Blog do Dresch

14 de maio de 2015

Praia do Francês ganha saneamento

                   Um dos principais cartões postais de Alagoas e um dos mais requisitados destinos turísticos do Nordeste, a Praia do Francês em Marechal Deodoro, ganha nesta quinta feira         o seu saneamento básico, obra aguardada há anos pela população nativa e pelos visitantes do conhecido balneário. A obra garante mais qualidade de vida e atende ás necessidades ambientais e econômicas da região. Segundo a Secretária de Estado da Infraestrutura, Maria Aparecida, o sistema coletor tem 18,5 quilômetros de extensão, sete estações elevatórias, estação de tratamento de esgoto e 5,8 quilômetros de emissário, além de um centro de pesquisa e análise para avaliação constante de todo o sistema.

Interdição do Trapichão

                   A Secretária Maria Aparecida também esclareceu ontem, aspectos relativos á interdição de uma parte das cadeiras cativas do Estádio Rei Pelé, em função de uma rachadura nas arquibancadas. Ela explicou que foi elaborado um laudo técnico a respeito da situação, mas a necessidade impõe que seja elaborado um projeto mais amplo, com um processo licitatório, dentro das exigências constitucionais. Esta foi a recomendação da Procuradoria Geral do Estado, após consulta da Secretaria de Infraestrutura.

“Bandidos como heróis”

                   O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva divulgou nota criticando duramente o fato do Brasil ter se tornado “refém” de um “criminoso notório e reincidente e ainda dar palco para atacar e caluniar, sem nenhuma prova, algumas das principais lideranças políticas do país”. A resposta de Lula se deu após o doleiro Alberto Yousseff, em depoimento á CPI da Petrobrás, citar o ex-presidente como se o Palácio Planalto tivesse pleno conhecimento do esquema de corrupção na Petrobrás, investigado pela Operação Lava Jato. Lula também lamentou que a imprensa brasileira venha tratando bandidos como heróis. Eis a nota de Lula: É inaceitável que uma grande democracia como o Brasil, com 200 milhões de habitantes, uma das maiores economias do mundo, seja transformada em refém de um criminoso notório e reincidente, de um réu que negocia depoimentos – e garante para si um percentual na recuperação do dinheiro que ajudou a roubar. É inacreditável que um bandido com oito condenações, que já enganou a Justiça num acordo anterior de delação premiada, tenha palco para atacar e caluniar, sem nenhuma prova, algumas das principais lideranças políticas deste país, legitimadas democraticamente pelo voto popular. Que se dê crédito a criminosos para apontar quem é e quem não é honesto neste país. É uma pena que parte da imprensa brasileira venha tratando bandidos como heróis, quando tais pessoas se prestam a acusar, sem provas, os alvos escolhidos pela oposição: quando se prestam a difamar lideranças que a oposição não conseguiu derrotar nas urnas e teme enfrentar no futuro. O Brasil merece ser tratado com mais responsabilidade e seriedade.

 

Redução de sódio

                 O Brasil conseguiu reduzir, de 2011 a 2014, 7.652 toneladas de sódio      em produtos alimentícios, graças ao acordo firmado entre o Ministério da Saúde e a Associação das Indústrias da Alimentação. A meta do Ministério é alcançar a retirada de 28.562 toneladas de sal do mercado brasileiro até 2020. Na segunda etapa do Plano Nacional de Redução de Sódio em Alimentos Processados, foram analisados bolos, batata palha, salgadinhos de milho, maioneses e biscoitos. Os produtos são feitos por 69 indústrias e sofreram uma redução de 5.793 toneladas de sódio em suas fórmulas desde 2013. Na primeira etapa, em 2011, os produtos selecionados foram macarrão instantâneo, pão de forma e bisnaguinhas, destes foram retirados 1.859 toneladas de sódio.

Redução de sódio 2

                   Os produtos de maior redução de sódio foram rocamboles (menos 21,1%), mistura de bolo aerado (16,6%) e maionese (16,23%). Além de bolos prontos sem recheio (15,8%), bolos prontos com recheio (15%), batata frita e batata palha (13,71%), biscoito doce (11,41%), salgadinho de milho (9.4%) biscoito recheado (6,48%), Mistura para bolo cremoso (5,9%) e biscoito salgado (5,8%). Das 69 indústrias analisadas 95% conseguiram reduzir o teor máximo de sódio na composição, e muitas conseguiram antecipar as metas estabelecidas para 2014.

Redução de sódio 3

                   Par o Ministro Arthur Chioro os resultados da redução são bastante positivos e impactantes “mas não adianta comemorarmos a retirada de mais de 5 mil toneladas de sódio se não obtivermos resultados semelhantes na alimentação, na merenda escolar, nos hábitos alimentares e na retirada do saleiro da mesa”. O acordo do Ministério com as indústrias prevê ainda outras duas etapas a serem divulgadas até 2016 e que vão incluir alimentos como margarina, hambúrguer, empanados e salsichas. O cumprimento das metas vai contribuir para a redução no consumo diário de sódio no país, para menos de 2 miligramas (mg) por pessoa (cerca de 5 quilos de sal).

Semana do Teatro

                   As artes cênicas voltam a ganhar destaque a partir desta quinta feira (14) com a Semana do Teatro Alagoano, promovida pela Diretoria de Teatros do Estado de Alagoas (Diteal) e os grupos Cena Livre, Cia. Nêga Fulô, Grupo Joana Gajuru e Cia. Armazém de Teatro. A idéia é disponibilizar uma programação ao público alagoano, com qualidade e de forma acessível, explica Sheila Maluf, diretora presidente do Diteal. A data de inicio da Semana é uma homenagem á grande dama do teatro alagoano, Linda Mascarenhas, que nasceu em 14 de Maio de 1895, e foi a criadora da Associação Teatral de Alagoas, a ATA. Veja abaixo a programação:

 

  •          A Semana do Teatro tem inicio com o espetáculo “O Diário de Anne Frank” do Grupo Cena Livre, ás 14h30 de hoje, no palco do Teatro Deodoro, com entrada livre.
  • A apresentação é voltada para os alunos da rede pública de ensino. Ainda nesta quinta, acontece a apresentação de “O Romance de Clara com D. Carlos de Alencar” com a Cia. Nêga Fulô, às 17h na Praça Deodoro.
  • Em seguida, às 19h30 acontece o ensaio da peça “Fritrizmac” no pátio do Teatro Deodoro com o grupo Joana Gajuru. Amanhã, dia 15, é a vez de “As torturas do coração” com a Cia. Nêga Fulô, na Praça Deodoro.
  • No dia 16 é a vez da apresentação de “Fritrizmac” no pátio do Teatro, e às 20h o espetáculo “O Dia em Que Sam Morreu”, da Cia Armazém de Teatro, no palco do Teatro Deodoro.
  • Após a apresentação, o diretor e dramaturgo Paulo de Moraes debate com a plateia o processo de criação do espetáculo e também sobre os trabalhos

da Cia. Armazém de Teatro, criada em Londrina (PR) em 1998.

  • No dia 17, a partir das 18h, mais uma apresentação da peça Fritrizmac no pátio do Complexo Cultural Deodoro e ás 20h reapresentação de “O Dia em Que Sam Morreu”.Praia do Francês ganha saneamento