 5 horas da manhã de amanhã, a festa “Sunset”, edição 2016, com 12 DJs, de vários Estados do Nordeste. Uma das atrações é o duo carioca Luthier. Contato: 99941.9526.

* Seketh Bárbara, consagrada com o sucesso “Bicha, Pague o Meu Dinheiro”, se apresenta hoje com o show “Serasa Tour”, na Festa Frenética, no Orákulo Choperia, em Jaraguá. A partir das 23 horas.Contato: www.eventick.com.br/frenetica-glam.

*A torcida do CSA está de parabéns. O clube nos últimos anos não tem conseguido bons resultados, em 2015 ficou nove meses parado no futebol, mas se faz presente aos estádios: tem a melhor média de público no Brasil, em 2016: 9.403 espectadores/ jogo.

 

“Na república são todos iguais perante a lei”

 Celso de Mello

 Ministro do Supremo Tribunal Federal, ao comentar a condução coercitiva de Lula pela Polícia Federal