Olívia Cerqueira

7 de abril de 2015

Produtores são capacitados para constituição de cooperativas

Pedro Mesquita – assessoria

 

Um dos pilares dos Arranjos Produtivos Locais (APLs) é a ampla difusão da cooperação e associativismo entre os produtores. Nesse sentido, foi firmada uma parceria entre o APL Fruticultura no Agreste e a Organização das Cooperativas Brasileiras em Alagoas (OCB/AL) para capacitar e informar os fruticultores sobre as vantagens da filiação.

 Na semana passada, foram contemplados os municípios de Estrela de Alagoas e Limoeiro de Anadia. Nesta terça-feira (7), a capacitação ocorreu em Igaci, na Federação das Associações Comunitárias. O encontro reuniu mais de 40 presidentes de associações interessados em conhecer as vantagens da participação em cooperativas.

 Segundo a gestora do APL Fruticultura no Agreste, Rosete Albuquerque, o apoio da OCB/AL trará ainda mais força para o grupo. “Ainda somos carentes em diversos aspectos e, por meio das parcerias, conseguimos expandir o conhecimento e os benefícios para o pequeno produtor, dando mais qualidade ao trabalho dele”, explicou.

 A capacitação foi ministrada pela superintendente do Sistema OCB/AL, Márcia Túlia, que percorreu as associações e cooperativas para levar mais informações sobre a instituição. As atividades também serão realizadas por outras cidades atendidas pelo APL, a exemplo de Arapiraca, Coité do Nóia, Palmeira dos Índios e Taquarana.       

 O Arranjo Produtivo Local (APL) Fruticultura no Agreste integra o Programa de Arranjos Produtivos Locais (PAPL), coordenado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur) e pelo Sebrae.