25 de janeiro de 2016

Alergias.

Às vezes pensamos que são poucos os alérgicos. Nada. São muitos. Como dizia aquele amigo brincalhão: vários e diversos.

As alergias são reações do nosso organismo a algum agente do universo que nos rodeia. Pode ser de contato com partículas ou objetos ou de aspiração e ingestão.

Claro não sou alergista. Como ortopedista, passarei uma ideia geral para auxiliar aos leigos.

Sempre que for a um profissional da área de saúde que indique um medicamento de uso interno ou externo, informe se tem algum tipo de alergia.

Alergia aos medicamentos quase sempre é a analgésicos e anti-inflamatórios. Dipirona e ácido acetil salicílico. Alguns raros são ao paracetamol. Assim a qualquer sintoma de alergia deverá a pessoa procurar um alergista.

Alergia respiratória. Também complicada. Pelos, poeira, ácaros, etc. Manter sempre o ambiente de casa e do trabalho limpos. Evitar usar tapetes e carpetes no chão e nas paredes.

Os aparelhos ventiladores e de ar condicionado são inimigos caso não sejam limpos cuidadosamente. Principalmente o aparelho de ar condicionado deverá ser higienizado por profissionais capacitados uma vez a cada seis meses. Essa higienização será a limpeza interna. Lembrar também do ar condicionado do carro.

Alimentos simples ou sofisticados podem desencadear alergia. Existem doenças específicas que deverão ser tratadas cuidadosamente, como os sensíveis ao glúten. Outros alimentos causam alergia até uma determinada idade. Depois desaparecem. Fui vítima de alergia ao camarão quando criança. Ficava todo em bolotado. Meus amigos me chamavam de monstro. Quando na adolescência fiz um teste com uma deliciosa lagosta e nunca mais tive problemas. Ainda bem!