Edmilson Teixeira

14 de maio de 2015

Murici, Alagoas em alta!

Alagoas segue conquistando títulos no jiu-jitsu nacional. Desta vez, o atleta da cidade de Murici, Felipe Azevedo, o “Pompeu”, conquistou o primeiro lugar no Brasileiro da modalidade, na cidade do Rio de Janeiro. Pompeu, de 26 anos, venceu suas lutas e terminou em primeiro lugar na categoria peso-médio do Campeonato Brasileiro de Jiu-jítsu Olímpico 2015, realizado no último sábado pela CBJJO (Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu Olímpico) no ginásio do Clube Canto do Rio, em Niterói – RJ.

 

Murici – tri 2015

 

O atleta alagoano que é faixa marrom da arte suave chegou ao titulo após vencer três adversários e trouxe para Alagoas a Medalha de Ouro. O atleta que representa a academia Vicente Júnior, vem representando a cidade de Murici em vários campeonatos regionais e nacionais e esse é o terceiro titulo do atleta em 2015.

 

Santana do Ipanema

Ontem o Conselho Estadual de Saúde de Alagoas, realizou na sede do Tênis Clube Santanense, uma plenária regional de conselheiros de saúde e movimentos sociais com o objetivo de preparar para as conferências municipais de saúde, que devem acontecer até julho próximo, em todos os municípios do Estado. Entre os palestrantes, estava a técnica Lúcia de Oliveira Barbosa, do Conselho municipal de Maceió e a Promotora do Ministério Público Estadual de Alagoas, Micheline Tenório.  

Santana do Ipanema

Segundo o presidente do Conselho estadual de Saúde, José Wilton da Silva, as discussões com os municípios são muito importantes para que as conferências municipais tenham êxito e abordem temas que estejam no dia a dia da comunidade. “Esses eventos preparatórios também têm como meta o debate amplo com os movimentos populares, com as minorias, conselheiros, enfim, todos os segmentos da sociedade para que no final tenhamos um perfil sobre a saúde em Alagoas, o mais próximo possível da nossa realidade”, explica.

Integrantes

O evento que ocorreu ontem em Santana, reuniu  os municípios das 9ª e 10ª regiões de saúde que compreendem Canapi, Ouro Branco, Maravilha, Poço das Trincheiras, Santana do Ipanema, como sede, Dois Riachos, Senador Rui Palmeira, Carneiros, Olho D’Água das Flores, Olivença, São José da Tapera, Monteirópolis, Pão de Açúcar, Palestina, Mata Grande, Inhapi, Pariconha, Água Branca, Olho DÁgua do Casado, Delmiro Gouveia e Piranhas. Além dessa plenária estão programadas mais quatro, contemplando todos os municípios alagoanos.

 

Viçosa, cabelos

 

Próximo domingo acontece  o “Encontro de Cacheadas de Viçosa: liberdade afro brasileira através da aceitação capilar”.  O evento é um ato para combater o racismo, levar informação e discutir as questões raciais. A proposta do encontro é discutir a aceitação do cabelo natural e colocar em relevância a identidade afro-brasileira. Promovido por um grupo de amigas, o Encontro acontece  na Praça Apolinário Rebelo, a partir das 14hs. Nele serão realizados sorteios de kits capilares e turbantes, com tutorial de uso, além de recital de poesia, e apresentações musicais, com a cantora Larissa Pedro, e com a Banda Afro Gurungumba.

 

 

Viçosa – negro

 

De acordo com a cientista social, Letícia Souza, uma das organizadoras do evento, é preciso desconstruir a ideia entre cabelo bom e cabelo ruim, “na verdade o que nós temos não é uma hierarquia de cabelo, mas texturas diferentes, e cada uma possui sua beleza”. A cientista social também explica que quando começamos a discutir sobre a questão capilar trazemos à tona todas as questões referentes ao preconceito contra o negro. “Além de incentivar as pessoas a assumirem seu cabelo natural o encontro é uma troca de experiências, uma criação de vínculos e representatividade da identidade negra em Viçosa”.

 

Viçosa – pioneiro

 

Hellen Christina, cientista social, e também organizadora do evento, ressalta que a aceitação do cabelo natural não é moda, é na verdade libertação de ideias preconcebidas é um ato político. “Quando nos propomos assumir nosso cabelo na forma natural, a gente se propõe a enfrentar o preconceito, a enfrentar o racismo”. Os Encontros pela valorização dos cabelos crespos e cacheados têm crescido no Brasil e chega à cidade pela primeira vez. O evento em Viçosa será um encontro de homens e mulheres de cabelos cacheados, crespos, pessoas que estejam em transição capilar e até simpatizantes da causa.

 

Pilar

Prefeito Carlos Alberto Canuto e seu  secretário de Educação e Cultura, Professor Paulo, reuniram  diretores e coordenadores pedagógicos das escolas municipais, a fim de  informar sobre o pagamento da gratificação as escolas que elevaram o IDEB em 2013 e o compromisso firmado para o IDEB agora em 2015. Lembrando que o IDEB, sempre é realizado a cada dois anos ímpares; ou seja (2011,2013 e 2015). O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) tem como por objetivo diagnosticar o índice de aprendizado nos municípios brasileiros

Santa Luzia do Norte

Durante as comemorações dos 10 anos do restaurante Bodega do Sertão, ocorridas ontem, o poeta luziense  ‘Pedão Show’ foi a grande sensação do evento. Pedão  apresentou um cordel de sua autoria enaltecendo o estabelecimento, que além de servir um cardápio regional, apoia a cultura popular nordestina através do projeto de sua criação, “Cultura Viva”. Segundo ele, a intervenção poética foi por de mais aplaudida e será confeccionada pelos proprietários da Casa, a fim de ser distribuída  com seus clientes, que inclusive tem um bom percentual de turistas.

Santa Luzia do Norte

Pedão aproveitou a oportunidade para distribuir o cordel “Nossa terra Nossa Gente”que retrata a história de sua terra – Santa Luzia do Norte- e de seus filhos ilustres; além do cordel em homenagem as mães. “Para mim foi uma honra este momento, foi uma grande oportunidade de divulgar nosso trabalho e nossa Santa Luzia do Norte; fiquei surpreso com a empolgação dos presentes durante e depois da minha apresentação” comentou. 

Gado   

O cenário da pecuária do corte em Alagoas estará em debate na noite desta quinta-feira, durante a 5ª edição da Expoalagoas Genética, no Parque da Pecuária. Autoridades políticas, representantes do governo e cerca de 20 criadores do interior alagoano estarão reunidos para debater as perspectivas para o setor e discutir os desafios econômicos da atividade.

Barragens

Nove barragens foram implantadas pela Codevasf em Alagoas ao longo de sua história. Os reservatórios atendem a múltiplos usos, como regularização da vazão de rios, irrigação e atividades de piscicultura. Um grupo de trabalho formado por técnicos da Companhia monitora no estado três barragens consideradas prioritárias para o trabalho de prevenção: a do Boacica, em Igreja Nova, a do Marcado dos Pereiras, em Feira Grande, e a do Marcado Grande, em Campo Grande.