Olívia Cerqueira

25 de maio de 2015

Consulesa da França em São Paulo visita União dos Palmares

João Paulo Farias

Texto e fotos

 

A consulesa da França em São Paulo, Alexandra Baldeh Loras, esteve neste domingo, 24, em União dos Palmares e visitou a Comunidade Quilombola Muquém e a Serra da Barriga. A diplomata veio a Alagoas para participar de um seminário, organizado pelo Instituto Raízes de África, nesta segunda-feira, 25, em Maceió.

Sec. Francisco Viana e esposa entregam artesanato a consulesa – Fotos: João Paulo Farias

 

Ela foi recebida pelo secretário geral de Administração, Francisco Vianna, que estava representando o prefeito Beto Baía, a sua esposa, professora Sônia Vianna, o assessor da secretaria de Juventude, Wellington Ferreira e o guia em Turismo, Carlos Santos.

No Muquém, Alexandra, que fala bem o Português, conheceu o artesanato produzido com o barro, nas mãos habilidosas de dona Irinéia Nunes e seu Antônio Nunes. Ela ficou impressionada com a arte e pôde acompanhar o processo de fabricação na residência dos artesãos.

 

Consulesa com D. Irineia

Consulesa com seu Antônio

 

Mas foi na Serra da Barriga, palco de umas das maiores batalhas pela liberdade do povo negro, que a consulesa se emocionou. Ela conheceu o solo sagrado, que abriga o Parque Memorial Quilombo dos Palmares e pode sentir a energia dos guerreiros que lutaram por liberdade há mais de 300 anos.“Eu senti algo muito poderoso, muito carregado, com a história de Zumbi, do Ganga Zumba e da Aqualtune. E para mim é uma honra poder está pisando nesse pedaço de história do Brasil”, disse.

Ela conheceu o solo sagrado, que abriga o Parque Memorial Quilombo dos Palmares

Para a Consulesa, a história de Zumbi ainda é pouco valorizada, pois é uma herança do patrimônio nacional reconhecido pela Unesco, mas que não é enfatizada nos livros didáticos. “Essa história deveria ser muito mais popularizada, porque é uma das raízes mais fortes no Brasil e infelizmente, como Machado de Assis, Teodoro Sampaio, André Rebouças, não entraram como afro descendente dentro dos livros didáticos, tão pouco vemos referência dentro da televisão, pois eu como jornalista vejo as mídias como o espelho da sociedade”, destaca.

 O secretário geral de Administração, Francisco Viana, avaliou como positiva a visita da diplomata francesa e a presenteou com peças do artesanato do Muquém e da fibra da bananeira, que são referências do artesanato local. “Essa visita representa a esperança da conscientização da população sobre a igualdade racial. E o grande legado deixado na terra de Zumbi, é a simplicidade, o amor e a confiança em dias melhores na unificação da raça”, disse.

 Alexandra Loras também conheceu e experimentou a comida afro-indígena. Ela almoçou no restaurante do Espaço Baobá, na Serra da Barriga, que é de propriedade da ialorixá Mãe Neide Oyá de Oxum.

Alexandra Loras também conheceu e experimentou a comida afro-indígena

Mae Neide e sec Francisco Vianna

http://www.1momento.com.br/noticias/interior/consulesa-da-franca-em-sao-paulo-visita-uniao-dos-palmares