Edmilson Teixeira

5 de fevereiro de 2016

Jequiá da Praia

Um dos mais tradicionais blocos do interior de alagoas comemora 25 anos agora em 2016 e prepara grandes surpresas para seu desfile, em Jequiá da Praia. Trata-se do  bloco “Cara de Pau” que desfila neste sábado de Zé Pereira, com concentração a partir das 14h ao lado da Colônia de Pescadores da cidade. Responsável por sempre homenagear os antigos Carnavais com marchinhas e muito frevo, o bloco este ano será acompanhado pela orquestra de frevo Força Jovem. O idealizador do bloco, Manoel Coelho, informou que serão sorteados 25 prêmios doados por amigos do bloco.  A entidade carnavalesca Cara de Pau se enquadra nas características das agremiações do Carnaval pernambucano, privilegiando o frevo. A camisa do bloco pode ser adquirida no dia do desfile, por apenas R$ 10,00.

 

Palmeira dos Índios

Apesar de seu envolvimento na “Operação Carranca” deflagrada pela Polícia Federal em 2007, o vereador palmeirense, Val Basílio, que até chegou a ser preso, hoje anda rindo à toa da cara da sociedade, da Justiça e do Ministério Público Federal. O motivo é o engavetamento, ou seja, a demora do seu julgamento em função da lentidão do judiciário. Caso seja condenado, Val Basílio terá cassado o mandato de vereador.

Palmeira- caso

 Na época em que foi preso pela PF, Val Basílio era o presidente da Câmara de Palmeira dos Índios. Segundo o Ministério Público Federal em Alagoas (MPF/AL) a “Operação Carranca” ocorreu após ser constatado o desvio de verbas públicas federais destinadas a obras públicas em municípios alagoanos. No entanto, o MPF disse que a quadrilha era chefiada por Val Basílio – administrador de empresas “laranjas” – e que ele elaborava propostas em conjunto para lucrar mais com licitações fraudadas.

Palmeira – mapa

A quadrilha foi apontada na denúncia – do MPF – como sendo responsável pela prática de crimes contra a administração pública ligada a licitações e contratos de obras nos municípios alagoanos de Major Isidoro, Batalha, Água Branca, Viçosa e Palmeira dos Índios, ocorridos entre 2005 a 2007.

Barra de Santo Antônio

A Secretaria de Cultura e Turismo da Barra de Santo Antonio comunica que o bloco “Flapaixão” sairá na segunda-feira de Carnaval. O Flapaixão é uma homenagem à todos os flamenguistas ou amigos do Flamengo. Sua concentração será às 13 no trevo da cidade com trio e Banda Kolegas de Quarto.

Embrapa

Após o anúncio do ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro, no final do ano passado, que Alagoas vai receber uma unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa); na última sexta-feira, a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Kátia Abreu, anunciou a autorização para a criação de um centro de pesquisas da Embrapa no Estado de Alagoas.

Embrapa – apoio

“Desde meu primeiro ano de mandato na Casa de Tavares Bastos defendo a instalação da Embrapa para Alagoas, e hoje comemoro a criação desta nova unidade, a partir da base que a instituição já tem em Rio Largo, permitindo mais avanços no segmento agropecuário. Esse é um passo importante e necessário para o desenvolvimento do nosso Estado, da agricultura familiar, dos assentados da reforma agrária e comunidades tradicionais, que passará a proporcionar alimentos mais acessíveis, principalmente, neste momento de crise econômica no nosso país” comemorou o deputado Inácio Loiola.

Penedo

Oficialmente o Carnaval de Penedo será aberto nesta sexta-feira, quando acontece a tradicional “Lavagem do Rosário”. Assim como nos anos anteriores, milhares de foliões devem prestigiar a solenidade que mostra a ligação de um povo às suas raízes.

Penedo – origem

A pesquisadora  Cristina Sanchez, diz que a  lavagem nas igrejas é uma tradição de origem portuguesa, absorvida pelo sincretismo africano em sua feição. Ou seja: veio de Portugal nos tempos do Brasil Império, da tradição católica onde o povo fazia penitências e promessas aos santos de maior adoração, de varrer, lavar, enfeitar e zelar das igrejas. Da África, os escravos trouxeram para o Brasil a cerimônia das “Águas de Oxalá” que consiste em uma procissão representando a viagem de Oxalá, que foi acometido por injustiças durante todo o percurso de sua jornada ao Reino de seu filho. O ritual afro simboliza uma homenagem a esse orixá (divindade), com rezas, cantos e oferendas.

Capela

Como forma de incentivar os blocos carnavalescos de ruas, a Prefeitura de Capela promove neste sábado à tarde, um grande concurso, a fim de eleger as melhores agremiações de 2016. “Em Capela reina uma tradição grande de blocos, sobretudo pela irreverência e a alegria contagiante de todos, unidos num só coração” comenta o folião Beto do Alfredo. “Tanto na cidade, como no distrito de Santa Ifigênia, haverá Carnaval em praça pública, patrocinado pela Prefeitura” garante o prefeito Eustaquinho.  

Chuva de verão  

As constantes chuvas que vêm caindo no interior alagoano aliviaram a situação de muitas Prefeituras, sobretudo do agreste e sertão, que estavam no sufoco para garantir água nas cidades e povoados, por meio de cara pipa. As notícias que nos chegam, são de que os riachos estão com água, assim como os barreiros e milhares de cisternas que foram implantadas nesses últimos anos com recursos federais.