Blog do Dresch

16 de fevereiro de 2016

A Zika e a subnotificação

Além da queda, o coice em toda esta onda que se espalhou pelo Brasil com o advento do indesejado vírus da zika, que tem assombrado muita gente. Isto porque a Organização Mundial de Saúde (OMS) acaba de divulgar dois estudos que atestam que antes da “era zika”, havia mais casos de microcefalia que o divulgado pelo Ministério da Saúde (MS), o que expõe a fragilidade das estatísticas oficiais no país.

Pelos dados do Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (Sisnac), a taxa de notificação de microcefalia no país até 2014 era de 0,5 caso para cada 10 mil nascimentos. Mas pesquisas de dois grupos do Nordeste mostram índices muito maiores.

Nos Estados Unidos, a prevalência da microcefalia varia entre 2 e 12 mil nascimentos. Considerando-se que por lá nascem 4 milhões de crianças ao ano, haveria então de 800 a 4. 800 casos de microcefalia por ano. Se projetadas as mesmas estimativas para o Brasil, onde há 3 milhões de nascimentos /ano, seriam de 600 a 3. 600 casos anuais. Os registros oficiais, porém, são de 150 ao ano, em média, até 2014.

No surto atual, iniciado em 2015, forma confirmados 462 casos de microcefalia ou outras alterações do sistema nervoso central, sendo 41 associados à zika. Mais 3. 852 registros são investigados.

Ao analisar diferentes bases de dados de recém-nascidos, os dois grupos de pesquisa encontraram um número muito maior de casos de microcefalia na “era pré-zika”. Extrapolando os achados para a população total, estimaram que, antes do vírus, o país teria pelo menos 6 mil bebês com a malformação por ano.     

      

Legado

Justa e muito bem-vinda a homenagem que a Universidade Estadual de Alagoas (Uneal) prestou na última sexta-feira (12), na cidade de Coruripe, ao ex-presidente presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) entre 1985 e 1987, o advogado alagoano Hermann Assis Baeta, falecido há pouco mais de um mês, aos 84 anos.

Hermann foi vanguardista nas principais discussões sobre a redemocratização do País em um período que trazer à baila este assunto era correr muitos riscos.   

E por conta desse legado que deixou para seus parentes e para a sociedade, a viúva do advogado, Anna Maria Baeta, recebeu das mãos do reitor da Uneal, Jairo Campos, o título de Honoris Causa ofertado em homenagem póstuma.

Durante toda sua vida, Hermann Baeta se dedicou à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), como lembrou sua mulher, Anna Maria Baeta,

 

 Adeus ao analógico

A partir de ontem (15) a TV analógica começou a ser desligada no país.  O município de Rio Verde, no Estado de Goiás, foi o primeiro município brasileiro a fazer a transição para a TV digital.

Sobre o assunto, este ano Brasília será a única capital a realizar a mudança de acordo com o cronograma divulgado pelo Ministério das Comunicações. Em outubro, o Distrito Federal e as cidades do entorno terão o sinal da TV analógica desligados.

O prazo para a mudança em todo o país foi adiado várias vezes e apenas em 2023 a TV digital será uma realidade em 100% dos aparelhos do país.

 

Adeus ao analógico 2

Segundo o governo, foi necessário dar mais tempo para a migração devido aos grandes eventos que o Brasil vai receber até 2018, como as Olimpíadas e a eleição presidencial daqui a dois anos.


Além disso, as redes de televisão terão um prazo maior para avisar aos telespectadores sobre o desligamento. Atualmente, a TV analógica recebe sinais de frequência modulada FM e converte em sinais de imagem e som.


Já a TV digital também recebe esta frequência mas transmite para dados digitais, como acontece com a internet acessada por meio de um transmissor wi-fi.


Para pegar o sinal digital, o aparelho precisa de um conversor embutido ou externo.

 

Mordida do ‘Leão’

O Banco Central (BC) começou a receber  ontem (15) a declaração anual da pesquisa de Capitais Brasileiros no Exterior (CBE) relativa ao ano de 2015.

