Blog do Dresch

20 de maio de 2015

Filme sobre Amy comove público

                   O público presente ao 68º Festival de Cinema de Cannes ficou comovido com o documentário “Amy”, que conta a história da cantora inglesa Amy Winehouse. Para o diretor Asif Kapadia, “o filme é sobre uma pessoa que deseja o amor e nem sempre o recebe”. Premiado pelo filme “The Warrior” e pelo documentário “Senna”, o diretor levou dois anos para conseguir depoimentos de familiares sobre a cantora. Comparada á Billie Holiday pela força das letras que escrevia, pelo timbre de voz e por suas interpretações extraordinárias, Amy morreu aos 27 anos, no dia 23 de Julho de 2011.

Sempre comovente 2

                   Um dos destaques do filme é o fato do diretor utilizar as letras das canções feitas por Amy como pano de fundo da vida dela. “Tudo o que precisávamos fazer era revelar aqueles textos” disse o diretor. Todos sabem como ela cantava, mas talvez apenas alguns se deem conta de como ela escrevia bem. “Escreveu textos e músicas: Tudo era seu” afirmou Kapadia. O público elogiou bastante as lindas imagens da cantora durante sua infância e a sua perspicaz inteligência ao responder perguntas ousadas da imprensa. O filme aborda também a relação com Black Fielder-Civil o grande amor da vida de Amy, que se tornou seu marido e a acompanhou no caminho das drogas.

 

Violações contra crianças

                   Mais de 21 mil denúncias de violações contra crianças foram feitas no primeiro trimestre deste ano através do Disque Direitos Humanos (Disque 100). A informação é da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, dando conta de que houve uma queda de 1,6 % em comparação ao mesmo período do ano passado. Em relação ao perfil, 45% das vitimas eram meninas e 20% tinham entre 4 e 7 anos. De acordo com o ministro Pepe Vargas, as principais denúncias são negligência e violência física, psicológica e sexual e o mais grave é que 58% dos casos denunciados os suspeitos são pais ou mães. “Isso mostra o quanto ainda temos que caminhar para alcançar uma cultura de respeito aos direitos das crianças e dos adolescentes” destacou o ministro. Sobre os casos de violência sexual, o Disque 100 registrou 4.480 denúncias, o que significa 21% do total de violações entre Janeiro e Março. A maioria dos casos é de abuso sexual. De acordo com a Secretaria, esse crime acontece quando o agressor, através da força física, ameaça ou sedução, usa as vitimas para a própria satisfação sexual. Para o ministro Pepe Vargas, há uma banalização da violência na sociedade brasileira. “Temos que pensar em um debate em relação aos meios de comunicação. A gente ainda vê programas e até desenhos infantis que, de certa forma, estimulam a violência. Precisamos combater essas formas dissimuladas de incentivo à violência”, disse Vargas.

 

Audiência sobre educação

                   Maceió e Arapiraca realizam hoje, audiências públicas sobre o Plano Estadual de Educação, documento que vai reunir as políticas públicas a serem desenvolvidas na educação básica pelos próximos dez anos. É uma excelente oportunidade para a população alagoana sugerir, apresentar propostas e debater as demandas colocadas para a discussão. As audiências acontecem no auditório da Reitoria da Ufal, em Maceió, e no planetário do Lago da Perucaba, em Arapiraca, das 8h às 13h. É possível consultar a versão preliminar do plano pelo site www.educação.al.gov.br.

Controle dos bens

                   A Receita Federal pretende intensificar a fiscalização sobre os bens de contribuintes que devem mais de R$ 2 milhões ao Fisco, para tentar evitar a dilapidação do patrimônio, caso vendam os bens para fugirem a cobrança. O Fisco vai pedir o bloqueio do patrimônio para garantir o pagamento dos débitos. Segundo a Receita, o monitoramento envolverá 3.854 contribuintes que devem um total de R$ 427 bilhões. Para acompanhar a evolução do patrimônio destes devedores, a Receita fará levantamentos em cartórios, bolsas de valores, nos Detrans dos estados e nas declarações do Imposto de Renda; O Fisco verificará se bens como imóveis, veículos, aeronaves e embarcações foram vendidos ou transferidos a terceiros.

Controle dos bens 2

                   O reforço da fiscalização decorre da queda da arrecadação federal. Neste primeiro trimestre, a Receita arrecadou R$ 309,4 bilhões, redução de 2,03% em relação ao mesmo período do ano passado. De acordo com a Receita, existem 9.478 empresas e 5.73 pessoas físicas incluídas na categoria de grandes contribuintes. Elas concentram 63% da arrecadação federal. São considerados grandes contribuintes pessoas físicas com rendimento total superior a R$ 13 milhões por ano, ou patrimônio acima de R$ 70 milhões e pessoas jurídicas com receita bruta de R$ 150 milhões por ano, ou que paguem pelo menos R$ 15 milhões em tributos anuais.

Estupro, coma e morte

                   Morreu na última segunda feira, aos 67 anos, a enfermeira indiana Aruna Shanbaug, que ficou os últimos 42 anos em coma, depois de ter sido estuprada em 1973. O estuprador era um colega da vitima, que usou uma corrente de ferro para prender o pescoço da indiana e isso causou lesões irreversíveis no cérebro. As outras enfermeiras do hospital onde Aruna trabalhava cuidaram da vitima durante todo este tempo. Os casos de violência sexual na Índia são frequentes e comuns. Só em 2014 foram registradas 25 mil agressões sexuais. Meninas, mulheres e meninos são as maiores vitimas dos abusos, e na maioria das vezes as punições são brandas para os agressores.

 

 

  • Apreciadores da música clássica tem uma excelente oportunidade hoje, de acompanhar mais uma edição do projeto “Quartas Eruditas”, uma parceria do Instituto de Cultura Ero Dictus e a Diretoria de Teatros do Estado de Alagoas.
  • Hoje, a partir das 15h30, no Complexo Cultural Teatro Deodoro, o público (que tem acesso gratuito ao concerto) poderá acompanhar o talento dos coristas e instrumentistas da camerata Erro Dictus, com destaque para os solistas Thiago de Melo Amaral e Selma Brito.
  • Na programação da apresentação de hoje, vale salientar as obras de Bach, Mozart, Haydn e tambem do maestro alagoano Almir Medeiros, destaque no cenário musical do estado.
  • Vale ressaltar que o espetáculo proporciona uma grande interação entre músicos, coristas maestros e o público presente, usando a música de bom gosto como forma de aproximação entre os presentes.