A Palavra em palavras

28 de abril de 2015

PROFESSO

PROFESSO

 

  1. 1.        SPES.

Ainda que se andasse pelas estradas mais tortuosas, se Deus não autorizasse qualquer mal, nada se haveria de temer; pois nenhum fio de cabelo cai de uma cabeça humana sem autorização do Altíssimo.

Ainda que se andasse pelas estradas mais esburacadas, sob os protestos mais violentos e as operações policiais mais abusivas; em Deus, nada se haveria de temer.

Ainda que bandidos tomassem conta do país, o mundo se cobrisse de trevas, o caos ou a opressão tomassem conta do planeta e uma nova era glacial se instalasse; em Deus, nada se haveria de temer.

Ainda que os piores “aindas” se ajuntassem; aquele que em estado de graça, que unido a Deus estiver, nada haverá de temer. Porque Deus é o Senhor de todas as coisas e Sua vontade impera contra qualquer adversidade, pois nada pode contra Deus, nada o pode limitar, nada e ninguém pode ser como Deus.

  1. 2.       FIDES.

Sim, creio no Ato Puro, Criador das energias e das massas; Ele que criou “ex nihilo”, que falou pelos profetas e escreveu pelos autores bíblicos, mas que não falou por muitos dos tradutores e intérpretes. Creio no Autor das leis da natureza e dominador eterno; no Deus que Se faz Pão e Vinho e Se nos dá à Vida. Ele que, além de ser a Vida Plena, é o Caminho Salvífico Único e a Verdade Absoluta.

Creio no Ato Puro, o Absoluto Ser, que se revela ao homem e o convida a ser Ser por participação n’Ele. Ele que é Amor Absoluto, que não força a conversão, que não desiste dos cidadãos e não cessa de amar.

Creio no Ser, Modelo a toda pessoa, Esposo da Igreja – a qual é Sua Esposa, filha de Maria por participação no Corpo do Ser, e cujos membros são filhos por participação no Corpo do Filho. Creio no Espírito Santo, Ser que realiza a participação dos membros da Igreja no Corpo do Ser e, por conseguinte, filhos do (Ser) Pai. Creio que o Espírito Santo é Ser e procede do Ser Filho e do Ser Pai. Creio que os três (Pai, Filho e Espírito Santo) são um só Ato Puro, Criador, Onipotente, Onisciente, Onipresente. Creio que o Ato Puro é Alteridade que vem ao encontro do Homem para resgatá-lo à perfeição, ao unir a criatura humana ao Criador Divino por meio do Homem não Criado chamado Jesus Cristo, o qual é o (Ser) Filho, Ato Puro que Se fez homem, em tudo obediente ao (Ser) Pai.

Creio na vocação universal do homem à cristificação. Creio na Esposa do Cordeiro, a Igreja Una, Santa e Católica, Corpo de Cristo que nos concede o Espírito Santo e nos leva ao Pai. Creio na Palavra de Deus, Que Se fez Homem e se faz Pão do Céu, Eucaristia, Corpo e Sangue de Cristo que nos alimenta, sustenta e nos leva ao Pai.

  1. 3.       CARITAS

Amo acima de todas as coisas e pessoas, acima de mim mesmo e de minhas concepções, a Deus, Ato Puro Criador Universal. Amo a liberdade de pensar, de crer e realizar o ser criado como homem pensante e capaz de se superar e fazer-se melhor, resistindo na incômoda corruptibilidade e vencendo os anseios de corrupção, adequando-se à verdade, à justiça e ao amor. Amo a Esposa do Cordeiro, a Santa Igreja Católica e, também como filho no Filho, amo à Virgem Maria, Mãe de Nosso Senhor Jesus Cristo, Ato Puro Encarnado, Senhor Criador universal.

Amo à família, desejada por Deus a ponto de Se fazer nascer em uma. Amo à criação, em especial, à humanidade – da qual faço parte e que foi criada à imagem e semelhança do Criador.

Por fim, declaro que o Ato Puro, além de ser a Justiça e a Verdade, é o Amor; o Qual nos criou e para Ele nos convida, Ele cuja vontade é para todos o dever-ser universal, sabendo que só n’Ele podemos para Ele ir. Declaro que creio e amo crer.

