Blog do Dresch

22 de janeiro de 2016

Trânsito terá ações integradas no carnaval

                   O Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran) pretende desenvolver ações integradas de controle, fiscalização e monitoramento do trânsito, na capital e no interior, neste carnaval. Para o diretor-presidente do orgão, Antonio Carlos Gouveia, “o importante é fazer com que motoristas e pedestres tenham a tranquilidade garantida no período” explicou ele. Gouveia reuniu esta semana, representantes de diversos orgãos fiscalizadores do trânsito no auditório do Detran, e apresentou sua proposta de integrar as ações durante o carnaval.

Planejando o carnaval 2

                   O trabalho dos orgãos de trânsito abrange o carnaval, o pré-carnaval e o pós-carnaval, por isso mesmo a importância de desenvolver atividades conjuntas no combate às infrações e imprudências no trânsito, principalmente por ser um período de alto consumo de álcool. “Nossa meta é repetir o trabalho realizado em 2015, quando não houve registro de vitimas fatais no carnaval. No ano passado conseguimos salvar um total de 160 vidas, e pretendemos aumentar ainda mais este número neste ano de 2016” salientou o diretor-presidente do Detran.

Violência contra jornalistas

                   Aumentou o numero de atos violentos praticados contra jornalistas brasileiros no ano de 2015, segundo relatório divulgado ontem pela Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj). Foram 139 ocorrências registradas no ano passado, contra 129 em 2014, de acordo com o “Relatório da Violência contra Jornalistas e a Liberdade de Imprensa no Brasil”. Dois jornalistas foram assassinados (foram três em 2014) e outros nove comunicadores (cinco radialistas, dois blogueiros e dois comunicadores populares) foram mortos. Em 2014 foram quatro. “A violência por encomenda, que era caracteristicamente direcionada aos jornalistas, passou a atingir também radialistas, blogueiros e outros comunicadores. À exceção dos radialistas, são áreas menos protegidas e mais expostas à violência” explicou o presidente da Fenaj, Celso Schröder. A entidade contabilizou ainda 49 casos de agressão física, 28 casos de ameaças ou agressão, 16 casos de agressões verbais, 13 impedimentos do exercício profissional, nove casos de cerceamento da liberdade de expressão por meio de ações judiciais, oito prisões e um caso de censura. A Fenaj contabiliza ainda dois casos em que a categoria foi atingida como um todo, em episódios contra a organização sindical. Schröeder acrescenta ainda que os episódios de violência relacionados a manifestações (que explodiram em 2013 e foram altos também em 2014) diminuíram no ano passado.

 

Felinos maltratados

                   Pelo menos 100 gatos e cinco cães foram resgatados pela Vigilância Sanitária de São Paulo em uma clinica veterinária na cidade de Tatuí. Eles estavam sem água e comida e apresentavam sinais de fraqueza e absoluta desnutrição. Estavam muito magros e alguns não conseguiam nem se levantar. A Vigilância foi até o local junto com a Guarda Municipal atendendo ao apelo de vizinhos, que se queixavam do mau cheiro da clinica, que estava sem alvará de funcionamento e outros documentos desde 2013. Vários animais estavam em gaiolas metálicas, com pouco espaço e sem nenhuma alimentação.

Felinos maltratados 2

                   A clinica funcionava principalmente á noite, e o atendimento após as 22h custava R$ 100. No local foram encontrados frascos de medicamentos e de vacinas com prazo de validade vencida. A veterinária Mara Rubia Fornazari, responsável pela clinica, disse que fazia um trabalho de acolhimento a animais encontrados na rua, e muitos foram recolhidos em condições físicas graves. Ela foi autuada por manter a clinica em condições irregulares e vai responder a denúncias de maus tratos a animais, além de ter de responder no Conselho Regional de Medicina Veterinária.

 

 

Acesso à pré-escola

                   Crianças na faixa etária de 4 e 5 anos foram as que mais avançaram no acesso á educação básica nos últimos dez anos. Dados da ONG Todos Pela Educação mostram que, de 2005 a 2014 o percentual de atendimento á pré-escola evoluiu de 72,5% em 2005 para 89,1% em 2014, o que significa uma variação de quase 17 pontos percentuais. Também houve um considerável avanço no acesso a educação básica para as crianças e jovens de 4 a 17 anos, passando de 89,5% para 93,6%, um aumento de 4 pontos percentuais no período avaliado. A pesquisa tem como objetivo monitorar a meta 1 da entidade, garantindo que até 2022, 98% dessas crianças estejam matriculadas na escola, ou tenham concluído o ensino médio.

Acesso à pré-escola 2

                   Na faixa dos 4 aos 17 anos, o acesso dos alunos à educação básica cresceu mais na zona rural que na urbana. No campo o acesso passou de 83,8% para 92,5%, e o da área urbana foi de 90,9% para 93,9%. Isso mostra que o Brasil cresceu na inclusão, principalmente junto a uma população historicamente excluída. Na área rural estão os 25% mais pobres, os pardos e os negros. Eles constituem o grupo que mais cresceu e representam uma grande conquista no setor educacional que merece ser ampliada para atingirmos as metas até 2022.

 

 

  • Imagens de satélite revelaram que o mais antigo mosteiro cristão no Iraque foi destruído por jihadistas do Estado Islâmico.
  • O Mosteiro de São Elias ficava em um morro ao norte da cidade de Mossul e sua construção datava de 1,4 mil anos atrás. Por estar em uma área controlada pelos jihadistas, não se sabia da sua destruição, que deve ter acontecido no fim de 2014, após o EI ter cercado a cidade e se apoderado da mesma.
  • O Estado Islâmico tem atacado cristãos e outras minorias no Iraque e na Síria, tomando propriedades e forçando conversões ao Islã, o pagamento de um imposto comercial ou a saída do local.
  • O Mosteiro de São Elias, ou Deir Mar Elia, foi construído por monges assírios no fim do século VI, e mais tarde passou aos domínios da Igreja Católica.
  • Em 1743, seus monges receberam um ultimato das forças persas para se converterem ao Islã. Eles recusaram e, segundo a história, pelo menos 150 deles foram assassinados.