Estão obrigadas a prestar as informações pessoas físicas e jurídicas residentes no país, que tinham no exterior ativos de valor igual ou superior a US$ 100 mil, em 31 de dezembro de 2015. A declaração deve ser entregue até as 18h do dia 5 de abril de 2016. O preenchimento da declaração é feito em formulário eletrônico que estará disponível na página do BC na internet.

Segundo o BC, o objetivo primordial da declaração é estatístico, pois contribui para que se conheça, de forma ampla e detalhada, os ativos externos que residentes no Brasil têm, auxiliando análises e pesquisas macroeconômicas.

 

Vândalos à solta

 Impressionante como boa parte desses integrantes das chamadas torcidas organizadas continua aprontando e espalhando o terror em dias de grandes jogos Brasil afora, desafiando a polícia e a Justiça. O mau exemplo desta vez veio de São Paulo, no último domingo, momentos antes da partida entre São Paulo x Corinthians, em uma das principais vias de acesso ao estádio onde se realizou o clássico. Integrantes da torcida “Independente” do São Paulo pintaram e bordaram com ações violentas contra torcedores do Corinthians que estavam em vários ônibus e que se dirigiam para o estádio.  A bagaceira só não foi maior porque o contingente policial chegou em tempo de evitar uma tragédia. 

 

Vândalos à solta 2

 Como esse tipo de ação de vândalos e criminosos travestidos de torcedores é uma espécie de ‘modus operandi’ espalhado por todo território nacional, em Alagoas a coisa não é muito diferente. E a propósito, é bom as autoridades se preocuparem logo porque no próximo domingo está marcado o clássico entre CSA x CRB, no Estádio Rei Pelé, e, como se sabe, os tais ‘torcedores’ já devem estar por aí traçando as estratégias do mal para assustar os torcedores de bem que pretendem se deslocar até o estádio para assistir ao clássico.   

 

 Vândalos à solta 3

 O que se tem claro nessas situações é que, por mais que a Justiça, Ministério Público e polícia anunciem medidas de combate aos maus torcedores infiltrados nestas torcidas, o remédio para inibir os atos de vandalismo ainda não surtiram o efeito desejado. A sensação que dá é que os marginais estão vencendo este jogo a cada embate e os verdadeiros torcedores alijados de assistirem ao espetáculo nos estádios de futebol e, por consequência, temerosos de levarem familiares, principalmente crianças, com receio do pior.   

 

 O Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran/AL) realizará nesta quinta-feira (18) uma Audiência Pública,  às 10h, para discutir e apresentar as regras que o órgão está normatizando acerca da Lei Federal nº 12.977 sobre o desmanche de veículos.

 

. A Lei, estabelecida em 20 de maio de 2014, determina que todos os Detrans do País regulamentem a atividade de desmontagem e comercialização de peças usadas ou remanufaturadas de veículos automotores.

 . Em outras palavras, a medida quer estabelecer que só irão poder comercializar peças usadas ou remanufaturadas as  empresas que tiverem cadastradas junto ao Detran.

 

O Preço Médio Ponderado ao Consumidor Final (PMPF) referente à tributação dos combustíveis passa por um reajuste em Alagoas, a partir desta terça-feira (16). A medida, publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) de ontem (15), atua como base para o cálculo do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviço (ICMS);   

 

Segundo o comunicado, o Estado de Alagoas passa a adotar na referida data, novos preços médios por litro da gasolina, álcool e outros combustíveis. Fica taxado a R$ 3, 7820 o valor da gasolina; R$ 3,0990 do diesel; R$ 2,9750 do óleo diesel; R$ 2,3200 do QAV; e R$3,0950 do AEHC.  O Gás Liquefeito de Petróleo também sofre alterações, com PMPF definido em R$ 4,1900;

 

Diante da substituição tributária, o Governo de Alagoas fica apenas responsável pela divulgação dos novos preços e não do processo de alteração e reajuste. Para maiores informações sobre a medida:http://goo.gl/tNmnch

 

Wellington Santos – Interino