Flávio Gomes

29 de abril de 2015

Um governo para esquecer

Do jornalista Fernando Gabeira, ex-deputado federal: “A maior interrogação ao ver o mundo desabando é esta: como chegaremos a 2018, com um governo exaurido, crise aguda e um abismo entre as aspirações populares e o sistema político? A primeira pergunta é esta: com ou sem Dilma?… Os 12 anos de governo do PT foram marcados por uma extensa ocupação partidária da máquina pública. O Estado foi visto não só como o grande empregador, mas também como o espaço onde os talentos individuais iriam florescer. Ao lado disso se construiu também a expectativa de que grande parte dos problemas dependia da interferência estatal. Da Bolsa Família aos empréstimos do BNDES, do patrocínio às artes à salvação do Haiti, da construção de uma imprensa “alternativa” ao soerguimento econômico de Cuba – tudo conduzido pelo Estado…. Se Dilma sobrevive como um fósforo frio, isso é só um problema imediato. É hora de começar a desvendar o futuro. Não tenho dúvida de que todos os exageros, os erros patéticos, a arrogância, a desmesura, tudo será cobrado até que se restabeleça um certo equilíbrio. Viveremos o teatro fúnebre de um governo que não é mais governo, de uma esquerda oficial petrificada, de jornalistas de estimação analisando minúsculos movimentos mentais de um poder lobotomizado…” 

Rei morto…

Algumas figuras do trade nacional que defenderam a permanência do nosso conterrâneo Vinícius Lages no Ministério do Turismo estão a paparicar, aqui e alhures, o seu substituto, Henrique Alves, ex-presidente da Câmara dos Deputados. Que, diga-se de passagem, entende tanto de turismo quanto Lula de Português e Pelé de astronomia.

Desafio

A situação na Secretaria da Educação é tão caótica, há tanto tempo, que parece não ter sido bom negócio para Luciano Barbosa assumir a pasta. Um dos melhores quadros do PMDB, o secretário e vice-governador criou fama de bom gestor quando prefeito de Arapiraca, especialmente na Educação. Mas, pelo jeito, precisa provar ser muito bom.

Defesa

O deputado federal Ronaldo Lessa (PDT/AL) está empenhado na efetivação do Projeto de Lei 4.685/2012, que cria o Sistema Nacional de Economia Solidária. E critica a falta de legislação, hoje, sobre o tema: “Se a legislação não considera o perfil desses empreendimentos, não pode sequer prever incentivos para o seu desenvolvimento”.

Posição

Em entrevista ao programa “Conjuntura” o secretário de Defesa Social, Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, reafirmou que se houver morte em confronto entre um marginal e um bandido torcerá sempre para que o policial não morra. O programa vai ao ar hoje, ao meio dia, na TV Mar, canal 25 da NET, com reprises ao longo da semana.

Agenda

O Memorial à República sedia hoje, às 18h30, mais uma edição do projeto “Alagoas República das Artes”. O ponto alto é uma palestra sobre Alagoas e Cangaço, ministrada pelo deputado estadual Inácio Loiola, grande estudioso do assunto.  Haverá também apresentação do Duo de Bandolim e Violão, com Bruno Palagani e Wilbert Fialho.

Quem deve

O CSA mais uma vez fracassou, está condenado a mais um período de inatividade com a nova derrota para o Coruripe, mas o presidente Roberto Mendes e sua equipe merecem ser louvados. Fizeram o que lhes foi possível para recuperar o clube. A culpa deve ser atribuída àqueles que usaram o CSA para benefício político e financeiro.

“Tô fora”

Do senador Cristovam Buarque (DF), ao presidente do PDT, Carlos Lupi: “Continuar a fazer parte da base de apoio ao governo do PMDB-PT-Dilma-Lula significa perder a credibilidade junto à opinião pública, ser conivente com os erros cometidos, com as agressões a direitos trabalhistas e com o descaso com a Educação Básica”.

 

*Um edifício em fase final de conclusão, na movimentada Praça Muniz Falcão (“Praça do Skate”), Ponta Verde, implantou equipamentos na calçada, prejudicando a circulação de pedestres. Só a fiscalização da prefeitura não vê.

*Depois de amanhã, 1º de maio, a cantora Leureny fará o show “De volta pra casa”, às 21 horas, em Paulo Jacinto, num reencontro artístico com sua terra natal. A festa marca a reabertura do tradicional Clube Recreativo Paulojacintense.

*O projeto “Mungunzá Cultural” apresenta hoje palestra do artista plástico Lula Nogueira sobre “Por uma etnografia pictórica: artes plásticas e cultura popular em Alagoas”. Participação, também, do crítico de arte Ricardo Maia. Às 19 horas, no Museu Théo Brandão.

*Os chefs Tatiana Brasil, Simone Bert e Wanderson Medeiros dão hoje aula de culinária, repassando técnicas de três receitas. Às 19 horas, no espaço W Gourmet, no Restaurante Picuí, a R$ 180,00 por pessoa. Contato: Informações: 8844.0172.

*Homenageando os 200 anos de Maceió, a Pinacoteca Universitária, da Ufal, lança a campanha fotográfica “Meu Olhar Maceió”, visando incentivar a captação as belezas naturais e outros aspectos da cidade. A campanha vai até 24 de maio.

* Estudantes dos ensinos médio, técnico e superior que buscam estágio podem cadastrar o currículo no novo Sistema Nacional de Estágio, do Instituto Euvaldo Lodi, regional de Alagoas. Interessados devem buscar informações no endereço sne.iel.org.br/al.

*Que os apertados confrontos entre Coruripe e CSA sirvam de exemplo para que ASA, mandante, e CRB, em vantagem por ter vencido o 1º jogo, descartem qualquer hipótese de favoritismo. O jogo é às 22 horas de hoje, em Arapiraca, transmitido pela TV Gazeta.

 

“Se Dilma fracassar é o PT quem fracassa e eu não vim ao mundo para fracassar”

Luiz Inácio Lula da Silva

Ex-presidente da República, principal figura do PT e mais do que nunca candidato a voltar ao Palácio do Planalto, em 2018