Roberto Baia

17 de janeiro de 2016

Alto Sertão

Em reunião realizada na quinta-feira (14), o diretor-presidente do Instituto de Inovação para o Desenvolvimento Rural Sustentável de Alagoas (Emater-AL), Carlos Dias, discutiu com a prefeita do município de Água Branca, Albani Sandes, proposta de convênio entre o Instituto e a Prefeitura para a realização de serviços de assistência técnica e extensão rural no município.

 

Gestores municipais

 

De acordo com Carlos Dias, a proposta foi discutida com outros gestores municipais e parte de um modelo de parceria entre Estado e prefeituras que já deu certo outras em regiões do Brasil.

 

Melhorias

Para a prefeita Albani Sandes, a expectativa é que o convênio promova melhorias na qualidade de vida do pequeno agricultor local. “Os benefícios são enormes e traz ainda a possibilidade de melhorias socioeconômicas para o município como um todo. Essa é nossa esperança. Agradecemos ao governador Renan Filho pelo excelente governo e por proporcionar através do presidente da Emater, Carlos Dias, momentos como esse que nos permite enxergar um melhor horizonte no futuro”, afirmou a Abani Sandes.

 

Terceira idade

Para o Sesc Alagoas, carnaval não tem idade. Prova disso é a programação feita especialmente para a Pessoa Idosa, através do Trabalho Social com Idoso (TSI). Para quem prefere os tradicionais Bailes Carnavalescos, no dia 27/01 será realizado um na Unidade Sesc Poço, e no dia 28/01, na Unidade Sesc Arapiraca.

 

“Já fui bom nisso”

Para os adeptos ao carnaval de rua, no dia 29/01 O Bloco “Já Fui Bom Nisso e Ainda Sou”, vai movimentar as ruas de Maceió, e no dia 04/02, é a vez dos idosos de Arapiraca caírem no frevo no Bloco “Comigo Ninguém Pode”.

 

Concentração

O “Já Fui Bom Nisso e Ainda Sou” foi criado pelo TSI em 2004, com o intuito de reviver e contagiar a todos com a alegria do período carnavalesco. Em sua 12ª edição, levará muito frevo às ruas do Comércio, Moreira Lima, Livramento, Alegria e Boa Vista. A concentração será às 15h.

Com concentração na Unidade Sesc Arapiraca, o Bloco Comigo Ninguém Pode leva muita animação, frevo e marchinhas à terceira idade de Arapiraca.

 

Camisetas

As camisetas dos blocos são exclusivas para idosos inscritos no TSI. Para adquiri-las basta trocar 1 litro de leite longa vida (caixa), na Unidade Sesc Poço, a partir do dia 18/01/2015 ( Bloco “ Já Fui Bom Nisso e Ainda Sou” e no dia 25/01/2015 (Bloco “ Comigo Ninguém Pode”) na unidade SESC Arapiraca.

 

Perímetro urbano

Representantes das comunidades rurais de Canaã e Capim participaram, na manhã de sexta-feira (15), no Centro Administrativo Municipal, de reunião para apresentação da proposta de criação e validação do novo perímetro urbano de Arapiraca.

 

Subsecretário

Os trabalhos foram coordenados pelo subsecretário municipal de Desenvolvimento Urbano, Robério Calista, com apoio de técnicos da equipe de Geoprocessamento e do Grupo de Tecnologia da Informação (GTInfo) da Prefeitura de Arapiraca.

 

Lideranças

A proposta tem como base os dados cartográficos, fotos de satélite e levantamento de campo realizados pela prefeitura, com base no Plano Diretor Municipal de 2006.

Durante a reunião com as lideranças comunitárias do Canaã e Capim, o subsecretário Robério Calista disse que a proposta da gestão da prefeita Célia Rocha visa regularizar os dados cartográficos, facilitar o planejamento de ações do poder público e de outras instituições, bem como evitar a especulação imobiliária na área rural.

 

 

 

Bairro violento

Do jornalista Sandro Melo: O bairro Manoel Teles, durante décadas, foi considerado um dos mais violentos de Arapiraca e dominado pelos traficantes. Uma prova disso aconteceu em fevereiro deste ano, quando as forças de Segurança Pública realizaram uma Operação Policial, capitaneada pelo 3º Batalhão de Polícia Militar para garantir que equipes de limpeza do poder público municipal limpasse uma área de mata utilizada pelos bandidos.

 

Finalmente a paz

Após a intervenção policial, finalmente a Paz voltou aos moradores de uma das comunidades mais carentes da cidade. Os cidadãos ganharam a ONG Manoel Teles Solidário, um projeto solidário para as crianças, adolescentes e jovens, que visa proporcionar à comunidade a prática regular de atividades educativas, cidadãs e esportivas. A idealizadora dessas ações é Edneusa Gadi, moradora e líder comunitária.

 

… A ONG Manoel Teles Solidário apresentou, recentemente, o balanço das ações que foram desenvolvidas ao longo de 2015, em um dos bairros mais carentes e considerados por anos, um dos locais mais violentos de Arapiraca e que era dominado pelo tráfico de drogas.

 

… Hoje, a realidade mudou, o local está pacificado, graças às ações do poder público e as intervenções das forças de segurança pública que deram a paz para os moradores.

 

… “O ano de 2015 foi muito bom. Agradeço a Deus por tudo o que foi feito. Nós temos 100 pessoas que são atendidas pela ONG. O projeto tem como finalidade trabalhar o lado social para todas as nossas crianças, adolescentes e jovens que residem no bairro Manoel Teles. O projeto está sendo muito bem recebido. Queremos sensibilizar a comunidade na prevenção das violências e promover a Paz”, disse Edneusa Gadi.