Blog do Dresch

30 de maio de 2015

Mais atenção com o pé diabético

                   Alagoas ganhou ontem á noite o Instituto Jackson Caiafa, que pretende se dedicar em tempo integral ao paciente portador do chamado “pé diabético”. A doença faz Alagoas ocupar, proporcionalmente, o primeiro lugar a nível nacional em número de amputações. O Instituto é fruto de um trabalho do cirurgião vascular Guilherme Pitta, um dos mais renomados especialistas na área, reconhecido nacionalmente. “O Instituto pretende ser um orgão que vai trabalhar no diagnóstico do problema do pé diabético em Alagoas, organizar projetos para melhorar o atendimento na atenção básica da saúde” explicou Pitta.

Sobre o pé diabético 2

                   O Instituto foi criado por um grupo de médicos preocupados com a situação e com a falta de informação sobre o problema. A falta de cuidados com o diabetes e os problemas de circulação sanguínea e infecções nos membros inferiores são fatores principais para o surgimento do pé diabético, que acaba levando a amputações. A falta de políticas públicas e o desconhecimento da população contribuem para o problema que afeta diretamente a qualidade de vida dos diabéticos. O nome do Instituto é uma homenagem ao médico carioca Jackson Caiafa, especialista na área social da medicina, particularmente na prevenção e tratamento do pé diabético e úlceras crônicas dos membros inferiores.

Documento único

                   O Projeto de Lei que cria o Registro Civil Nacional foi enviado na última quinta feira ao Congresso. O documento de identificação com chip vai unificar informações de vários cadastros do cidadão. Ao assinar o Projeto, a Presidente Dilma Rousseff afirmou que o projeto permitirá que o cidadão, na esfera individual, unifique seus vários documentos. “Quem não quer utilizar apenas um documento para tudo o que precisar? Em uma transação comercial, por exemplo, ou abrir uma conta e até registrar um imóvel?” afirmou. O projeto foi desenvolvido em parceria com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e quando criado, vai permitir que a coleta de dados biométricos de todos os brasileiros seja compartilhada para a criação de um número único de registro, reduzindo a burocracia e aumentando a agilidade no acesso a serviços. A intenção é unificar cadastros e documentos dos cidadãos, como identidade, CPF, Título de Eleitor, Carteira de Habilitação, registro de nascimento, casamento e de óbito. O TSE já utiliza o Programa de Recadastramento Biométrico do Eleitor e pelo fato da Justiça Eleitoral administrar o maior cadastro de cidadãos da América Latina, com mais de 142 milhões de eleitores, sendo que 24,5 milhões cadastrados biometricamente, daí a importância da parceria. Após a aprovação pelo Congresso, já será possível emitir 5,6 milhões de cartões de identificação utilizando a base do TSE e contemplando os eleitores de Alagoas, Amapá, Distrito Federal e Sergipe, que já estão completamente identificados.

 

Alternativas tributárias

                   Inconformado com o ajuste fiscal proposto pela equipe econômica do governo, o Partido dos Trabalhadores vai propor a criação de novos impostos em outros setores, como alternativa aos cortes orçamentários e a restrição de benefícios trabalhistas. A sugestão do PT é taxar os lucros e dividendos, que hoje são isentos, e cujo montante em 2014 chegou a R$ 300 bilhões, segundo o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais. No Chile a alíquota deste imposto alcança 25%. A segunda proposta visa a cobrança de tributos sobre as grandes fortunas. Estudos apontam a possibilidade de arrecadação de até R$ 100 bilhões ao ano, cobrando 1% de imposto sobre quantias acima de R$ 1 milhão.

Alternativas tributárias 2

                   Outra proposta do PT é aumentar a cobrança de impostos sobre heranças (Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação, que é estadual) cujo percentual é de apenas 4%. O partido defende a elevação até para 15%. Isso garantiria uma arrecadação de mais de R$ 20 bilhões para o governo. E ainda o Partido dos Trabalhadores quer que o governo reforce os mecanismos contra a sonegação. Segundo outro levantamento dos auditores da Receita, os desvios chegaram a R$ 500 bilhões no ano passado.

Novos dados sobre JFK

                   Uma equipe de arquivistas começou a trabalhar esta semana, no Arquivo Nacional, em Washington, em cerca de 40 mil documentos federais, que poderão revelar dados sobre o assassinato do ex-presidente norte-americano John F. Kennedy. A comissão vai trabalhar até 2017, quando por força de uma lei, os registros devem ser mostrados na sua totalidade para o público. Contudo, o presidente de então, poderá vetar a liberação destes papéis. Essa determinação faz parte de uma lei aprovada em 1992, que em 25 anos toda a investigação criminal sobre o assassinato deveria ser mostrada a todos.

Novos dados sobre JFK 2

                   Segundo informações do próprio Arquivo Nacional, cerca de 3,6 mil páginas das 40 mil, nunca foram abertas ao público. Elas contaram com uma “proteção total” porque contêm informações consideradas de “segurança”, e também porque revelam fontes e citam espiões investigados. Com estes arquivos, os historiadores esperam encaixar mais algumas peças no quebra-cabeça da morte de Kennedy, e poderão chegar se as investigações oficiais foram feitas de forma correta. Segundo a “Comissão Warren”, a morte de JFK foi realizada por Lee Harvey Oswald de maneira independente e sem contar com a ajuda de países considerados, na época, inimigos, como Rússia e Cuba.

 

  • O governador Renan Filho lançou ontem em Arapiraca, durante a realização do Governo Presente, o edital para a oferta de mais 13 escolas de tempo integral.
  • Elas atenderão a praticamente todo o estado, uma vez que serão disponibilizadas a cada Coordenadoria Regional de Educação.
  • O objetivo é que as escolas de tempo integral funcionem da mesma forma que a Escola Estadual Marco Antonio, inaugurada em 16 de março, no Benedito Bentes e que funciona plenamente, ofertando cursos para diversas profissões.
  • Na área da segurança pública, o governador e o Secretário de Defesa Social e Ressocialização, Alfredo Gaspar de Mendonça, fizeram a entrega de dez motocicletas, que reforçarão o trabalho de policiamento preventivo no município de Arapiraca.
  • Também apresentaram o helicóptero Falcão 4, que ficará em base fixa na cidade, auxiliando na operacionalidade das policias civil e militar e de outras forças de segurança na região.
  • A aeronave é de fundamental importância na contribuição com as ações em terra e na obtenção de resultados mais rápidos e eficazes.