Declaro ainda que, antes de existir energia e antes de existir massa, Vós sois, ó Deus!

Por amor a Vós, ó Deus, em decorrência da fé por Ele concedida e na esperança de ir para Ele, creio, amo e espero; e quero muito mais amar, crer e n’Ele esperar. Pois só n’Ele se pode encontrar a felicidade plena, só na verdade, no amor e na justiça absolutos é possível encontrar a felicidade interminável!

Senhor, na esperança, ajudai-nos a amar crer e crer amando, fazendo-nos realizados nesse ato unitivo a vós, ó Ato Puro! Pois só Quem é Amor, Justiça e Verdade – sendo onisciente, onipresente e onipotente – pode propiciar a mais plena e substancial realização do nosso ser.

Eis que professo amar crer que o Ato Puro, que é alteridade, vem ao nosso encontro e nos convida a ser (por participação) n’Ele que É. Amo e creio que sempre somos convidados a Ele e por Ele para fazermos parte d’Ele e sabemos que Ele sempre está acima de nós e somente Ele está acima de toda a existência. Amo e creio: Ele É e criou tudo o que existe.

Observo que o mal não foi criado, mas decorre do mau uso do livre-arbítrio, é fruto da corrupção de fazer a má escolha. Observo ainda que o Mal (Maligno) é um ente criado bom, mas que optou pelo mal em vez de ser fiel ao Sumo Bem. Afirmo que o Mal, sendo criatura, não é absolutamente mal, por impossibilidade metafísica; mas também não pode mais ser do bem, pois já optou livre e eternamente por permanecer a se opor a Quem ninguém pode opor-se. Por mais que o Mal tente se opor ao Bem, sabe que não pode negar a si próprio, o qual foi criado com amor e para o Amor e terá que sofrer eternamente por se negar a amar, sabendo que foi criado para isso.

Observo que o Mal é também chamado de Antiga Serpente, a qual foi pisada pela Mulher, Mãe do Cordeiro de Deus (Filho). Creio que a Mulher que pisa a cabeça da Serpente é a Virgem Maria, coroada por uma coroa de doze estrelas, as quais representam as doze tribos de Israel e que são representadas pelos doze apóstolos. Creio que a Mulher junto com o Filho do Homem são a nova Eva e o novo Adão, enquanto modelos santos para toda a humanidade. Creio que o Filho é Carne da carne de Maria e Maria é carne da Carne do Filho (Jesus Cristo). Creio que Maria deu o Filho em casamento à Igreja Una, Santa e Católica cuja aliança se deu na Santa Cruz e é celebrada no Altar, em atualização celebrada na Santa Missa. Creio nas palavras de Jesus Cristo, Que é a Palavra de Deus e afirma que Seu Corpo é verdadeiro Alimento e Seu Sangue é verdadeira Bebida; que Se uniu a Igreja, perante Deus, e declarou que o que Deus uniu o homem não separe; que Ele é a Pedra Angular que ergueu Sua Igreja em Pedro (Papa) e declarou que estaria com Sua Igreja por todo sempre e as portas do Inferno não prevalecerão sobre ela. Creio que a Igreja é o Corpo de Cristo e as forças do inferno não podem contra Ele. Creio, portanto, que o Corpo de Cristo é guiado pelo Cristo Cabeça. Creio no Cristo Uno (Indiviso), Santo e Católico!

Eis, pois, que amo e professo essa fé! Amo e creio que Deus é a fonte e a realidade absoluta do Amor e da realização de todo ser humano e também dos seres angelicais. Eis, pois, que declaro que apenas n’Aquele que, do nada, criou tudo, antes de todas as coisas existentes, é possível encontrar a felicidade que perdura eternamente, em santidade, justiça, verdade e amor.

Amém.

Dado em Maceió, 27 de abril de 2015.

Alisson Francisco Rodrigues Barreto[1]

 

 


[1] Poeta, filósofo e bacharel em Direito, pós-graduado. Autor do blog A Palavra em palavras e do site https://sites.google.com/site/alissonfrancisco/