Flávio Gomes

18 de maio de 2015

Governo sem rumo

 

De José Casado, em “O Globo”: “Depois de dez horas de reunião, no sábado, 25 de abril, Dilma Rousseff constatou que andava em círculos, sem saber por onde começar o corte de investimentos em obras e a redução dos serviços de manutenção da infraestrutura. Era noite quando despediu-se de ministros e presidentes de bancos federais. Nos dias seguintes o Ministério da Fazenda começou a negociação dos cortes. O ministro dos Transportes, Antonio Carlos Rodrigues, contou a senadores como foi: – Aconteceu uma coisa engraçada. Eu estava lá na Fazenda e me falaram: ‘Faça um corte linear de 25%.’ Então, eu disse: ‘Ah, tudo bem. E na hora em que eu chegar a uma ponte, eu construo só 75% e ponho uma balsa para eles atravessarem?’ O governo parou, antes de recomeçar. Sete meses depois de reeleita, Dilma ainda não conseguiu formular um plano administrativo consistente. Sequer definiu o tamanho dos cortes em despesas e investimentos que se vê obrigada a realizar, por incúria no primeiro mandato. Na escuridão gerencial, começaram a proliferar na Esplanada dos Ministérios ideias avulsas – algumas inócuas, outras malucas -, entre elas a imposição de limites ao tempo de uso da internet… No centro do poder há mais de uma década, Dilma permanece um enigma, prisioneira de uma nuvem de generalidades e posições óbvias, em geral a favor da luz elétrica, da água encanada, da erradicação da miséria e do analfabetismo… É compreensível seu estupor diante do desastre gerencial que construiu, mas precisa agir rápido para resgatar o governo que subiu no telhado e lá permanece, catatônico.”

Nada, ainda

O governador Renan Filho debateu 5ª feira à noite, com os secretários de Planejamento e Gestão, Cristian Teixeira, e da Fazenda, George Santoro, a implantação do reajuste salarial dos servidores públicos. Não sairá em maio, como previsto. É possível que seja concedido em duas parcelas, com implantação em junho e agosto ou setembro.

Cortesia

Ontem, no final da tarde, Renan Filho recebeu o presidente da Associação Nacional dos Procuradores de Estado, Marcelo Terto, e o diretor de prerrogativas, Marcos Savall, que estavam acompanhados do presidente da APE/AL, Roberto Mendes, e do Procurador Geral, Franco Malaquias. O governador ressaltou seu apreço à categoria.

Endosso

O deputado federal Pedro Vilela (PSDB/AL) votou a favor da Medida Provisória 663/14, que direciona 30% dos recursos do BNDES a financiamentos para o Norte e o Nordeste. “O Norte/Nordeste tem 36% da população brasileira e só recebia 18,7% do que é aplicado pelo BNDES no Brasil. É a metade do que deveria”, justificou.

Facilidade

Ficou mais fácil obter Carteira de Identidade, com a implantação do agendamento on line, segundo a diretora do Instituto de Identificação, Madalena Cardoso. Ela garante que o site é autoexplicativo e que, por ele, pode-se marcar horário através de tablet, computador ou celular. Interessados devem acessar agendamento.seds.al.gov.br.

Cobrança

O jornalista José Aldo Ivo cobra providências para melhorias da Praça Arthur Ramos, conhecida como Praça Raiol, em Jaraguá. Ele diz que a praça está abandonada desde que foi cortada ao meio para circulação de ônibus, que não passam mais por lá. O ponto principal de referência da Praça Raiol é o Orákulo, misto de bar e espaço de eventos.

Sem sentido

O advogado Luiz Fachini submeteu-se a 12 horas seguidas de sabatina no Senado, como parte do processo de nomeação para o cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal. Para ele, uma constrangedora humilhação; para os senadores, perda de tempo. Afinal, a sabatina é inócua. Com opinião já formada, o plenário do Senado decidirá no voto.

Opinião

Do jornalista Sandro Vaia: “A oposição está tentando instalar um CPI dos Fundos de Pensão no Congresso. Se conseguir, mais uma vez o PT será chamado a sentar no banco dos réus para explicar como e por que maltrata o dinheiro alheio – e no caso, especificamente, o dinheiro dos trabalhadores.”

 

*Acadêmicos e profissionais de saúde participam hoje, às 8 horas, no Ritz Lagoa da Anta, do seminário “A ELA como ELA”, iniciativa da Associação Hemerson Casado Gama, para criar a Força Tarefa Alagoana de combate à Esclerose Lateral Amiotrófica.

 

*A SMTT interditará o trânsito hoje, das 6h30m às 10 horas, em parte da Avenida Sílvio Viana, para a Corrida do Gari. Amanhã, por conta do Triathlon Alagoas, às 6 horas serão interditados trechos das Avenidas Antônio Gouveia e Assis Chateaubriand.


*O projeto filantrópico “Pro Bem”, comandado por profissionais da Saúde e do Direito, realiza hoje palestras na cidade de Marechal Deodoro, sobre qualidade de vida e questões de Direito Trabalhista e Previdenciário. Às 8h30m, na Colônia de Pescadores.

 

*O programa “MPB EM FOCO” apresenta hoje o álbum “Ser Humano”, mais um do cantor e compositor Zeca Pagodinho. Abordará também sucessos dos anos 70 e 80 e fará homenagem ao alagoano Eliezer Setton. Às 11 horas, na Educativa FM.

*Semana do Teatro Alagoano tem hoje duas atrações: 18 horas, no Complexo Cultural Teatro Deodoro, “Fritrizmac”, com Companhia Joana Gajurú; às 20 horas, no Teatro Deodoro, “O Dia em Que Sam Morreu”, da Companhia Armazém de Teatro.

*O musical “Cazuza pro dia nascer feliz” será apresentado hoje (21h30m) e amanhã (18 horas), no Teatro Gustavo Leite, do Centro de Convenções de Maceió, com o músico e ator Emílio Dantas como estrela principal. Informações: info@suechamusca.com.br .

*O CRB, que ganhou o primeiro jogo (2×0 no Bragantino, no Trapichão), pega hoje o Botafogo, no Engenhão, Rio de Janeiro, pela Série B do Brasileiro, às 16h30m. Já o ASA estreia na Série C, às 16 horas, em Aracaju, enfrentando o Confiança.

“Dilma perdeu o controle político, econômico e social do país”

Ronaldo Caiado

Senador do DEM/GO, sugerindo que a presidente deveria renunciar para permitir que o Brasil volte a crescer