Flávio Gomes

26 de abril de 2015

Briga de tucanos

Do jornalista Carlos Chagas, no site “Diário do Poder”: “Determinou satisfação entre os tucanos paulistas, senão o engajamento, ao menos a simpatia do presidente do PSDB, Aécio Neves, pela tese do impeachment da presidente Dilma. Não porque Geraldo Alckmin, Fernando Henrique Cardoso, José Serra e outros caciques endossem a proposta. Muito pelo contrário, são contra, como se tem manifestado. O que começam a festejar são as possíveis dificuldades do senador mineiro diante de uma aventura por enquanto inviável, capaz de desgastá-lo.  No fundo estão o controle do partido e a sucessão presidencial de 2018. O PSDB de São Paulo engoliu a muito custo a candidatura de Aécio em 2014 e não pretende permitir que se repita, apesar de o candidato derrotado haver assumido a chefia da legenda e, por enquanto, aparecer como o chefe da oposição. Aliás, os experientes e pérfidos tucanos paulistas já se preparam para difundir singular raciocínio que, a um só tempo, atingirá os adversários do PT e os companheiros da corrente mineira do próprio partido: ‘não foi Dilma que venceu as eleições do ano passado! Foi Aécio que perdeu!’ Maldade pura, mas explorada pelo fato de que o candidato perdeu em Minas, seu próprio estado. Caso tivesse trabalhado melhor seu pano de fundo, teria vendido, dada a diferença de votos com a vitoriosa. Não é de graça que Fernando Henrique Cardoso aparece um dia sim e outro também, na mídia, negando a hipótese do impeachment da presidente.”

Não deu

Não são poucos os que entendem ter sido equivocada a decisão de Renan Filho em acabar com a Secretaria do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico, principal pilar do governo de Téo Vilela. Dividida, a pasta foi incorporada, respectivamente, à Gestão Pública e ao Turismo. Mas, na prática, os resultados são abaixo do que se esperava.

Pretensão

Majoritariamente, o PT alagoano está convencido de que na eleição de 2016 precisa deixar de ser protagonista para encabeçar chapas majoritárias. Principalmente em Maceió, o maior colégio eleitoral do Estado. Um nome que surge naturalmente para concorrer à prefeitura da Capital é o do ex-deputado Judson Cabral, que está sem mandato.

Encruzilhada

O presidente do Senado, Renan Calheiros, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, e o Palácio do Planalto protagonizam ultimamente um jogo de vaidades e ambição política. E, sem dúvida, nenhuma das partes desse trio está preocupada com os interesses do povo ou do país. Da oposição pouco se tira de positivo, também.

Boa causa

Endossando um trabalho de iniciativa da deputada estadual Jó Pereira (DEM), a secretaria estadual da Fazenda está incentivando a Campanha Contribuinte Amigo e sugere aos contribuintes doação de 3% do Imposto de Renda devido para o Fundo da Infância e da Adolescência Estadual. O prazo de declaração do IR termina 5ª feira, 30 de abril.

E nós?

A crise econômica, ampliada com os efeitos da Operação Lava a Jato, continua fazendo vítimas. No vizinho Pernambuco, o Estaleiro Atlântico Sul demitiu cerca de 500 funcionários esta semana e rompeu contratos com a Petrobras. O que dizer, então, do nosso Estaleiro do Nordeste, que já foi Eisa e nunca conseguir sequer passar do papel?

Agenda

Nosso conterrâneo João de Lima, repentista nascido em Porto Real do Colégio e “Patrimônio Vivo de Alagoas”, recebe amanhã o título de Cidadão Honorário de Sergipe, às 17 horas, no plenário da Assembleia Legislativa sergipana, por indicação da deputada Ana Lúcia (PT). João de Lima tem vários CDs gravados e vive entre Maceió e Aracaju.

Para poucos

Do jornalista Ricardo Noblat: “No ano passado, Dilma Rousseff, que faz questão de dizer que é ‘a presidente de todos os brasileiros’, e que não descrimina entre seus correligionários ou não, escolheu 10 cidades para receber R$ 632 milhões a mais nos orçamentos para obras e programas. Das 10 cidades, sete eram governadas por prefeitos que apoiavam sua reeleição. Uma coincidência, certamente.”

 

*Amanhã, 17 horas, no auditório da Unidade Poço do Senai será lançado o Caderno de Inspirações Inova Moda “Caminhos – Inverno 2016”. O evento integra o Fashion Meeting Colour Coding, de iniciativa da instituição, visando apresentar aos empresários as tendências da moda inverno.

*No 28 de abril, que transcorre 3ª feira próxima, é comemorado o Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes de Trabalho. Por conta disso, hoje o Grupo Prevencionistas de Alagoas irá realizar uma caminhada na orla da Pajuçara, a partir das 8 horas.

*O programa “Aplauso” apresenta hoje uma retrospectiva da trajetória do Quarteto em Cy, um grupo que marcou época na música popular brasileira. Na Educativa FM, entre 10 horas e meio-dia, com produção, como sempre, de Givaldo Kleber.

* Os cantores Yuri Costa e Lili Buarque apresentam hoje seus novos discos, “Amor e Fé” e “Sereno”, respectivamente. O lançamento será na Avenida Sílvio Viana, Ponta Verde, trecho entre Alagoinhas e Sete Coqueiros que aos domingos é reservado a atividades de lazer.

*A orla de Pajuçara será palco hoje da 31ª Corrida Tiradentes, organizada pela Polícia Militar, com participação de homens e mulheres a partir dos 15 anos de idade. A concentração é às 15 horas, na Praça Multieventos, onde será dada a largada, às 16 horas.

* Pela segunda vez este ano a cidade de Arapiraca recebe, hoje, um evento de duathlon, atividade que consiste em corrida, pedalada e corrida, nesta sequência. A competição, para jovens e adultos,  está programada para o Arapiraca Garden Shopping, com início às 7 horas.

*CRB e ASA se enfrentam hoje, às 16 horas, no Trapichão, abrindo a disputa por vaga na final do Campeonato Alagoano. Amanhã, às 20h30m, também no Estádio Rei Pelé, CSA e Coruripe fazem a segunda partida entre si, para escolha do outro finalista da competição.

 

“Por que o presidente Lula arcaria com o ônus de ser presidente formal do PT? Ele já é seu presidente de honra. O Instituto Lula é como se fosse Meca.”

Jaques Wagner 

Ministro da Defesa, sobre os que querem a volta de Lula